(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Diretor Geral do DNIT promete medidas para agilizar a obra

Infraestrutura Comentários 30 de maio de 2014

Gestor do Departamento se mostrou surpreso com o volume de problemas no projeto


Ao receber uma comitiva de representantes de Anápolis em seu gabinete, em Brasília, na terça-feira, 27, o General Jorge Ernesto Fraxe, Diretor Geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, (DNIT) firmou compromisso de que, a partir de agora, as obras de implantação do viaduto na BR 060, no trevo de acesso a Goiânia e ao Distrito Agro Industrial de Anápolis não terão mais problemas. Além disso, ele exigiu que sejam feitos reparos imediatos para se devolver a trafegabilidade naquela região.
Estiveram presentes ao encontro o empresário Francisco Gonzaga Pontes, representando a Associação Comercial e Industrial; o vereador Jakson Charles, em nome da Câmara Municipal; dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos de Anápolis; o Diretor Regional do DNIT, Flávio Murilo, representantes da empreiteira responsável pela construção do viaduto e outras pessoas ligadas ao assunto.
O Diretor Geral do DNIT se mostrou surpreso com o volume de problemas apresentados e disse que não tinha conhecimento da gravidade. Dentre tais problemas, está o retardamento das viagens dos operários das empresas do DAIA para chegarem ao local de trabalho, devido aos constantes e longos congestionamentos no trânsito naquele local, assim como o elevado índice de acidentes, alguns com vítimas fatais. E, imediatamente, ordenou que algumas providências fossem tomadas, dentre elas, a devolução da trafegabilidade da parte inferior do viaduto (a que leva do setor urbano da Cidade ao DAIA) no prazo máximo de 15 dias. Outra determinação do General Fraxe é que os desvios para se improvisar o tráfego durante a realização da obra sejam refeitos, com sinalização adequada, sem buracos e sem poeira.

Reunião proveitosa
No encontro com as lideranças de Anápolis, o Diretor Geral do DNIT aproveitou para historiar a obra em questão, assegurando que quando assumiu o cargo havia um estudo do Ministério Público Federal apontando um sobrepreço de R$ 20 milhões no custo do projeto. Com isso, a licitação foi suspensa, promovendo-se outra, já com o valor corrigido e com as mesmas características do projeto inicial. Outro ponto tratado no encontro dos anapolinos com o Diretor Geral do DNIT é quanto à necessidade de se formarem as alças auxiliares de retorno na região do viaduto, possibilitando a entrada e a saída no Distrito Agro Industrial, para quem trafega no sentido Goiânia/Brasília. Segundo o General Jorge Ernesto Fraxe, é possível colocar um aditamento de, até, 25 por cento do valor da obra para que estas alças sejam feitas, melhorando a sistemática e a logística de transporte (sem prejuízos no prazo de entrega do serviço) na região do viaduto.
Outro compromisso assumido pelo Diretor Geral do DNIT com os anapolinos, foi que nesta sexta-feira,30, um inspetor do órgão estaria em Anápolis para acompanhar as providências que foram determinadas. Ele disse mais, que a partir de agora não aceita explicações e/ou justificativas para o atraso naquela obra. Adiantou, até, que se for necessário, adotará medidas mais enérgicas, tanto no campo administrativo, quanto no campo político.
Ainda, durante a reunião que durou mais de uma hora, os representantes de Anápolis levaram ao conhecimento do Diretor Geral do DNIT as dificuldades vividas por condutores e pedestres na região do Viaduto “Miguel Moreira Braga”, onde são frequentes os engarrafamentos e os acidentes. Ele determinou estudos imediatos para a adoçãode mudanças e a implantação de passarelas para a garantia da segurança dos pedestres naquele local.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Infraestrutura

Secretaria fiscaliza queda brusca de vazão no Ribeirão Piancó

28/09/2017

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos está encaminha...

Drenagem urbana é um grande desafio para a gestão pública

28/09/2017

Durante encontro com empresários na Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA), ocorrido na noite da última qu...

Plano para recuperar estradas

14/09/2017

Para dar garantias de que, no período chuvoso, as estradas vicinais estarão em boas condições de escoamento da produção...

Antigas erosões são combatidas em vários setores

31/08/2017

Enquanto vários projetos estão aguardando a aprovação junto ao governo federal, a Prefeitura de Anápolis, com recursos p...