(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Enel recebeu novas e pesadas críticas na Câmara Municipal esta semana

Política Comentários 21 de fevereiro de 2019

Parlamentares cobram da concessionária mais atenção nos investimentos e demandas de Anápolis e região, inclusive a rural


Mais uma vez, a Enel Distribuição Goiás dominou a pauta de debates na Câmara Municipal de Anápolis. Na sessão da última quarta-feira, 20, parlamentares de diversos partidos teceram críticas à concessionária de energia que se instalou em Goiás a partir de novembro de 2016, após o processo de compra da antiga CELG-D.
O Vereador João da Luz iniciou seu discurso parabenizando a Defensoria Pública do Acre, que conseguiu uma liminar favorável a uma ação civil pública contra o reajuste de 21,29% na conta de energia elétrica, autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica à Energiza (antiga Eletroacre). O parlamentar citou que, em Goiás, a concessionária de distribuição de energia, a Enel obteve, em outubro do ano passado, autorização da ANEEL para aplicar um reajuste de 15,31% para os consumidores residenciais e comerciais situados na classe de baixa tensão e de 26,52% para as indústrias, situados na classe de alta tensão, com efeito médio para o consumidor na casa de 18,54%. “Em Goiás, ficamos sem uma resposta plausível”, disse o vereador, apontando que o PROCON está chamando a empresa para explicar o salto de reclamações no órgão em mais de 100 por cento em 2018, na comparação com 2017, sobre cobranças indevidas nas faturas, interrupções, demora nos procedimentos de indenizações, falta de qualidade no atendimento e no serviço prestado, dentre outras queixas.
O parlamentar reconheceu, no entanto, que a Enel recebeu a CELG praticamente sucateada e lembrou que o Governador Ronaldo Caiado, quando ainda era senador, criticou o processo de privatização. E, agora, está cobrando providências para que a empresa possa se adequar.
O vereador João Feitosa que, assim como o colega João da Luz, era servidor da antiga estatal de energia, relatou que há uma preocupação do Município, em relação ao projeto para a criação do chamado Mini DAIA, que necessita de suprimento de energia, para que as empresas possam se instalar. Ele afirmou que, neste caso, já houve uma reunião com um diretor da Enel e este garantiu que o projeto pode ter andamento que a energia será garantida.
O vereador João da Luz citou o caso do Bairro Lusitano, que aguarda a chegada da energia elétrica. Segundo ele, a Prefeitura realizou serviços de infraestrutura para que a região possa ser contemplada com o benefício, mas isso ainda não ocorreu, causando frustrações os moradores. Ele disse, ainda, que a Enel prioriza a contratação de fornecedores de outros estados, como Minas Gerais e São Paulo, em detrimento de empresas goianas, o que gera prejuízos à economia de Goiás, e desemprego de trabalhadores.
Para o vereador Mauro Severiano, a expectativa que se tinha, quando a CELG foi vendida a uma empresa multinacional, era de que houvesse melhoria nos serviços. “Mas, piorou”, disse, criticando que a venda foi um prejuízo, assim como a venda da usina de Cachoeira Dourada.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Deputado Coronel Adailton preside CPI das Universidades

26/04/2019

O deputado estadual Coronel Adailton (PP), foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia ...

Projeto prevê estender mandato de prefeitos e vereadores

25/04/2019

O Prefeito Roberto Naves e os 23 vereadores de Anápolis podem ganhar mais dois anos de mandato, assim como os demais prefeit...

Prazo para a regularização de imóveis será ampliado até o final de dezembro

25/04/2019

A Câmara Municipal aprovou, em dois turno de votações, em sessões ordinárias ocorridas na última quarta-feira, 24/04, o...

Projeto prevê proteção dos direitos da pessoa com autismo

17/04/2019

O Deputado Estadual Amilton Filho (SD) apresentou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que institui em Goiás a Políti...