(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cuidados com a pele devem ser diários

Saúde Comentários 08 de janeiro de 2010

Especialista ensina os principais cuidados para manter a pele hidratada e saudável mesmo durante a praia e a piscina. Novos tratamentos que não exigem total afastamento do sol podem ser feitos mesmo no verão


A pele representa 16% do peso do corpo humano. Parece pouco? Fazendo uma comparação: se uma pessoa tem 70 kg, sua pele é responsável por cerca de 12 kg do seu peso. Toda a superfície da pele mede de 1,5 a 2 metros quadrados. Esses números fazem da pele o maior órgão do corpo humano. E toda essa superfície está exposta as agressões do ambiente. Por isso, existem alguns cuidados básicos que devem ser tomados para melhorar a saúde da pele.
O caminho para uma pele saudável passa primeiro pela hidratação: tomar de dois a três litros de água por dia faz bem para todo o organismo e ajuda também a hidratar a pele, além disso o uso de cremes hidratantes é recomendado por dermatologistas. O uso diário de protetor solar fator 30 – que tem uma eficácia de 98% na proteção contra os cânceres de pele - é outra medida indispensável, além de ajudar na prevenção do envelhecimento precoce. O médico dermatologista, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Alessandro Louza Alarcão ensina ainda que nessa época do ano – em que as temperaturas então altas – o banho deve ser rápido, com água fria ou morna e sem o uso de buchas. “A bucha retira o óleo natural da pele, o manto lipídico - que é uma camada protetora”.

Nas férias
A pele exige cuidados no dia-a-dia e atenção extra quando em temporadas de praia e piscina. Segundo o médico Alessandro Alarcão, para a prevenção às rugas e ao envelhecimento precoce da pele é recomendável o uso de protetores fator 60 ou 70. É preciso lembrar, também, da freqüência com que se deve passar o protetor. “Normalmente, quando em clubes e praias é necessário repassar o bloqueador solar a cada duas horas. Se a pessoa estiver na água, após 30 minutos é recomendável reaplicar o produto. Mesmo aqueles protetores solares que são à prova d’água começam a perder o efeito depois desse tempo”, observa. Existem ainda os protetores físicos, que constituem verdadeiras barreiras ao sol; e roupas cujos tecidos possuem protetor solar, que ajudam na proteção da pele.
Existem aquelas pessoas que não dispensam ficar com a cor do verão, mas o médico dermatologista diz que é possível se bronzear, sem se queimar. Ele explica que não se deve exceder os horários do sol, limitando-se ao período antes das nove da manhã e depois das quatro da tarde. A ingestão de betacaroteno e antioxidantes também favorece a resistência ao raios solares. “O ideal é que o processo de bronzeamento seja gradativo e leve, sem exageros. Isso fará com que o bronzeado se mantenha por mais tempo e de forma saudável, sem descascar”, receita o especialista, alertando ainda que as câmaras de bronzeamento artificial estão proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, porque aumentam os riscos de câncer de pele.
Depois do sol, também é necessária atenção com a pele. Para a manutenção da hidratação deve-se utilizar de cremes hidratantes recomendados por dermatologistas. Procure sempre um dermatologista registrado no Conselho Regional de Medicina e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia”, alerta.

Tratamentos de pele
Alguns tratamentos podem ser feitos mesmo no verão, pois não exigem que paciente fuja do sol. O Accent – aparelho que age por radiofreqüência – é usado para melhorar celulite, flacidez e gordura localizada; e mesmo depois de uma sessão o paciente pode desfrutar do sol. “Existem ainda alguns peellings de verão – que são peellings mais fracos e podem ser feitos em pacientes que não vão para praia, por exemplo”, conta o dermatologista.
Alessandro Alarcão explica que, hoje, a tendência mundial é de que os pacientes passem por procedimentos cujo resultado seja o mais natural possível. “A pessoa fica com o aspecto descansado e leve. A idéia é que não haja indícios de uma intervenção”.


BOX
Qual o seu tipo de pele?

Pele oleosa: é grossa, gordurosa e brilhante. Pode se desidratar facilmente. A oleosidade excessiva pode propiciar o aparecimento de cravos e de outras formas de erupção cutânea.

Pele mista: apresenta duas regiões distintas. É mais grossa, gordurosa e brilhante na área conhecida como zona T (testa, nariz e queixo), podendo apresentar cravos e outras formas de erupção cutânea. É desidratada e sem elasticidade nas bochechas e ao redor dos olhos, podendo descamar nas laterais do rosto.

Pele normal: apresenta aparência homogênea, poros pouco visíveis, textura suave, hidratação e oleosidade em níveis normais.

Pele seca: apresenta um aspecto áspero, pouco lubrificada e hidratada, menor atividade das glândulas sebáceas, tendência ao ressecamento, sensação de repuxamento, poros difíceis de serem visualizados e textura fina.

Faça do banho seu aliado para uma pele saudável:

Evite banhos muito quentes e prolongados.
Use água morna.
Cuidado para não utilizar produtos esfoliantes muito fortes em áreas mais sensíveis, onde a pele é mais fina.
Buchas vegetais e esponjas não devem ser usadas todos os dias. Aliás, seu uso é geralmente desnecessário.
Os óleos, muito em moda hoje em dia pelo perfume e maciez imediata que conferem, na realidade não hidratam a pele. Eles apenas a impermeabilizam, evitando a perda de água. Ou seja, não substituem o uso dos hidratantes.
Não se esfregue com toalhas ásperas. Use toalhas felpudas, principalmente nas áreas de dobras do corpo (dedos, pés, virilhas e axilas). Assim, você evita qualquer micose oportunista e preserva a umidade da sua pele.
Aplique um bom hidratante corporal logo depois do banho, diariamente. Ele é melhor absorvido se aplicado com a pele um pouco úmida.

Autor(a): Carolina Umbelino

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Faculdade promove campanha educativa

24/11/2017

Em novembro, a Faculdade Fama realiza uma ação, em parceria com a Prefeitura de Anápolis e apoio de empresas, voltada para...

Nova força-tarefa para combater a dengue, zika e chikungunya

16/11/2017

Durante solenidade realizada no Teatro Municipal, na última terça-feira,14, o Prefeito Roberto Naves reuniu dezenas de repr...

Dengue - Redução de casos economiza R$ 3,6 mi

09/11/2017

Com a chegada do período chuvoso, a Prefeitura de Anápolis volta a intensificar os cuidados com a dengue, chikungunya e zik...

Anápolis vai sediar campanha para doação de medula óssea

03/11/2017

Jovens e mães, Eva e Karise são duas amigas que enfrentam o mesmo problema: a leucemia. Eva Araújo, ex-servidora da Prefei...