(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Curso de Medicina da UniEVANGÉLICA tem selo SAEME de qualidade de ensino

Educação Comentários 25 de outubro de 2018

Ensino de ponta consagrou a instituição na avaliação do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas


“O nosso desejo é que o aluno não seja apenas tecnicamente formado, mas que seja um cidadão bem formado, tenha valores éticos e seja um indivíduo capaz de transformar a sociedade”, destacou João Baptista Carrijo, diretor do Curso de Medicina do Centro Universitário.
Inspirado no que acontece nos Estados Unidos, no Canadá e em outros países da Europa, somado a necessidade de buscar uma visão crítica sobre a qualidade da formação médica no país, o Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Educação Médica (Abem) desenvolveram o Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (SAEME).
E para estar justamente em conformidade com este padrão de qualidade do ensino na Saúde, o Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA, de Goiás, é chancelado com este selo. Segundo João Baptista Carrijo, diretor do Curso de Medicina do Centro Universitário, o SAEME traz um olhar diferente das avaliações que são feitas no Ministério da Educação. “O MEC atribui nota de 1 a 5 e o SAEME diz se está suficiente ou não. Os quesitos avaliados levam em conta toda a estrutura do curso. Dentro dos eixos avaliados, a instituição tem a oportunidade de conhecer seus pontos fortes e as fragilidades. O SAEME, sem dúvidas, trouxe uma contribuição muito grande para o curso de Medicina da UniEVANGÉLICA”, afirma.
Com o selo, a UniEvangélica melhorou sua proposta pedagógica curricular, bem como o nível dos preceptores e docentes, além de aprimorar o sistema de avaliação do curso. “Estamos trabalhando arduamente na formação de nossos profissionais. Esse é o nosso esforço para alcançarmos as competências do nosso plano de ensino e aumentarmos a qualidade do curso oferecido. Buscamos ser melhores a cada ano e a nossa mantenedora, Associação Educativa Evangélica, tem oferecido todo o suporte de que precisamos.”
Ainda de acordo com o diretor do curso de medicina, “O SAEME traz um nivelamento, uma vara de medida em que os cursos são avaliados comparativamente. O mesmo critério de avaliação que ele faz para um curso, faz para outro. Dessa forma, podemos saber como estamos na comparação com outros cursos de Medicina do país.”
Para complementar a qualidade no ensino, a UniEVANGÉLICA vem investindo em laboratórios de morfologia, anatomia, habilidades médicas, simulação avançada, entre outras estruturas que contribuem para o processo de ensino-aprendizagem.
Na Residência Médica, são oferecidas oportunidades para os alunos em Ginecologia, Obstetrícia, Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e outras áreas. Nas unidades de saúde, a UniEVANGÉLICA oferece preceptores para o ensino dos residentes, além de várias possibilidades de internato. “Essas experiências contribuem muito com o processo de ensino-aprendizagem. A cidade também ganha, pois formamos profissionais já especializados, como no caso da Medicina da Família”, diz Carrijo. (Conteúdo publicado originalmente na edição 56ª da revista Healthcare Management)


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Educação

Inscrições abertas para o curso de capacitação

16/11/2018

Por meio do acordo de cooperação acadêmica conduzido pelo Núcleo de Assuntos Internacionais - NAI da UniEVANGÉLICA e a U...

UniEVANGÉLICA promoveu a sua XXV Jornada Jurídica com sucesso

16/11/2018

A XXV Jornada Jurídica do Centro Universitário de Anápolis - UniEVANGÉLICA, realizada nos dias 13 e 14 de novembro, celeb...

Atlas Escolar envolve escolas e universidades

08/11/2018

A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação, e as universidades Estadual de Goiás (UEG) e Federal de Goiás...

Pesquisadores da UniEVANGÉLICA realizam trabalho inédito no Direito

02/11/2018

O Núcleo de Pesquisa em Direito da UniEVANGÉLICA (NPDU) realiza há quatro meses um trabalho inédito para uma instituiçã...