(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Eleições na Ordem mobilizam a classe

Justiça Comentários 19 de setembro de 2009

As eleições para a renovação da subseção da OAB em Anápolis, é historicamente bastante disputada, sobretudo, em função do grande número de profissionais que atuam na profissão


Previstas para a segunda quinzena de novembro (dias 20, ou 27) as eleições para a renovação dos quadros diretivos na Ordem dos Advogados do Brasil - OAB - mobilizam a categoria e devem estabelecer, este ano, o recorde de chapas concorrentes. Pelo menos quatro grupos já manifestaram o desejo de concorrerem à direção da entidade. Estão inscritos, e aptos a votar, mais de 1300 advogados, embora nas últimas eleições (2006) tenha sido registrada uma grande abstenção. Pouco mais de 600 causídicos compareceram para a votação. Todavia, com a motivação que ora se verifica, principalmente o interesse pela disputa do atual comando, calcula-se que de 700 a 800 advogados compareçam às urnas para escolherem a nova diretoria da OAB em Anápolis.
Três nomes já estariam confirmados como “cabeças de chapa”. São os advogados Jeovah Júnior (ex-presidente); Antônio Heli de Oliveira (atual presidente) e André Luiz Ignácio de Almeida, concorrente pela chapa OAB Para Todos. Uma quarta chapa estaria sendo organizada e deve ser colocada à apreciação dos operadores do Direito na região de Anápolis. Pode ser, também, que até o limite do prazo para o registro de chapas, a composição seja alterada com o surgimento de novas e, até, a desistência de alguma das que estão sendo colocadas. Outro fato que vem chamando a atenção é a ostensiva publicidade em torno de algumas chapas, levando a entender que as eleições deste ano na OAB serão das mais acirradas.
Objetivos
Para o advogado André Luiz Ignácio de Almeida, há 15 anos no exercício da advocacia, a participação como concorrente obedece a um objetivo pessoal, sem, contudo, abrir mão da proposta de trabalhar pela categoria. “Desde pequeno sempre gostei de participar de eleições e desafios. Foi assim nos grêmios estudantis, no diretório acadêmico da faculdade, em associações, organizações não governamentais, clubes de serviço e outros grupos. Agora, pretendo concorrer à eleição da OAB, realizar um desejo e mostrar que é possível fazer muito pela categoria”, justificou.
Segundo André Ignácio, embora o atual contexto apresente um bom convívio entre os advogados, o Ministério Público e o Judiciário, ainda há muito a ser fazer para que os profissionais do Direito tenham maior liberdade, maior comodidade e melhor logística para desempenharem suas atividades a contento. “O advogado tem de ser respeitado como parte importante na sociedade, o que, infelizmente, não é entendido por alguns setores da magistratura e, até de outras instituições correlatas”, justificou. Para o advogado, a OAB em Anápolis tem sido omissa em algumas situações e necessita de uma maior participação nos eventos e nos movimentos encetados. “Temos de discutir mais as questões atinentes à categoria, participar de debates, apresentar propostas para os governos e viver, diretamente, o dia-a-dia de Anápolis e região. Precisamos provocar a criação de instrumentos e aparelhos para que o advogado possa desenvolver, melhor, o seu trabalho” justificou o candidato.
André Luiz Ignácio concluiu afirmando que a Ordem dos Advogados do Brasil tem um histórico de lutas e conquistas por todo o País através dos tempos. “Há registros memoráveis da participação dos advogados em causas importantes e fundamentais para a vida dos brasileiros. E é dentro dessa visão que pretendo adotar projetos na regional de Anápolis. Precisamos nos envolver mais com os assuntos comunitários, esta é uma obrigação cívica que os advogados têm a obrigação de compreender. Estou na busca desse objetivo e entendo ser capaz de realizar meus intentos”, declarou.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Justiça

Condenado o piloto do avião que caiu e matou quatro em 2008

15/06/2017

“Assim, torno a pena definitiva em 11 (onze) anos de reclusão já que não há outras causas a se considerar, bem como por...

MPF põe ex-deputado na linha de investigação

18/05/2017

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio do seu Núcleo de Combate à Corrupção, requisitou ao Departame...

Prefeito e vice de Goianésia têm mandatos cassados

11/05/2017

Em ação proposta pelo Ministério Público Eleitoral, o juiz da 74ª Zona Eleitoral, André Reis Lacerda, cassou os diploma...

Mãe que busca justiça para morte do filho vira ré

04/05/2017

Desde que perdeu o filho, Paulo Gabriel Lopes Tonetto, então, com pouco mais de 24 anos de idade, Elza Maria Parreira Lopes ...