(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Dia das Crianças: Média de gasto com presente deve aumentar este ano

Geral Comentários 11 de outubro de 2012

Pesquisa realizada pela CDL mostra que o consumidor está disposto a desembolsar um pouco mais para fazer a festa da criançada


A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) realizou a Pesquisa de Intenção de Compras Para o Dia das Crianças na cidade de Anápolis. Neste levantamento, foi feita uma amostragem aleatória com o total de 400 consumidores, sendo 94 crianças e 306 adultos (possíveis presenteadores). As entrevistas aconteceram em pontos onde ocorrem as maiores concentrações de venda na Cidade, no período de 21 a 25 de setembro último. A metodologia adotada para a escolha total da amostra apresenta um índice de confiança de 95% e um erro amostral de 4,33%.
Com relação à renda familiar dos consumidores, a pesquisa apontou que 2% dos entrevistados possuem renda familiar de até um salário mínimo (atualmente em R$622,00); 30% dos entrevistados possuem renda familiar entre 01 e 02 salários mínimos; 16% possuem renda familiar entre 02 e 03 salários mínimos; 36% têm renda familiar entre 03 e 05 salários mínimos; e, 16% têm renda familiar acima de 05 salários mínimos.
O levantamento mostrou que, da população adulta, verifica-se que 9% não pretendem presentear ninguém no dia das crianças; 33% pretendem presentear os filhos; 27% presentearão o(s) sobrinho(s); 17% presentearão o(s) neto(s); 6% presentearão o(s) enteado(s); 3% presentearão os afilhados; 2% presentearão crianças carentes, e, 3% outras crianças, tais como bisnetos, primos vizinhos.
Diferentemente do Dia dos Pais, Dia dos Namorados ou do Dia das Mães, quando se presenteiam usualmente, apenas, uma pessoa, no Dia das Crianças costuma-se presentear mais de uma pessoa, constatando que 52% dos ouvidos na pesquisa e que vão presentear, beneficiarão, apenas, uma criança; 25% presentearão duas crianças; 12% presentearão três crianças; 2% presentearão quatro crianças; 2% presentearão cinco crianças; e, 7% presentearão seis ou mais crianças.

Gasto
Verifica-se que a maioria dos consumidores (59%) irá gastar entre R$ 100,01 e R$ 300,00 com presentes, sendo que 1% pretende gastar até R$ 20,00; 2% dos consumidores entrevistados pretendem gastar entre R$ 20,01 e R$ 50,00; 19% pretendem gastar entre R$ 50,01 e R$ 100,00 com o presente; e, 19% dos entrevistados pretendem gastar mais que R$ 300,00. A média geral de gastos é de, aproximadamente, R$ 182,00.
De acordo, ainda, com a pesquisa, 41% presentearão com brinquedos; 18% presentearão com itens de vestuário; 3% presentearão com dinheiro, 8% presentearão com calçados e 20% presentearão com produtos eletrônicos.
Dos consumidores que pretendem presentear a alguém no Dia das Crianças 43% desejam comprar o presente em lojas localizadas nas ruas da Cidade, 32% comprarão em shoppings e 18% em camelódromos. Observando-se que os brinquedos serão altamente procurados, 3% pretendem comprar em supermercados e 4% optam por presentes comprados em galerias.
Verificou-se também no levantamento, que 53 % dos consumidores pretendem pagar o presente em dinheiro; 35% usarão cartões de crédito; 9% utilizarão cartões de lojas varejistas; 2% recorrerão ao crediário e, apenas, 1% utilizarão os cheques como meio de pagamento do presente.

Crianças
Como última etapa do questionário, 152 crianças foram arguidas com o objetivo de encontrar formas de se explorarem os anseios de consumo, além de verificar sua satisfação com os presentes ganhos nos anos anteriores. Assim, verifica-se que 22% das crianças entrevistadas têm, até, 06 anos; 39% têm entre sete e dez anos, e 39% de 11 a 14 anos.
Entre os presentes preferidos pelas crianças, os eletrônicos reinam com 61% das pretensões; os brinquedos perfazem 28% das preferências; vestuário, apenas 5%, e, 6% preferem receber dinheiro como presente nesta data.
Fazendo-se um comparativo entre a média geral de gastos de 2012 com a de 2011, verifica-se uma evolução de 8,9%, passando de aproximadamente R$167,00 em 2011, para R$182,00, em 2012.
As lojas de rua continuam sendo os locais mais citados pelos consumidores que vão presentear no dia das crianças, perfazendo 43% da preferência do consumidor, perante 41% que esta categoria representou em 2011, a preferência pelos camelódromos teve um aumento no comparativo das pesquisas, passando de 13% da preferência dos consumidores em 2011 para 18% em 2012, os shoppings que possuíam 34% da preferência dos consumidores em 2011, passaram para 32% em 2012.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...