(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Disciplina como ferramenta no aprendizado

Educação Comentários 04 de setembro de 2015

Colégio Militar de Anápolis está entre os mais procurados pelos pais, que querem proporcionar aos filhos ensino de qualidade aliado à disciplina


O Colégio da Polícia Militar Polivalente “Gabriel Issa” é novo. Ainda não completou dois anos, mas já está entre os melhores da Cidade, fato comprovado pela quantidade de alunos que esperam por uma vaga. O antigo Colégio Polivalente Gabriel Issa passou a ser mais uma unidade educacional sob a responsabilidade da Polícia Militar, por reivindicação dos próprios moradores da região próxima à Vila Nossa Senhora da Abadia. “O Colégio surgiu através de um movimento e reivindicações sociais de lideranças da Cidade, que pediram ao Governo do Estado, Secretaria da Segurança Pública e Comando Geral da Polícia Militar. Foi designado ao comando de ensino da PM-GO que fizesse um estudo de caso e implantasse a segunda unidade em Anápolis”, conta o diretor do colégio, Tenente Coronel Elisboa Moreira.


Foi em 2013 que se iniciou o processo de transição. Em 2014, as aulas já começaram sob a forma de ensino aplicada nos colégios militares. Em tão pouco tempo, a unidade conseguiu a terceira maior nota no ENEM, entre as escolas públicas de Anápolis. O grande diferencial está no objetivo, explica o Tenente Coronel Elisboa. “Nós queremos formar cidadãos livres, que pensam, dentro de um processo democrático e de um estado democrático de direito, para que ele tenha uma visão diferenciada do mundo”, diz.


E como é feito isso? Ensinando, principalmente, aos alunos: o respeito, a disciplina e valorização do ser humano. “Aqui se ensina a disciplina, o respeito às autoridades, o culto aos símbolos nacionais, respeito ao pavilhão nacional. Coisas esquecidas há muito tempo, que nós cultuamos. O civismo, o patriotismo e o respeito ao mestre de ensino”, conta o diretor da escola.


Uma das formas de incentivar o aluno a formar esses valores está na nota de disciplina. Quando chega à escola, ele recebe uma nota, mas que pode ser melhorada de acordo com o comportamento. “Ele pode chegar a um 10, dependendo do cumprimento de metas, dos horários observados e do comportamento para com o outro”, explica o Tenente Coronel Elisboa Moreira.


Os alunos que conseguem alcançar nota nove, ou mais, recebem uma honraria chamada Alamar de Honra. O Alamar é entregue durante uma cerimônia, que conta com a presença de pais e estudantes. A escola, hoje, abriga 1600 estudantes, nos períodos matutino e vespertino. As aulas são oferecidas a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio.


Desde que assumiu a direção do Colégio da Polícia Militar Polivalente “Gabriel Issa”, o Tenente Coronel Elisboa Moreira, coordenou a construção de cinco novas salas de aula; um refeitório, reforma da cozinha e da biblioteca, que está em processo final de acabamento.


Diante de tanta procura, as vagas, hoje, são oferecidas através de edital, divulgado na imprensa. Os alunos têm um prazo para a inscrição, mas não existe mais uma avaliação para a entrada dos alunos. As vagas são designadas através de sorteio, feito sob a supervisão do PROCON.


A escola investe, também, na cultura e no esporte. “Nós já tivemos a noite de poesias no Teatro Municipal. Investimos em várias modalidades esportivas, em oficinas de arte. E tudo é feito no contraturno, o que não atrapalha o processo de aprendizagem do aluno”, explica o Tenente Coronel.


Outro benefício é que o ambiente da escola está mais bonito, confortável e prático. Foi feito um trabalho de paisagismo, troca de mobiliário e a instalação de ar condicionado nas salas de aulas é o próximo passo. “O espaço físico onde você está, sendo agradável, a tendência é colher bons resultados”, diz.


Qualidade Comprovada - Os Colégios Militares de todo o estado são bastante reconhecidos pela qualidade do ensino oferecido aos estudantes. Isso atrai alunos, inclusive, de escolas particulares. A ideia é que estes estudantes possam disputar com igualdade vagas em universidades públicas e particulares.


Um exemplo disso é uma estudante do Colégio Militar em Goiânia que foi aprovada em nove vestibulares de medicina. “Significa que o ensino nosso, hoje, é de qualidade”, conta o diretor do Colégio.


O aluno do Colégio Militar também é treinado para ser um líder. A cada semana, um estudante de cada sala é o líder da turma. “Isso forma, nele, o espírito de liderança”. E outro grande diferencial é o tratamento igual para todos os alunos. “Ricos ou pobres, com alguma deficiência ou não, todos são tratados de forma igualitária”. E todo o trabalho é acompanhado pela família.


Os professores são oriundos da Secretaria Estadual de Educação, mas todos passam por cursos de qualificação. Eles, também, são motivados a buscarem por aperfeiçoamento. “Quem ensina, aprende. E quem aprende sempre pode ensinar alguma coisa”, conclui o Tenente Coronel Elisboa Moreira.

Autor(a): Ana Cláudia Oliveira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

UniEVANGÉLICA começa ano com capacitação para o corpo docente

01/02/2018

Professores, coordenadores, diretores e Pró-Reitoria acadêmica participaram nesta semana do Seminário de Atualização de ...

Número de alunos na rede pública cresceu 7,16% em cinco anos

01/02/2018

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira publicou, no Diário Oficial da União, na última ...

IFG tem vagas em cursos para jovens e adultos

12/01/2018

Com prazo previsto para se encerrar nesta sexta-feira, 12 de janeiro, as inscrições para os cursos técnicos integrados ao ...

Telecentros nos distritos ganham novos materiais didáticos

29/12/2017

Os Telecentros instalados nos distritos de Interlândia, Souzânia e Joanápolis passam a utilizar como subsídio e materiais...