(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Doar leite é simples, saudável e salva vidas em situação de risco

Especial Comentários 05 de abril de 2018

Mães e bebês recebem atendimento individualizado no Banco de Leite da Prefeitura e para ajudar nem é preciso sair de casa


Ana Flávia Dias é mãe de primeira viagem e nesta semana foi ao Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais Mulher), no Bairro Maracanã, onde funciona o Banco de Leite da Prefeitura de Anápolis, para entregar seu primeiro frasco para doação. A vontade de praticar este ato de amor existia desde o início de sua gravidez, mas tinha medo de não ter leite o suficiente, o que poderia ser um obstáculo. Após o nascimento da pequena Maria Júlia, para a sua surpresa, a quantidade superou a expectativa e, como forma de gratidão, procurou a unidade para presentear quem tanto necessita.
O procedimento é simples. A mãe precisa apenas de um frasco devidamente higienizado para armazenar o leite, que será ordenhado no decorrer de alguns dias. Para que seja realizado da forma mais correta possível, o Cais Mulher dispõe de uma equipe especializada no Banco de Leite, que instrui e tira as dúvidas das mães. “Gostei muito do atendimento. É tudo muito organizado, bem feito e por isso só tenho elogios. Estou me sentindo realizada”, revelou Ana Flávia.
Há seis meses a estudante Keslley Santos Narciso faz a coleta e doa. Ela também elogiou o serviço prestado pela equipe e garantiu que colaborar com outras mães e crianças que estão com dificuldade neste momento, é um ato valioso. “Além de estimular a produção do leite, esta atitude pode ajudar muita gente. As mães não precisam ter receio. É simples, só precisam tirar e doar”, declarou Keslley, que não precisa ir ao Cais Mulher para entregar os frascos, já que o Banco de Leite tem uma pessoa encarregada de buscá-los nas residências.
Assim como ela, Alicéia Rodrigues, que doa há três meses, também pede para a equipe ir buscá-lo. “Eu tinha bastante leite e acho que foi a melhor opção. Sinto um prazer muito grande em poder ajudar”, contou. E, realmente, o gesto é valioso. O pouco que é doado pode ser o suficiente para salvar uma vida.

ACOMPANHAMENTO
A equipe do Banco de Leite, que é composta por profissionais altamente capacitados, realiza atendimento individualizado a fim de promover o aleitamento e incentivar a doação para crianças que estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e para aquelas que as mães não conseguiram produzir a quantidade razoável para uma amamentação adequada.
Na equipe há uma funcionária que vai a hospitais e maternidades para captar doadoras. Essa profissional explica a importância da amamentação e se alguma delas tiver interesse em doar, ela faz um acompanhamento e fornece os frascos esterilizados.
O Banco de Leite também oferece o atendimento às mães e aos bebês que são cadastrados no programa. Uma pediatra, que é especialista em atendimento materno, acompanha o desenvolvimento do bebê para saber se a quantidade de nutrientes tem sido o suficiente. Essa mesma profissional examina a mãe para saber se há problemas na mama, como por exemplo, mastite, abscesso ou fissura. Se houver alguma dessas complicações, a equipe orienta a mãe sobre como corrigir a amamentação e qual é o tratamento. Além disso, as mães passam por exames para diagnosticar HIV, Sífilis, Hepatite B e C.
Há também o serviço de pasteurização, onde o leite cru é processado com todo o cuidado por bioquímicos e técnicos de laboratório. “Dessa forma, sabemos se ele está apto a ser distribuído”, explicou a coordenadora do Banco de Leite, Raquel de Castro. “Às vezes a gente não tira o leite por falta de tempo, mas vale a pena o esforço. É gratificante. Eu acho que a gente não vê o bem que alcança, mas é algo muito grande”, concluiu Ana Flávia Dias.

REQUISITO
Para doar, a mãe precisa ter passado pelo pré-natal, ter excesso de leite, além de não fumar, beber e usar remédios que sejam incompatíveis com a amamentação. Antes da coleta, a mulher precisa entrar em contato com a equipe do Banco de Leite para que elas expliquem questões importantes como: preparo do frasco para guardar o leite, higiene pessoal antes da coleta, qual é o local adequado para retirar o leite, como guardá-lo e conservá-lo.

Banco de Leite – Cais Mulher
Endereço: Avenida Central, esquina com a Rua Geni Ribeiro, Bairro Maracanã – frente à Igreja São Pedro e São Paulo.
Contato: 0800 646 32 23 / 3902-1722.

Autor(a): Da Redação

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Especial

Programação Arraiana 2018

28/07/2018

- Unidades do Rápido Jundiaí - Av. Minas Gerais, 112 – Jundiaí Anashoping – Av. Universitária, 2.221 – Vila Santa...

População lota “Jonas Duarte” na abertura do Arraiana 2018

28/07/2018

Uma festa bonita, solidária, alegre. Assim começou, na noite desta quinta-feira,27, o Arraiana. O evento, planejado e coord...

Base Aérea, agora ALA 2, ganha maior dimensão após mudança

27/07/2018

Desde o início de 2017, a Base Aérea de Anápolis (BAAN) mudou de denominação, passando a se chamar ALA 2. Essa mudança ...

Hackers ganham até R$ 22 mil/mês

27/07/2018

Jovens muito inteligentes, apaixonados por computador e extremamente interessados no mundo digital poderão ser recrutados co...