(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

"Desistência de Meirelles não muda nada"

Política Comentários 20 de fevereiro de 2010

O anúncio de que o Presidente do Banco Central não estaria mais interessado em disputar o Governo de Goiás nas eleições de outubro não abalou o principal adversário do PMDB


Para o Senador Marconi Perillo, que esteve em Anápolis no feriado de carnaval, visitando eventos religiosos, a desistência do Presidente do Banco Central, Henrique Meirelles (PMDB) em disputar a Governadoria do Estado este ano, não modifica o projeto do PSDB em relação à disputa pela sucessão do Governador Alcides Rodrigues. Marconi entende que o PSDB acumulou experiência suficiente para administrar qualquer situação política em Goiás. Segundo ele, o partido tem uma folha de bons serviços prestados ao Estado e vem se preparando para apresentar um projeto de futuro, de modernidade, focado no social. “Não será um projeto de vertente única. Vamos trabalhar a diversidade, como a infraestrutura, a saúde, o social, a educação e o setor produtivo”, disse.
Perillo acrescentou que respeita todos os adversários, mas entende que a situação se clareará somente no começo de abril, quando se encerram os prazos para filiações. O senador tucano falou ao CONTEXTO sobre a situação vivida em Brasília, com a prisão do governador José Roberto Arruda (sem partido) na semana passada. Para ele (Marconi) as instituições devem ser respeitadas e a lei deve ser cumprida.
“Se o Governador Arruda deve, e os julgadores entenderam que deve, pois até decretaram a sua prisão, é sinal de que a justiça está tomando um novo encaminhamento no Brasil. O que nós esperamos é que ele não seja um bode expiatório, que tenha amplo direito de defesa, conforme garante a Constituição. Mas que os outros, também, sejam avaliados da mesma forma. Tivemos, recentemente, o maior escândalo da história republicana do Brasil, que foi o mensalão. E pelo que consta, nenhum dos envolvidos foi incomodado pela Polícia Federal. Nenhum foi preso. O que esperamos é que todos o que praticam ilícitos, corrupção, peculato, etc. possam, também, ter o mesmo destino e que tenham o direito de defesa. O que não dá é um ser punido e os outros não”, ponderou Marconi Perillo.

Colarinho branco
Ainda, de acordo com o representante de Goiás no Senado Federal, “os criminosos de colarinho branco devem ser punidos. Tem muita gente que fala bonito, fala que é honesto, mas, na verdade, pratica todo tipo de imundície, de sujeira. O Brasil tem sido o país do faz de conta, da mentira, da insinceridade. Quando tivermos um país onde reinar a verdade, viveremos numa democracia plena e com justiça. Hoje, grande parte das injustiças, nasce na corrupção, através de pessoas que se preocupam com o bolso, com o patrimonialismo, usando o dinheiro público para comprar fazendas e outras coisas. Daí, o alto índice de analfabetismo, a saúde pública mal conduzida, a educação em estado lastimável, muita droga, muita violência” declarou Marconi.
De acordo com o senador, a eleição presidencial deste ano será um momento importante para a comparação de projetos e elaboração de ações com vistas ao futuro. “O Brasil pode ser melhor governado, não há dúvidas. Pode ser um país mais justo, mais eficiente. Mas, é preciso que o povo saiba escolher bem. Precisamos de estadistas para governarem este país”, alegou. Marconi Perillo declarou ter a certeza de que o PSDB vai apresentar esse nome. “O Governador José Serra, que já foi ministro, tem experiência, pode ser o divisor de águas, ainda mais se tiver como companheiro de chapa o Governador de Minas, Aécio Neves. Tenho muita confiança nos nomes que estão dentro do PSDB”, disse.
Quanto ao governo Alcides Rodrigues, seu sucessor, Marconi Perillo disse que ficou sete anos e três meses no comando político do Estado e passou o cargo. “Depois, ele teve o meu apoio como candidato nas últimas eleições. Quem deve julgar um governante, é o povo. Se ele está indo bem, a resposta virá nas urnas”, concluiu o senador Marconi Perillo.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...