(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

ENTREVISTA MARCELO MELO: Anápolis e Entorno de Brasília serão decisivos nas urnas

Política Comentários 20 de agosto de 2010

Deputado federal, representante da região conhecida como Entorno de Brasília, Marcelo Melo foi escolhido para integrar a chapa majoritária da aliança PMDB-PT. Político experiente, ele afirma que, nesta eleição, será mais fácil para o eleitor fazer a escolha do próximo Governador de Goiás, pois terá a opção de avaliar dois nomes que já governaram o Estado por duas vezes - Íris Rezende e Marconi Perillo. Em entrevista ao CONTEXTO, Marcelo Melo avalia o momento político da campanha sucessória, comenta as últimas pesquisas que dão frente, no Município, ao adversário tucano e fala, ainda, sobre a aliança com o PT e as propostas que estão sendo trazidas para o eleitorado.


Como o senhor está avaliando a campanha que, agora, se intensifica com o início do programa eleitoral no rádio e na televisão, assim como os comícios, carreatas e outras atividades?

Marcelo Melo - Na realidade, acho que a campanha, de fato e de direito, está começando agora. As propostas vão chegar com mais intensidade perante a população com a veiculação do que queremos fazer e o que o nosso candidato, Íris Rezende, já fez por Goiás. Acho que é importante, para que a população possa fazer um comparativo entre os dois governos de Íris Rezende e os dois governos de Marconi Perillo. Ao fazer isso, tenho a certeza que o povo goiano vai optar pela competência administrativa de Íris, pelas realizações que ele já fez e, principalmente, acreditar naquilo que ele está se propondo a fazer no Estado. E, quando o Íris faz uma promessa, a população sabe que ele cumpre. Isso já aconteceu em outras administrações. Acho que o momento mais fácil de escolher o futuro Governador de Goiás é nessa eleição, porque vamos poder comparar dois governos e o povo vai entender que o melhor é Iris Rezende, que tem condições de tirar Goiás das grandes dificuldades em que se encontra, isso é de domínio público. Foi dito pelo Governador Alcides Rodrigues, eleito por Marconi, que apontou um déficit mensal de R$ 100 milhões, a situação falimentar da Celg. A Saneago vai no mesmo caminho - a pré-falência. Então, nós precisamos ter um bom gestor para reorganizar as finanças e fazer com que o Estado retome a sua capacidade de investimento. De acordo com o que foi noticiado pelos jornais, hoje, Goiás só pode contar com pouco mais de 1,5% da sua receita para investimentos. Isso é irrisório, não se pode administrar com uma margem tão pequena de investimentos. Então, o grande segredo será reorganizar os gastos, cortar o que tiver de ser cortado. E o Íris já fez isso em duas oportunidades: a primeira delas, em 1982, quando herdou o Governo com seis meses de salários atrasados, descompasso nas contas e, em menos de um ano, saneou tudo e fez as grandes obras que Goiás conhece - asfalto, energia elétrica, o fomento à industrialização criando milhares de empregos. E, em 1990, não foi diferente, pegou o Estado com uma folha com cinco meses de atraso e, de novo, reorganizou tudo e fez um excelente governo.

Que avaliação o senhor faz do envolvimento, da convivência com o PT e a sua militância na campanha, nesta aliança que foi feita com o seu partido, o PMDB, para a sucessão ao Governo em Goiás?

Marcelo Melo - Maravilhosa. Eu tiro pela minha região, o Entorno de Brasília. Os companheiros e companheiras lá estão empolgados, até muito mais do que muita gente nossa. Sinto uma vibração, um entusiasmo muito grande e eles estão acreditando, realmente, que o nosso projeto é o melhor para Goiás e para o Brasil. É preciso lembrar que esse projeto de parceria com o PT é o que deu certo no Brasil com Lula. E, nós queremos implantar aqui, com Íris parceiro de Dilma, que estamos trazendo com esta campanha e, aqui em Anápolis, nosso grande parceiro é o prefeito Antônio Gomide, que tem hoje mais de 90 por cento de aprovação do povo anapolino. Ele vai ser o grande comandante da nossa campanha aqui na cidade e o povo tem que enxergar que esse tripé: prefeito Antônio Gomide, governador Íris Rezende, presidente Dilma Rousseff vai continuar fazendo um trabalho maravilhoso por Anápolis.

As pesquisas recentes têm colocado à frente o candidato do PSDB, Marconi Perillo, em relação ao candidato Íris Rezende (PMDB), em Anápolis. Qual é a leitura que o senhor faz desse quadro?

Marcelo Melo - Acho que as pesquisas que estão publicando por aí, nem eles mesmo acreditam no resultado delas. Você pega uma cidade como Anápolis, e dizer que o candidato Marconi tem quase 80 por cento de preferência, é brincar com a inteligência das pessoas. Nós temos, hoje, aqui uma administração que está dando certo e o povo é solidário à administração que está dando certo. Tenho certeza que estas pesquisas não refletem a realidade. Temos pesquisas internas que mostram um equilíbrio e a população está entendendo que é preciso estar no projeto de Antônio Gomide. Para mim é motivo de piada essas pesquisas que soltam em Goiânia em jornais que eles comandam.

O senhor compôs a chapa majoritária do PMDB, na condição de vice, representando a região do Entorno de Brasília que, assim como Anápolis, tem sido decisiva nas últimas eleições. O senhor acha que, neste pleito, essa situação vai se repetir?

Marcelo Melo - Não tenho a menor dúvida. Por isso, estamos fazendo um trabalho intenso na nossa região. Começamos a mudar o quadro lá, temos observado isso nas pesquisas que temos. Nas principais cidades, a população abraçou mesmo a ideia de ter um vice que vai ter a função específica de ser uma espécie de governador do Entorno e do Nordeste Goiano. Essa será minha grande função no Governo Íris. Então, essa realidade já mudou e vai mudar mais favorável à candidatura de Íris.

Em termos de propostas, que é o que a população mais espera agora durante a campanha eleitoral, o que a coligação PMDB-PT está trazendo, em especial, para a cidade de Anápolis?

Marcelo Melo - Anápolis tem que ser olhada com muito carinho por qualquer governante. E o principal pólo econômico e vai ter ações específicas. E eu volto lá atrás... A pujança de Anápolis, hoje, se deve à capacidade e a competência de sua gente, mas também às oportunidades que foram dadas para que a cidade se desenvolvesse, e o grande benfeitor de tudo de bom que aconteceu foi Íris Rezende, por que, na década de 80, quando ele exerceu o seu primeiro governo, o Daia tinha, apenas, 12 empresas e muitas delas em dificuldades, a ponto de fechar. Ai, o Íris veio e criou Fomentar, que foi o mais ambicioso programa de fomento à geração de emprego e renda e de incentivos fiscais que o País já tinha visto. E, foi a partir do Fomentar, que o Daia se consolidou. Portanto, esse é o grande legado dele, juntamente com outras obras estruturantes de água, energia elétrica, a construção de milhares de casas, a ligação do Município com as principais regiões do Estado. Então, ele fez com que Anápolis se transformasse nesse pólo de atração regional que é hoje. Vamos lutar junto com o nosso prefeito Antônio Gomide e a futura presidente Dilma, para consolidar a Ferrovia Norte Sul; a construção do Aeroporto de Cargas; a consolidação da Plataforma Multimodal; intensificar a atração de novas empresas e, trazer mais cursos universitários objetivando formar os jovens para o mercado. Então, são muitas as ações que serão privilegiadas no governo de Íris para a cidade de Anápolis. Sem contar que vamos buscar, aqui, pessoas para participarem no primeiro e segundo escalões do Governo, para que elas possam contribuir com o sucesso da Administração Íris.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...