(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Em Anápolis, Solidariedade aposta nas mulheres para as eleições

Política Comentários 10 de maro de 2016

Durante evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, com a participação do deputado estadual Carlos Antônio, foram feitas várias filiações de mulheres. Para a secretária da comissão feminina do partido no Município, Del Bernardo, um dos objetivos da sigla na próxima disputa eleitoral é conquistar “pelo menos duas cadeiras para duas mulheres”.


“Ajudar a colocar a mulher mais em evidência dentro do próprio partido e dentro da Cidade. Nós, hoje, temos algumas pré-candidatas a vereadoras e nossa motivação é trazer cada vez mais mulheres para incluir no processo legislativo eleitoral”. A secretária da comissão feminina do Partido Solidariedade em Anápolis, Del Bernardo, foi enfática ao afirmar que a sigla pretende ampliar o espaço das mulheres no próximo pleito eleitoral.
Durante evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher e para a inclusão de novas filiadas, realizado nesta semana, Del Bernardes expressou que “o partido quer colocar a mulher em evidência”. “Vem sendo feito um trabalho para que nós consigamos, pelo menos, duas cadeiras para duas mulheres”, revelou. Conforme informou a secretária da comissão feminina do Partido Solidariedade, reuniões diárias, cursos e orientação individual são fornecidos às potenciais candidatas “para que elas possam fazer uma boa campanha”.
O deputado estadual Carlos Antônio participou do ato de filiação, realizado em uma residência particular no Bairro Jundiaí. “Na verdade, a mulher é hoje essencial”, pontuou em sua fala, indicando um posicionamento favorável do Solidariedade a ampliação da presença feminina nos espaços de poder. Para ele, “em todos os segmentos, a mulher já se fez importante, mas ela ainda precisa avançar na política. Ela precisa ter uma determinação maior, não deixar que o homem tome a iniciativa de ocupar os espaços de cargos, de mandatos na política”.
Para ele, é preciso “buscar um caminho” para “que seja praticamente uma obrigação de cada partido ter um número de filiados mulheres”. Carlos Antônio voltou a mencionar que o papel feminino é importante neste processo de busca por ampliar a inserção da mulher na política: “Eu acho que ela tem que ter esta sensibilidade, porque ela precisa trazer esta pureza, esta inocência, para que se mude a imagem da política. Então, eu acho que o que ainda falta é a mulher avançar na discussão política e na participação política na sociedade”, disse.
Quando questionado se a sociedade tem feito seu papel de contribuir para que a mulher possa atuar mais na política, Carlos Antônio esboçou: “A sociedade espera que você mostre a sua importância. A partir do momento em que você mostra a sua importância, ela te abraça. E, a mulher precisa mostrar a importância dela na política. De que maneira? Participando, discutindo os assuntos, levantando temas, apresentando demandas, como uma grande líder”.
“Como existe um líder, um homem, é preciso que se ergam líderes mulheres, para que nós possamos ter, talvez, esta maior aceitação da própria sociedade em relação à participação da mulher na política”, referendou.

Autor(a): Felipe Homsi

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...