(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Delegado diz que não entra em polêmicas

Segurança Comentários 07 de julho de 2011

O novo titular da Terceira Regional de Polícia Civil, com sede em Anápolis, está no cargo há dez dias e diz não se importar com o debate político em torno de sua indicação


Aos 51 anos de idade e com 20 anos na profissão, o delegado Carlos Roberto Teixeira, que foi indicado para ocupar o comando da Polícia Civil em Anápolis e várias outras cidades componentes da Terceira Regional disse não se importar com as repercussões políticas criadas em torno de sua nomeação. “Não é minha competência. Eu sou delegado de polícia e vim para Anápolis cumprindo uma determinação, como é o dever de todo servidor público”, diz enfaticamente. Para o bacharel, que é oriundo de São Paulo, onde serviu na Polícia Militar (primeiro sargento), transferindo-se, depois, para Goiás, quando prestou o concurso público para delegado, o objetivo maior de sua vinda para Anápolis “é tentar melhorar o que já existe, porém sem pressa, sem atropelos, fazendo as coisas dentro dos limites. Não vou processar nenhuma mudança profunda, pelo menos enquanto não tiver conhecimento Geral das coisas. Estou tomando pé da situação, quero manter um bom diálogo com toda a sociedade e pretendo encerrar minha carreira aqui”, justifica, afirmando que a partir de setembro já tem direito à aposentadoria pro tempo de contribuição.
Sobre a possibilidade de substituir delgados, principalmente os que estão anunciando a aposentadoria (existem, pelo menos, três casos concretos) o Delegado Carlos Roberto Teixeira disse que é uma questão administrativa. “Por enquanto eles ainda estão nos cargos e não tomei conhecimento oficial de que algum deles esteja pretendendo sair de pronto. Se isto ocorrer, é um procedimento normal e vamos substituir”, justifica. Ele disse que tem se reunido com os delegados, agentes, escrivães e outros servidores da Segurança Pública em Anápolis e solicitado o máximo empenho de todos no sentido de se melhorar o atendimento à comunidade.
O novo titular da Terceira Regional de Polícia Civil já foi delegado regional em Jataí; delegado geral em Goiânia; delgado regional em Luziânia e Catalão; Diretor da Casa de Prisão Provisória; titular da Corregedoria de Polícia; titular do DENARC (Delegacia de Combate a Narcóticos) Terceiro Sétimo e Oitavo distritos policiais em Goiânia, além de uma série de outras funções. Sobre Anápolis ele disse já ter uma leitura razoável da situação e que pretende aprofundar no conhecimento de todas as nuances do setor. “Quero me entender bem com a Polícia Militar; com a Prefeitura, com a Câmara de Vereadores e com todas as forças representativas do Município”, declarou.
Deficiências
Dizendo-se ciente dos problemas estruturais da Segurança Pública na Cidade, como a superlotação da Cadeia Municipal, as precárias instalações de algumas delegacias e a falta de estrutura em outros setores, o Delegado Carlos Roberto Teixeira disse que algumas soluções já foram encaminhadas. Ele cita as providências para a reforma da casa onde será instalada a Delegacia de Proteção à Mulher, a locação de um imóvel para sediar o Quinto Distrito Policial, a reforma no teto da Delegacia Geral de Polícia e uma série de outras iniciativas. Sobre sua forma de trabalhar, Carlos Roberto Teixeira se considera “técnico e disciplinado. Não entro em questões políticas”, referindo-se à resistência de alguns setores pela indicação de seu nome. O novo titular da Terceira Regional assegurou que pretende promover uma política justa de administração, “valorizando os que, realmente, querem fazer um bom trabalho. Os que não quiserem, certamente vão ter a oportunidade para servir em outros setores”, assegurou.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Segurança

Ministério Público cobra investimento no sistema prisional

07/12/2018

O coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público de Goiás, Luciano Miranda Meireles, juntamente...

Parceria prevê mais 350 câmeras

07/12/2018

A Prefeitura de Anápolis, representada pelo Observatório Municipal de Segurança, e a empresa Enel devem bater o martelo, n...

Milhões de brasileiros são vítimas de fraudes

23/11/2018

Um levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil...

Promotor exige lanche noturno para presos

16/11/2018

O Promotor de Justiça Marcelo Celestino instaurou incidente de desvio de execução contra a Diretoria-Geral de Administraç...