(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Dia das Crianças: Lojas vão vender mais brinquedos e roupas

Economia Comentários 01 de outubro de 2010

Segundo levantamento da CDL, os brinquedos reinam na preferência de quem vai comprar e de quem pretende receber o presente. Outro dado importante é que os consumidores querem comprar à vista


A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis divulgou a Pesquisa de Intenção de Compras para o Dia das Crianças. A realização do trabalho se deve ao grande crescimento no volume de vendas que acontece no comércio varejista durante esta data comemorativa.
O trabalho foi coordenado pelo economista Márcio Dourado Rocha, e realizado com uma amostra aleatória de 400 consumidores, entrevistados em pontos onde ocorrem as maiores concentrações de vendas na cidade, no período de 21 a 25 de setembro. A metodologia adotada para a escolha total da amostra apresenta um índice de confiança de 95% e um erro amostral de 4,33%.
Segundo revelou a pesquisa, 36% do total de entrevistados responderam que pretendem gastar com a compra do presente entre R$ 100,01 a R$ 300,00. Para 30% dos entrevistados, o valor gasto deve ficar entre R$ 50,01 e R$ 100. 10% dos que responderam ao questionário, vão gastar até R$ 20 e 5% pretendem gastar valor acima de R$ 300. Os que não sabem o valor a ser gasto somam 3% dos entrevistados.
Preferência
Os brinquedos continuam reinando na preferência daqueles que vão presentear as crianças. 49% dos entrevistados manifestaram que pretendem presentear com este tipo de produto, enquanto que 37% apontaram preferência por vestuário; 7% calçados; 2% viagens e animais e 3% dos entrevistados não decidiu ainda sobre o que comprar. Os brinquedos são também o alvo preferido de quem será presenteado, com 41% das intenções de compra manifestada na pesquisa. Seguido por bicicleta, 13%; computador, 10%; play station e roupa, 6%; telefone celular, 5%; moto elétrica, 4%; calçados, 3% e outros presentes, 11%. Apenas 1% não sabe com o que gostaria de ser presenteado.
As lojas do comércio tradicional, e os shoppings da cidade, foram apontados como os locais preferenciais dos consumidores para as compras dos presentes do Dia das Crianças. A pesquisa demonstra ainda que 69% dos entrevistados pretendem pagar pela compra em dinheiro; 20% com cartão de crédito; 6% com cartões de redes varejistas; 4% através dos crediários das lojas e apenas 1% com cheque.
“Com essa pesquisa pode-se verificar o perfil dos consumidores de Anápolis e sua propensão a consumir mediante a motivação da data comemorativa do Dia das Crianças. Tais indicadores são relevantes a fim que o empresário se posicione para melhor atender às expectativas dos consumidores e vencer a concorrência. São importantes instrumentos para planejamento e ações de marketing”, ressalta o presidente da CDL, Wilmar Jardim de Carvalho.

Horário de funcionamento
O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Anápolis (Sincovan), Ruy Abdalla, informou ao CONTEXTO que já foi definido o horário para o funcionamento do comércio tradicional para o Dia das Crianças.
Segundo ele, o acordo, para as lojas que comercializam brinquedos, vai permitir que as mesmas funcionem, entre os dias 6 a 9 próximos, até às 20 horas. Já no domingo, 10, e na terça-feira,12, o horário especial será das 9 às 13 horas. Na segunda-feira,11, as lojas poderão abrir ao público até às 22 horas.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...