(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Empresários querem ações urgentes para o Daia

Economia Comentários 13 de maio de 2011

Uma reunião com cerca de 40 empresários, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de transporte e Polícia Rodoviária Federal, discutiu propostas para o trânsito no Distrito


A segunda reunião ordinária da atual gestão, que aconteceu na noite de quarta-feira, 11, foi marcada por uma série de importantes assuntos apresentados e discutidos entre os diretores da ACIA. O Presidente Wilson de Oliveira comandou o encontro que teve a presença de diversos convidados. Na abertura, abordou-se o envolvimento da ACIA na busca de soluções para a falta de espaços no sistema viário interno do Distrito Agro Industrial. Para Wilson Oliveira, “o bom problema vivido, que é o acúmulo de caminhões e carretas, o que demonstra a pujança do DAIA, está sendo tratado em diferentes esferas e uma solução está a caminho. O presidente participou, juntamente com quase meia centena de empresários, de uma reunião na Gerência Administrativa, quando houve o encaminhamento de várias propostas.
Também na reunião ordinária da quarta-feira, a ACIA recebeu a visita de representantes do SENAI e do SESI, divulgando a realização do projeto denominado “Ação Global”, parceria da Rede Globo com o empresariado e que ocorre em nível nacional. Anápolis foi a cidade de Goiás escolhida este ano para sediar o evento marcado para o dia 14 de maio, sábado, com o oferecimento gratuito de vários serviços sociais, jurídicos, esportivos e médico/ambulatoriais. A ACIA é parceira da iniciativa, a partir do momento em que incentiva seus associados a participarem das atividades programadas. Outro assunto abordado na reunião se referiu à necessidade da implantação do Centro de Convenções de Anápolis, promessa que o atual Governador Marconi Perillo disse que vai cumprir na sua integralidade.

Muitos assuntos
Durante o encontro a diretoria da Associação Comercial e Industrial de Anápolis debateu, ainda assuntos relacionados a investimentos na indústria de Goiás. O Presidente Wilson Oliveira afirmou que na última reunião do Fundo Centro Oeste, foram aprovados mais de R$ 100 milhões em novos projetos industriais para o Estado. Disse, ainda, que Goiás é um dos poucos estados que conseguem aplicar 100 por cento das verbas destinadas pelo FCO para aplicações na produção.
Ainda, na segunda reunião ordinária da atual diretoria, falou-se sobre a importância de se investir na estruturação do DAIA, hoje abrigando cerca de 13 mil trabalhadores diretos, com uma centena de empresas funcionando. A necessidade de se viabilizar o fluxo de entrada e saída de veículos no pórtico do DAIA foi tema de debates e de algumas sugestões apontadas pelos diretores presentes. Uma delas, a possibilidade da instalação de um sistema semafórico no trevo de acesso a Goiânia. Este assunto, por sinal, foi debatido em encontro do qual participaram representantes da Polícia Rodoviária Federal e do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e transportes) em Anápolis.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...