(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Curioso

Boa Prosa Comentários 10 de setembro de 2010

Os cirurgiões cardiovasculares de todo o Brasil estão em demanda com o Sistema Único de Saúde (SUS), por conta do que consideram baixa remuneração pelos procedimentos (o SUS paga, em média, R$ 800 para uma cirurgia de ponte de safena, que dura de quatro a sete horas e envolve uma equipe de seis a dez pessoas)


Os cirurgiões cardiovasculares de todo o Brasil estão em demanda com o Sistema Único de Saúde (SUS), por conta do que consideram baixa remuneração pelos procedimentos (o SUS paga, em média, R$ 800 para uma cirurgia de ponte de safena, que dura de quatro a sete horas e envolve uma equipe de seis a dez pessoas). Em Anápolis, um desses profissionais está procedendo cirurgias por conta de uma liminar concedida pela Justiça que, praticamente, o constrange, coage, ou, obriga a assim proceder. Ocorre que o referido profissional, há tempos, desvinculou-se do Sistema Único de Saúde. Quer dizer: não é médico do Governo. Mas, Walter Vosgrau, o médico, está cumprindo as determinações e já fez mais de 40 operações, enquanto o assunto não se revolve junto à Secretaria Municipal de Saúde, responsável pela gestão dos recursos desta área.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Boa Prosa