(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Dia Mundial sem carro terá palestra e passeio

Geral Comentários 21 de setembro de 2012

Movimento quer chamar a atenção das autoridades e da população para a necessidade de investimentos em ciclovias


A Associação Anapolina de Usuários e Adeptos de Bicicleta estará promovendo neste sábado,22, uma vasta programação para marcar a passagem do Dia Mundial sem Carro. Durante a parte da manhã (das 8 às 12 horas), haverá um ciclo de palestras no auditório do Senac e, no período da tarde, acontecerá o II Passeio Ciclístico Anápolis de Bicicleta, com concentração marcada para às 16 horas, em frente ao Senac. A chegada será no Parque Ipiranga. Haverá sorteio de brindes e de bicicletas.
A primeira palestra, com o tema: “Os benefícios da bicicleta para o meio ambiente e para a saúde”, será ministrada por Geovaine de Oliveira, da Associação Anápolis de Bicicleta. “Bicicletas de aluguel e ciclofaixas de turismo e lazer”, será o tema abordado por Eduardo Costa, da entidade Pedal Goiano e, como palestrante principal, a deputada federal Marina Sant´Ana (PT), que integra a frente parlamentar em defesa das ciclovias, falará sobre a “Lei de mobilidade federal”.
Em relação ao passeio ciclístico, a coordenação do evento informa que o percurso será de 15 quilômetros, sendo que haverá também plantio de árvores em alguns pontos. “Será um passeio calmo, de baixa velocidade para permitir a participação de pessoas de todas as idades”, destaca Geovaine de Oliveira, acrescentando que haverá um trio elétrico, que poderá receber as pessoas que desejam participar e não têm bicicleta.
Segundo a Associação Anápolis de Bicicleta, o Dia Mundial sem Carro é um manifesto em prol da revitalização das cidades, através do favorecimento de meios de transportes sustentáveis. Entre esses meios, a bicicleta é a grande tendência, mas por se tratar de um veículo ecológico, sustentável e econômico, em que a prioridade é a integração entre o pedestre, o ciclista e o usuário de transporte coletivo. Ao contrário do carro que não é um transporte universalizável, mas individual, a bicicleta é acessível a qualquer pessoa e a todos os níveis sociais e econômicos. “Com essa preocupação, temos trabalhado para conscientizar a população sobre os benefícios, a necessidade e a urgência de meios de transportes sustentáveis”, argumenta Geovaine de Oliveira, destacando que a intenção do movimento é chamar a atenção das autoridades e da população em geral em prol da implantação, no Município, de um sistema cicloviário com qualidade e segurança.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

Palestra para adolescentes que cometeram delitos

07/12/2018

Ressignificação. A palavra que representa dar um novo sentido à vida foi a mais repetida no 1º Ciclo de Palestras Socioed...

CAPS Crescer vai emitir Carteira do Autista

07/12/2018

O CAPSi Crescer Anápolis soma às suas atividades regulares do dia 18 de dezembro, a emissão da Carteira de Identificação...

V Curso de primeiros socorros para os acadêmicos e alunos da UniATI

07/12/2018

“O tempo e a habilidade do socorrista é crucial no atendimento. Nossa missão é replicar conhecimento. Essa iniciativa é...

Trajetórias de vidas depois de passados 80 anos

07/12/2018

“Acima dos 80, rumo à velocidade da luz”. Este é o título do livro produzido pelo empresário anapolino Célio de Oliv...