(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Empresas de comunicação goianas são beneficiadas

Geral Comentários 08 de maro de 2013

Medida já teve decreto publicado e aguarda apenas a regulamentação para que possa ser utilizada


Mais de 100 mil trabalhadores goianos serão beneficiados com a inclusão da indústria de comunicação de Goiás como critério de desconto na dívida do Programa de Desenvolvimento Industrial de Goiás (Produzir). Além da contratação dos serviços de qualquer uma das dez mil empresas goianas do setor, o abatimento também poderá ser feito por meio de patrocínio cultural. O Governo do Estado é pioneiro nesse tipo de desconto.
O presidente do Fórum Permanente da Indústria da Comunicação de Goiás, Marco Antônio Chuahy, explica que a discussão sobre o assunto começou há cerca de 10 anos. Segundo ele, foi verificado que as empresas que se implantavam em Goiás e recebiam incentivos fiscais do Estado não retribuíam esses benefícios completamente ao povo goiano. “Isso ocorria não apenas na área da comunicação, mas no setor jurídico, de engenharia. A empresa recebia incentivos do governo para se firmar em Goiás, mas contratava engenheiros de São Paulo, advogados de fora e empresas de comunicação de outros lugares”, comenta.
A inclusão consta em decreto publicado no final de 2012 e aguarda somente regulamentação para começar a ser utilizada. A indústria que contratar os serviços de uma empresa de comunicação goiana poderá ter abatimento de até 50% no valor da dívida contraída por meio do Produzir. A iniciativa goiana de desconto através desse tipo de serviço é pioneira e integrará a lista de critérios (há 50 alternativas, econômicas e sociais) em que as empresas poderão optar.
De acordo com Chuahy, as médias e pequenas empresas são o principal foco do Fórum. Isso porque, as grandes empresas normalmente já possuem serviços de comunicação contratados. O resultado dessa inclusão poderá ser avaliado após um ano de implantação. São agências de publicidade e propaganda, de relações públicas e assessoria de imprensa, institutos de pesquisa, produtoras, marketing, gráficas, entre outras empresas do setor, que serão beneficiadas. Esse número supera os dez mil.
O Fórum, que representa oito entidades ligadas à comunicação, deverá iniciar agora um trabalho de convencimento. O objetivo é provar a essas indústrias financiadas pelo Produzir que a contratação de empresas de comunicação goianas é mais interessante e lucrativo. Criado em 2010, o Fórum pretende a partir de agora intensificar outra discussão: a redução do ISS por parte das prefeituras. A intenção é melhorar as condições de mercado para o setor.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Funtec lança novos editais para apoiar as startups

25/04/2019

A Fundação de Desenvolvimento de Tecnópolis (Funtec) lançou três editais de fomento, em apoio a startups e a projetos in...

Promotora de Justiça lidera campanha de orientação junto às escolas do Município

25/04/2019

A Oitava Promotoria de Justiça de Anápolis promove uma campanha informativa em todos os colégios públicos e privados do M...

Maioria de fundações e associações é ligada a religião

25/04/2019

De acordo com o estudo Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos (FASFIL), realizado pelo IBGE, com dados cons...

Copa Sesc recebe inscrições até o dia 25 próximo

17/04/2019

Um dos maiores eventos esportivos no Estado, a Copa Sesc já está com inscrições abertas para esportes coletivos e individ...