(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Detran: Órgão promete mudanças para desburocratizar atendimento

Geral Comentários 18 de novembro de 2016

Departamento Estadual de Trânsito quer reduzir prazos nos servidos através de pacote de medidas


O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) vem realizando, junto com parceiros e permissionários, ações para simplificar os procedimentos de veículos e habilitação, visando facilitar o acesso do cidadão aos serviços, melhorar a qualidade do atendimento prestado e reduzir a burocracia.
Dentro deste propósito, os parceiros apresentaram 78 sugestões. Dessas, 47 foram adotadas, 16 estão em andamento e 15 não poderão ser implantadas por estarem em desconformidade com a legislação. As mudanças serão comunicadas aos representantes das categorias em nova rodada de encontros técnicos com o Sindicato dos Despachantes e Associação dos Centros de Formação de Condutores, pelo chefe de gabinete, Antônio Augusto Azeredo Coutinho Filho.
Segundo o presidente do Detran, Manoel Xavier, a meta é desburocratizar e tornar os serviços mais ágeis, elevando a qualidade do atendimento ao público. A iniciativa integra um pacote estratégico de medidas de democratização que vem sendo implantado pela autarquia e vai propiciar economia de tempo e dinheiro ao usuário, como a dispensa de sinal público para documentos com firma reconhecida no interior, desde que o cartório que fez o reconhecimento tenha tecnologia para possibilitar a verificação pela internet.
Dentre as mudanças algumas vão contribuir para reduzir em até sete dias o tempo de resoluções de críticas em processos de CNH e veículos, especialmente no interior do Estado. “Com o treinamento para servidores e disponibilização de senhas para a realização de serviços complexos também nas Ciretrans, os usuários terão a maioria das pendências resolvidas na cidade em que moram”, explica o presidente.
Mais de quatro mil permissionários, entre CFCs, despachantes, empresas de placas, médicos e psicólogos, estão envolvidos na prestação de serviços do Detran. “Precisamos de sintonia para que possamos atender à demanda da sociedade. Assim, estamos estabelecendo uma rotina de diálogos constantes com os parceiros”, explica Manoel Xavier.

Ações propostas para melhorar atendimento

- Biometria em todas as etapas do processo de habilitação;
- Vistoria/Fiscalização contínua na infraestrutura e veículos dos CFCs;
- Capacitação contínua dos psicólogos e médicos credenciados. Os últimos deverão ter título de especialista em medicina do tráfego;
- Disponibilização de coleta biométrica especial nas Ciretrans e nos Vapt Vupts.
- Implantar cronograma permanente de curso de atualização para instrutores e examinadores;
- Implantar espaço empresarial para atender credenciados,
- Mapeamento dos processos de obtenção da CNH;
- Disponibilização de pessoal com senha para liberação de veículos apreendidos em todos os pátios geridos pelo Detran-GO;
- Capacitação e disponibilização de senhas para que servidores de Ciretrans possam resolver problemas complexos sem precisar de recorrer à sede.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cartões do Renda Cidadã estão no radar do MPF

20/04/2018

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio de sua Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), instaurou, na últi...

Memorial resgata parte da história do classismo e da economia local

20/04/2018

Um acontecimento casual levou à descoberta de um acervo importante para o resgate da história da Associação Comercial e I...

Mãe se diz punida, apenas, pelo seu inconformismo

20/04/2018

Desde a morte do filho, Paulo Gabriel Lopes Tonetto, ocorrida em novembro de 2014, quando o mesmo contava, então, com 24 ano...

PRF se engaja em campanha “Eu sou do bem, Eu sou de Deus”

20/04/2018

Na manhã da última quarta-feira, 18, mais um passo importante foi dado para tornar nacionalmente difundida a campanha “Eu...