(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

“Entre” e “Catadores” ficam abertas à visitação até 25 de fevereiro

Cultura Comentários 29 de janeiro de 2016

As duas mostras podem ser visitadas de segunda a sexta-feira na Galeria Antônio Sibasolly


Quem gosta de artes visuais não pode deixar de visitar a Galeria Antônio Sibasolly, unidade da Secretaria Municipal de Cultura. Até dia 25 de fevereiro estão em exibição as exposições “Entre” e “Catadores”. As duas mostras ficariam abertas ao público até o dia 15 deste mês, mas considerando que o ano letivo nas escolas municipais e estaduais recomeçam agora no final de janeiro, deicidiu-se por uma prorrogação. Desta forma, explica o secretário municipal de Cultura, Augusto César de Almeida, pode-se alcançar este público com a realização de ações educativas, que podem ser agendadas por representantes das escolas com a direção da Galeria. 'Um dos nossos obejetivos, enquanto gestor cultural, é o de trabalhar para que o maior número de pessoas tenham acesso às manifestações artísticas e recebam informações que o ajudem a refletir sobre o papel da arte na construção e transformação da sociedade", destaca o secretário.
A exposição "Entre" reúne trabalhos desenvolvidos por alunos do programa de mestrado e doutorado em Arte e Cultura Visual da Universidade Federal de Goiás (UFG), desenvolvidos no âmbito da disciplina Tópicos Especiais em Arte e Visualidades – processos materiais e linguagens, conduzida pelas professoras Anahy Jorge e Eliane Chaud. Nesta disciplina buscou-se a investigação e experimentação artística, estimulando os processos de criação e odesenvolvimento de projeto teórico-prático de cada participante, por isso a exposição se apresentar em diferentes meios artísticos. “Tivemos, também, como intenção, apresentar a produção desenvolvida para intensificar a motivação do fazer e do refletir”, afirmam as professoras Anahy e Eliane.
“Catadores” apresenta o olhar dos artistas mineiros Daniel Moreira e Leandro Gabriel sobre o universo das pessoas que sobrevivem recolhendo materiais e objetos que já não representam mais nada para quem os descartou. Para uns, lixo; para outros, meio de subsistência, de continuidade. É composta por seis fotografias, uma escultura, uma vídeo-instalação do cineasta Phelippe Ratton e uma vídeo-performance, de Nísia Fernandes. As fotografias de Daniel Moreira, apresentadas no contexto da obra, tencionam e refletem sobre as fronteiras que dividem o conceito estabelecido entre homem e bicho. Segundo Sérgio Vaz, a série dialoga com indivíduos que recortados da paisagem cotidiana, induz a uma linha tênue de percepção definidora das noções de ficção e realidade. Homem e animal formam um só corpo, que se equilibra em meio ao contexto caótico, criando condições de equivalência em uma reflexão sobre degradação e resistência.
Ainda de acordo com Sérgio Vaz, que escreveu o texto de apresentação do catálogo da mostra, “catador por excelência, Leandro deixa que seus achados permaneçam evidentes na pele de suas esculturas”. A memória do achado não se esconde para tornar-se objeto de fruição, mas permanece para atestar o processo e a e a mão do artista como doadores de vida à obra. A mão do artista é de ferro e solda, como suas obras.

Serviço
Exposições “Entre” e “Catadores”
Visitação: 7 de dezembro a 15 de janeiro
Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h
Local: Galeria de Artes Antônio Sibasolly- Praça Bom Jesus, 101, Centro, Anápolis
Mais informações: 3902 1077
Entrada franca

Autor(a): Da Redação

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cultura

Inscrições abertas para as oficinas do EDAnça

19/04/2017

Um dos eventos consolidados no calendário da Secretaria Municipal de Cultura, o Festival de Dança (EDAnça) acontece, neste...

Cantora busca ampliar horizonte musical

23/03/2017

Estilo despojado na música, no visual e na atitude. Assim é a cantora e compositora Danila Moreira, que busca o seu lugar a...

Curta-metragem anapolino participa de Festival de cinema em Veneza

17/03/2017

A nova Prefeitura de Anápolis tem como uma de suas prioridades o fomento à cultura e o incentivo aos artistas de nossa cida...

Dança, Artes, Teatro e Música iniciam ano letivo

09/03/2017

O começo das aulas nas quatro escolas foi acompanhado pelo prefeito Roberto Naves A Prefeitura de Anápolis, por meio da Se...