(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

DEPAI: Especializada ganhou várias melhorias e obra foi entregue à comunidade

Segurança Comentários 10 de julho de 2015

Delegacia Regional da Polícia Civil, também, passou por melhorias


Aconteceu na última quinta-feira (09) a inauguração da reforma e ampliação da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais - DEPAI, e da Delegacia Regional da Polícia Civil. A solenidade foi coordenada pelo delegado regional, Álvaro Cássio.


As reformas foram possíveis graças à verba de 156 mil reais do Programa Dinheiro Direto para Delegacias e Quartéis, o PDDDQ, que tem como objetivo eliminar a burocracia através da compra de material de consumo, reforma e melhoria dos prédios onde se localizam as unidades das polícias Civil; Militar, Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros.


Na Delegacia Regional a restauração foi basicamente estética, com pintura e consertos. Já, na DEPAI, os recursos foram utilizados em reparos, manutenções e ampliação. Agora, segundo o delegado regional da Polícia Civil, Álvaro Cássio dos Santos, o local está preparado para receber os menores infratores, devidamente de acordo com as regras e padrões do Estatuto da Criança e do Adolescente. Além disso, a nova estrutura da delegacia passou a atender às normas de acessibilidade, ou seja, tem total e livre acesso para portadores de necessidades especiais. A calçada foi reconstruída pela Prefeitura.


Análise Criminal


A análise criminal é um procedimento detalhado de produção de dados que visa fornecer com informações consistentes detalhes sobre padrões de crime e tendências criminais. O objetivo é possibilitar o planejamento eficaz de medidas de repressão e prevenção de tais crimes. Uma das finalidades da instalação do Núcleo de Análise Criminal das Forças de Segurança Pública é atender às demandas de todos os agentes envolvidos na segurança pública – secretários; coronéis, delegados regionais e agentes - e aprimorar seus respectivos desempenhos.


Através de relatórios de análise criminal, um crime como o roubo de carga, por exemplo, é minuciosamente detalhado: mostra-se onde acontece; qual a frequência; a reincidência; o tempo, o local e as mercadorias mais furtadas. Assim, o trabalho da polícia terá tudo para se tornar mais eficaz por ser baseado em uma pesquisa intensa e rigorosa.


A sala recém-reformada na Delegacia Regional da Polícia Civil onde funcionará o Núcleo está equipada para que agentes das corporações atuem com competência e habilidade atendendo toda a região. Nerópolis; Pirenópolis; Goianápolis; Inhumas, Goianira e Petrolina e são alguns dos municípios. Cada mesa pertencerá ao analista de uma corporação: civil, militar e corpo de bombeiros. Para o delegado Álvaro Cássio dos Santos, este trabalho, certamente, mostrará que a polícia faz bem, apesar das dificuldades, o seu trabalho. Mas vale lembrar que “segurança pública é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos”, finaliza.

Autor(a): Luisa Sahium

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...