(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Duas chapas disputam os votos de professores da rede municipal

Cidade Comentários 30 de maio de 2018

A chapa 1 é liderada pela professora Márcia Abdala, atual presidente e a chapa 2 é liderada pelo professor Edergênio Vieira


Nos dias 4 e 5 próximos, mais de mil professores vão às urnas escolher a nova diretoria do Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Anápolis. A eleição tem duas chapas concorrentes: a Chapa 1, denominada “Muitas vozes, uma só luta”, liderada pela candidata à reeleição para a presidência, Márcia Aparecida Gomes Abdalla, e a chapa 2, “Revitalizando a Luta”, liderada pelo candidato Edergênio Vieira. A chapa eleita terá mandato de três anos (2018-2021), sendo que a posse deve ocorrer no mês de agosto próximo.
Dando abertura ao processo para a eleição sindical, o Jornal CONTEXTO ouviu os dois candidatos, que apresentaram seus perfis, ideias e propostas para a gestão da entidade, que representa a segunda maior categoria dos servidores públicos da Cidade.

Muitas vozes, uma só luta
A candidata Márcia Abdala ingressou na Rede Municipal de Ensino no ano de 1999. E, segundo ela, a partir de 2003, começou a participar das primeiras reuniões que acabaram dando origem ao Sinpma, fundado em 2006 e, agora, completando 15 anos de luta em prol da categoria.
Ela destaca que a motivação para a candidatura deu-se em razão de que ainda há muito para se fazer; a chapa tem muito a contribuir com a categoria, com o fortalecimento de sua representação sindical e com a educação como um todo. Conforme enfatizou, buscaram-se, na formação dessa chapa, pessoas que se identificam com essa luta e uma chapa com representatividade, composta de 24 professores que estão lotados em diferentes unidades e regiões da Cidade.
Márcia Abdala destaca, ainda, a importância da representação com os inativos. “São pessoas que se dedicaram e nós precisamos da experiência delas para o nosso trabalho”, frisou.
Em relação às propostas, Márcia Abdala enfatizou que a Chapa 1 defende ações sindicais permanentes na defesa dos professores e dos aposentados do segmento; a manutenção nos espaços de debates conquistados, Conselho Municipal de Educação, Conselho do Instituto de Seguridade dos Servidores do Município de Anápolis (ISSA) do Fundeb e muitos outros; fortalecimento da defesa jurídica aos filiados; a luta contra a opressão dentro da escola, seja de que tipo for; o aperfeiçoamento e ampliação das conquistas de carreira; ampliação dos canais de comunicação; promoção de cursos, seminários e outros tipos de aperfeiçoamento para os professores; combater a discriminação de gênero, raça, etnia, idade ou orientação sexual; manter uma política de engajamento junto a outras movimentos sindicais e populares e rejeitar qualquer retrocesso que seja nas regras de previdência do ISSA.
Questionada sobre o relacionamento que a chapa espera ter com a Administração Municipal, a candidata da Chapa 1 ressaltou que a posição será uma posição respeitosa, “mas sabendo o lado que nós estamos, o lado do trabalhador da educação. Nem sempre, às vezes, somos atendidos, mas agimos e agiremos com cordialidade. Nós temos que valorizar e avançar em tudo o que já conquistamos”, pontuou.

Revitalizando a Luta
O candidato Edergênio Vieira informou que milita nos movimentos sociais desde a época em que participava a União dos Estudantes Secundaristas de Anápolis (UESA), passando, também, pela União Brasileira de Estudantes Secundaristas em Goiás, além de ter sido presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Estadual de Goiás (UEG). Ele ingressou na Rede Municipal de Ensino por concurso público, em 2015 e afiançou que, embora não tenha tido uma presença orgânica e institucional dentro do Sindicato, sempre participou de suas lutas.
Edergênio destacou que esta experiência e a participação ativa nos movimentos sociais o motivaram a disputar a eleição para o Sinpma, “por entender que o Sindicato não é feudo e não é de um grupo político”. No seu entendimento, a entidade tem de ser democrática e plural nas suas ideias e concepções. “Nosso momento é um momento para revitalizar a luta”, pontuou o candidato da Chapa 2.
Edergênio destacou que uma das principais bandeiras da chapa é fazer a defesa da Lei 211/2009, o Estatuto do Magistério. Ele disse que a proposta é, também, ampliar o leque de ações para que a entidade não seja, apenas, de luta pela melhoria salarial, mas uma referência de vanguarda na educação e na defesa dos professores. Além disso, citou a proposta de criação de um espaço de lazer para o professor; investimentos na formação sindical; proposta para a valorização dos aposentados e aposentadas, inclusive, com a realização de um encontro desse segmento; fazer encontros culturais ligados à perspectiva dos professores; implantar uma biblioteca no Sinpma.
De acordo com Edergênio, o diferencial proposto é, de fato, trazer narrativas novas para o Sindicato e promover a sua inserção junto a outros movimentos sociais e fazer do mesmo um ambiente para avaliação das políticas públicas de educação no Município, colaborando em pensar Anápolis para o futuro.
Sobre a relação com o Poder Executivo, Edergênio Vieira defende que esta deve ser de total independência. Conforme ponderou, o Sindicato não deve se colocar como opositor a tudo o que vem da Prefeitura, mas deve fazer o seu papel de defender a categoria e não estar atrelado, conforme disse, a nenhum partido. “Não queremos nos colocar como novo, mas como uma revitalização de ideias”, sintetizou.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Multas por infrações no trânsito têm redução em mais de 15 por cento

14/09/2018

As multas por infrações no trânsito em Anápolis caíram mais de 15% de janeiro a agosto deste ano, na comparação com o ...

Humanização do atendimento é meta de programa inovador

06/09/2018

Uma cólica renal levou Leila Evangelista, 49, pela primeira vez à Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h. No caminho pen...

Milhares de visitantes são esperados no dia dos Portões Abertos na ALA 2

06/09/2018

Neste sábado, 08, das 9h às 17h, a Ala 2 (Base da Aérea de Anápolis), irá abrir as suas instalações para mais uma edi...

Reforço no atendimento à saúde é destaque no Orçamento de 2019

06/09/2018

A Lei Orçamentária Anual para o exercício de 2019, em tramitação na Câmara Municipal, prevê investimentos de mais de R...