(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Dengue: Apesar de campanha, classificação ainda é de “Alto Risco”

Saúde Comentários 20 de maio de 2016

Mesmo com a forte campanha, Município ainda está no vermelho, na avaliação feita pela Secretaria Estadual da Saúde, juntamente com outras 23 cidades goianas


Apesar da força tarefa contra a dengue em Anápolis, que tem feito um trabalho de visita casa a casa, o Município ainda aparece na classificação de “Alto Risco”, ou seja, quando possui elevado coeficiente de incidência de dengue, levando-se em consideração o número de casos por 100 mil habitantes. Isso demonstra que, sobretudo, há uma necessidade ainda maior de a população colaborar mais com os agentes de saúde, agentes de endemias e o corpo de voluntários que trabalha na campanha “Anápolis contra a Dengue - Responsabilidade de Todos”, que foi lançada em fevereiro último.
Segundo os dados do boletim semanal da dengue, editado pela Secretaria Estadual de Saúde, referente às semanas de 1 a 19 (03/01/2016 a 14/05/2016), Anápolis é o segundo entre os 10 municípios com maior número de casos notificados de dengue em Goiás, com um total de 12.219 notificações, ficando atrás, apenas, de Goiânia, que registrou 50.986 notificações. Na sequência vêm: Aparecida de Goiânia (9.115); Rio Verde (6.466); Luziânia (5.284); Formosa (2.944); Goianira (2.368); Trindade (1.579), Caldas Novas (1.430) e Cidade Ocidental (1.364).
No ranking dos 10 municípios com maior coeficiente de dengue (número de casos por 100 mil habitantes), Goianira aparece na liderança, com a incidência de 1.079, seguido por Campo Alegre de Goiás (827); Vicentinópolis (673); Formosa (652); Hidrolândia (643); Água Limpa (552); Ouvidor (505); Anápolis (497), Luziânia (489) e Nova Aurora (459).
Em Anápolis, um dos grandes problemas encontrados pelas equipes de combate à dengue é o grande número de loteamentos, além de muitos imóveis fechados em que é difícil se localizar o proprietário e, também, há muita gente que ainda faz “jogo duro” com os agentes, não deixando que os mesmos adentrem aos imóveis.

Goiás
Os dados do boletim da SES-GO apontam que, este ano, o número de casos notificados de dengue no Estado chega a 123.409. Os casos já confirmados somam 32.835. No ano de 2015, durante o mesmo período, ou seja, nas semanas 1 a 19, os casos notificados somaram 189.421 e os confirmados 95.700.
O boletim epidemiológico aponta também que há, em Goiás, 66 óbitos suspeitos de dengue e suas complicações, sendo que Goiânia tem 11 casos suspeitos e Anápolis, 09. Os óbitos já confirmados somam 05, sendo: 02 em Anápolis, 02 em Goiânia e 01 em Aparecida de Goiânia.
Em relação à classificação, a SES apurou que entre os 246 municípios goianos, há 154 classificados como “Baixo Risco”; 68 como “Médio Risco” e 24 como “Alto Risco”, neste último grupo, incluindo Anápolis.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Dengue registra mais baixas em notificações e sem casos de óbitos

19/07/2018

Uma boa notícia para a saúde pública: nos seis primeiros meses deste ano, nenhum óbito de dengue e suas complicações fo...

Anápolis precisa ampliar a sua estrutura hospitalar

18/07/2018

Além do Hospital de Urgências “Dr. Henrique Santillo”, Anápolis conta com outras seis unidades hospitalares, entre pú...

Maior conscientização sobre o SAMU pode salvar vidas

18/07/2018

Prestar atendimento pré-hospitalar de urgência e com excelência à população o mais rápido possível. Essa é a missão...

Pessoas especiais têm serviços odontológicos ampliados

18/07/2018

A cadeira de dentista já foi um problema na vida de Maria Beatriz Santos, oito anos. A menina, que tem Síndrome de Down, re...