(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Desportistas querem reviver glórias da natação

Esportes Comentários 16 de agosto de 2012

Esporte que já despontou um atleta olímpico, tem tido nos últimos anos queda acentuada de atletas competidores


Uma reunião na Academia Sérgio Borges, ocorrida na última quarta-feira,15, pode dar um novo rumo para a natação em Anápolis, que já revelou nomes importantes do esporte, como Bruno Bonfim, que iniciou a carreira no Clube Ipiranga e chegou a representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, onde ficou entre os nove melhores no revezamento 4X200 livres. No ano anterior, ele ganhou medalha de bronze nos Jogos Panamericanos de Santo Domingo, nos 400 metros livres.
A pauta do encontro foi a reflexão sobre a evolução da natação em Goiás e, especialmente, em Anápolis. E a conclusão a que se chegou foi inversa: ao invés de crescer, o esporte encolheu. O atleta Mauro Roriz, apresentou uma tese apresentada no curso de especialização em Atividades Aquáticas da Universidade Gama Filho, demonstrando que, no período de 1998 a 2008, houve queda acentuada de atletas federados nas categorias básicas- mirim e petiz. E aponta como causas da evasão a falta de incentivo e motivação da família, falta de apoio governamental e falta de apoio financeiro. O também atleta Maurício Roriz, que além da experiência nas piscinas, foi também presidente da Federação Aquática de Goiás, complementou que faltam políticas públicas mais bem delineadas, para contemplar desde a iniciação esportiva até o trabalho com atletas de alta performance.
Outros nomes expoentes da natação anapolina, como os professores Gatto e Denis, também participaram do debate, delineando algumas propostas para o fortalecimento do esporte, tais como: a organização de um calendário de eventos, a criação de uma associação reunindo as escolas de natação e academias da cidade, o incentivo para o aumento do número de competidores federados, o reavivamento das escolhinhas de natação, dentre outras.
O secretário municipal de Esportes, Ademir Marinho, sugeriu que o primeiro e fundamental passo seria a criação da associação, a fim de que as escolas e academias possam, por exemplo, participar de projetos contando com recursos públicos. A Prefeitura, segundo ele, tem hoje um trabalho com cerca de 2 mil crianças e não há espaço para a prática do esporte.
Os anfitriões do encontro, Sérgio Borges e Tânia ressaltaram a importância da reunião, como um primeiro e decisivo passo para revigorar a natação, que já deu muito reconhecimento para Anápolis. Ficou acertado entre os presentes uma nova reunião, já na quinta-feira da próxima semana, dia 23, para iniciar os procedimentos necessários à criação da associação, que vai dar lastro a todo o trabalho a ser realizado daí em diante.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Esportes

Arena é campeão Goiano de futsal

08/12/2017

O trabalho de base feito pela Escolinha de Futsal Arena, a cada ano, vem conseguindo grandes resultados. Nesta reta final de ...

Grêmio Anápolis - Lateral e atacante contratados

08/12/2017

A passagem do técnico Edson Júnior pelo Campeonato Goiano da Terceira Divisão, quando dirigiu a Jataiense, surtiu efeito p...

Vai começar a pré-temporada do Galo

08/12/2017

Segunda Feira, dia 11 de dezembro, às 15 horas, o Anápolis Futebol Clube vai dar o pontapé inicial com vistas ao Campeonat...

Rubra apresenta os primeiros reforços

08/12/2017

A Comissão Técnica da Anapolina já tem o planejamento definido para iniciar os trabalhos visando o Campeonato Goiano de 20...