(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Delegacia Regional de Polícia Civil apresenta produtividade de 2018

Cidade Comentários 10 de janeiro de 2019

Número de inquéritos subiu de 3.133 em 2017, para 3.840, acréscimo de 22,57%. Crimes contra o patrimônio tiveram as maiores reduções


No ano de 2018, a produtividade da 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Anápolis, que engloba 21 municípios, chegou a 60.871 procedimentos, distribuídos entre Registro de Atendimento Integrado (RAI), Auto de Prisão em Flagrante (APF), Auto de Apreensão em Flagrante (AAF), Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC), Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e Inquérito Policial Remetido ao Poder Judiciário. O número é 9,87% superior à produção de 2017, que chegou a 54.860 procedimentos.
Em 2018 foram 51.012 Registros de Atendimento Integrado (RAI), 45 Autos de Apreensão em Flagrante, 492 Boletins de Ocorrência Circunstanciado, 2.476 TCO’s e 3.291s Inquéritos Instaurados.
A produtividade de delegados, agentes e escrivães também pode ser notada pela quantidade de inquéritos enviados ao Poder Judiciário com autoria definida. Em 2018 foram 3.840 inquéritos, contra 3.133 em 2017, um aumento de 22,57%.
Os registros de crimes contra a pessoa também tiveram redução na Regional. O homicídio doloso teve decréscimo de 20% em 2018 em relação a 2017 (caiu de 262 para 210 casos). Na cidade de Anápolis, os homicídios tiveram redução de 29%. Foram 165 casos em 2017 contra 117 em 2018. As reduções mais acentuadas foram nos meses de julho (85%); maio (56%); abril (52%); agosto (46%); fevereiro (44%); setembro (40%); outubro (27%); e dezembro (15%).
Os crimes contra o patrimônio na 3ª Regional tiveram as maiores reduções nas modalidades roubo a comércio (43%), furto em comércio (37%), roubo a residência (28%), roubo de veículo (24%), roubo a transeunte (22%), furto em residência (19%), furto de veículo (6%).

Prisões
Em 2018, a Polícia Civil prendeu em flagrante, nas cidades que compõem a 3ª Regional de Anápolis, 698 pessoas por tráfico de drogas, 67 por posse de droga para consumo próprio e 70 por associação ao tráfico de drogas. Quando se trata de crimes contra a pessoa, foram presas 57 pessoas em flagrante por tentativa de homicídio, 49 por homicídio doloso, quatro por tentativa de feminicídio, dois por feminicídio, 41 por lesão corporal e 258 por lesão corporal contra entes familiares ou de convivência. Também foram presas 293 pessoas em flagrante por ameaça e 120 por injúria.
A embriaguez ao volante levou 267 pessoas a serem presas em flagrante nas cidades da 3ª Regional em 2018. Também foram presas 14 pessoas por direção perigosa, 12 por lesão corporal no trânsito e 42 por dirigirem sem a Carteira Nacional de Habilitação.
Em relação ao Estatuto do Desarmamento, 227 pessoas foram presas em flagrante por porte irregular de arma de fogo de uso permitido, 192 por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e 108 por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.
Já sobre os crimes contra o patrimônio, as maiores prisões em flagrante foram: receptação (476); roubo (350); furto (217); furto qualificado (148); roubo qualificado (119); e tentativa de furto (63).
Para a titular da 3ª Delegacia Regional de Anápolis, delegada Aline Vilela, os números mostram que a Polícia Civil trabalha com dedicação para solucionar todos os casos que chegam às delegacias. “Os delegados, os agentes e escrivães têm desenvolvido um excelente trabalho na luta diária para investigar e dar respostas à sociedade sobre crimes que acontecem na Regional de Anápolis”, salienta. De acordo com a delegada, a integração entre as forças de segurança foi outro fator importante para que houvesse a redução dos índices de criminalidade na região.

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Projetos das avenidas Brasil e da Fernando Costa sofrem alterações

17/01/2019

Com as obras de mobilidade chegando à reta final, a Prefeitura de Anápolis realiza interdições parciais na Avenida Fernan...

Pedestres e ciclistas poderão ser multados a partir do mês de março

10/01/2019

Vem aí, mais uma polêmica para os brasileiros digerirem. A partir do dia 1º de março deste ano, pedestres e ciclistas pod...

Escolas de Artes e Teatro recebem novas inscrições até 31 de janeiro

10/01/2019

A Escola de Teatro e a Escola de Artes “Oswaldo Verano”, unidades vinculas à Secretaria Municipal de Cultura e mantidas ...

Áreas degradadas são revitalizadas pela parceria Prefeitura/SANEAGO

10/01/2019

Pelo menos 14 erosões e áreas degradadas que colocavam ramais da rede de esgoto em risco foram recuperadas por meio de parc...