(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Dengue: Estado e município unem esforços para conter avanço da doença

Saúde Comentários 04 de maro de 2011

Em Anápolis, este ano, os casos de notificação de dengue somam 437, mas a Secretaria Municipal de Saúde confirmou apenas 21. Em Goiás, houve grande redução de incidência


Unir esforços para combater a dengue. Este é o objetivo da Caravana Goiás contra a Dengue, que passou por Anápolis na última quinta-feira,3. A programação foi realizada no Auditório do Fórum e contou com a presença de várias autoridades, dentre elas o prefeito Antônio Gomide e o secretário estadual da Saúde, Antônio Faleiros. Além de representantes de 12 municípios que integral a regional de saúde Pirineus, com sede no município.
Anápolis é o terceiro município com maior número absoluto de casos de dengue no Estado. Até o dia 19 de fevereiro foram notificados 437 casos, dos 8.339 registrados em Goiás. A cidade é a terceira visitada pela Caravana contra Dengue, que já passou por Campos Belos (sede da regional de saúde Nordeste) e Uruaçu (sede da regional Serra da Mesa). Durante todo o mês de março as 15 regionais do Estado serão visitadas pelo titular da Saúde. Os municípios que compõem a Regional Pireneus, são: Anápolis, Abadiânia, Alexânia, Campo Limpo, Gameleira de Goiás, Goianápolis, Terezópolis de Goiás, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Pirenópolis, Padre Bernardo e Mimoso de Goiás.
Segundo dados repassados pela Secretaria Municipal de Saúde, dos mais de 400 casos notificados de dengue, apenas 21 foram confirmados. O prefeito Antônio Gomide destacou que a dengue se tornou um problema sério em todo o País e, em Anápolis, o poder público tem se empenhado em reduzir os casos da doença. “O município é responsável por produzir ações propositivas e preventivas. Temos o interesse de fazer deste evento uma reunião coletiva mostrando o que estamos realizando efetivamente para o combate”, ressaltou.
O secretário estadual de Saúde disse que a intenção principal da Caravana contra a dengue é transmitir à nossa população a gravidade da doença e a importância da participação da sociedade no combate. “Temos que nos indignar contra essa doença que aflige a população. A população só se envolve a partir do momento em que ela tem as informações e as orientações adequadas”, enfatizou Antônio Faleiros Filho.
O último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, aponta uma redução de 98,8% no número de notificações de casos de dengue em Goiás, na sétima semana do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2010, foram 46.941 registros, contra 8.339 este ano. No período, ano passado, foram registrados 26 óbitos e, este ano, há apenas um registro oficial, no município de Luziânia, na região do Entorno de Brasília.
Em números absolutos, Anápolis aparece na terceira posição em número de notificações, com total de 437. Em segundo está Aparecida de Goiânia, com 1.145 casos notificados e a capital, Goiânia, lidera o ranking com 3.845 casos de dengue notificados pelas autoridades de saúde.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Mudanças no programa Farmácia Popular preocupam vereadores

22/06/2017

O Vereador Antônio Gomide (PT) falou na tribuna, na última segunda-feira, 19, sobre o possível fechamento da Farmácia Pop...

Município anuncia importantes reformulações na área da saúde

15/06/2017

Uma das áreas mais sensíveis da Administração, a pasta da Saúde, tem desafios que extrapolam os limites do Município. P...

Anvisa ouve reivindicações dos laboratórios goianos

15/06/2017

Anápolis recebeu, no último dia 09, a presença do médico sanitarista e epidemiologista, Jarbas Barbosa da Silva Júnior, ...

Projeto atende a quase 800 pacientes que estavam na fila

26/05/2017

Há dois anos, a auxiliar de limpeza, Lídia dos Reis, 38, sentia fortes dores de vesícula. As pedras acumuladas no órgão ...