(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cuidados com a alimentação nas férias

Saúde Comentários 12 de julho de 2013

Idosos e crianças merecem atenção especial durante o período. É necessário aumentar a ingestão de líquidos e frutas ricas em água


As férias chegaram... Para muitos, isto é sinônimo de viagens e diversão. Os goianos, em especial, gostam de aproveitar a temporada nas praias às margens do Araguaia e outros rios e lagos. Entretanto, é preciso tomar cuidado para se evitarem alguns contratempos comuns deste período, como desidratação e intoxicação alimentar. O médico nutrólogo, Fernando César dos Santos Pequeno, explica que a comida é fonte de saúde e prazer, e, por isso, a alimentação ideal deve ser gostosa, suprir as necessidades de nutrientes e evitar doenças. Entretanto, especificamente, no período de férias, há riscos a serem evitados.
“Com tanto o que fazer, as crianças, nem sempre, se lembram de beber água. Estimule o consumo de água entre as refeições e o uso de sucos diluídos, como de caju, abacaxi e limão”, explica. Segundo o Doutor Fernando, é conveniente, também, evitar o excesso de refrigerantes e sucos concentrados, como o de laranja. “Melhor se conseguir usar líquidos sem calorias, como água sem gás, com gás e aromatizada; e chás quentes ou gelados. Com menos frequência, podemos utilizar água de coco e, em último caso, refrigerantes - nesse caso, as opções com baixa gaseificação são melhores” analisa.
No momento de comer frutas, a escolha deve ser por aquelas que têm bastante água, como melancia, abacaxi e mexerica. “Como estamos com noites mais frias, o uso de sopa é uma excelente opção. Adultos também desidratam então se cuide”, ensina.
A nutricionista Tássia Vasconcelos lembra que os cuidados para com as crianças e os idosos devem ser redobrados. “As crianças têm um maior gasto energético do que as pessoas idosas, pois são mais ativas e, isso, requer uma maior reposição de nutrientes e minerais. Mas, ambas as faixas etárias têm que se alimentar de três em três horas, comendo alimentos saudáveis. A diferença é que os idosos devem ter cuidados maiores quanto à composição dos alimentos - cortar os alimentos em pedaços pequenos, moer, ralar, desfiar ou alternar sua textura é indicado”, diz a nutricionista.
O excesso de alimentos muito calóricos e pouco nutritivos, também, não é recomendável. “Reserve somente para quando estiver fora de casa, não houver bolsa térmica para carregar alimentos frescos e não houver opções mais saudáveis”, orienta o médico Fernando César. “Prefira lanches com pães frescos recheados com geleia de frutas, requeijão e frios magros, acompanhados de sucos ou frutas. Ricos em sabor e ricos em nutrientes”.

Intoxicações alimentares
Mas, cuidado, na tentativa de ingerir alimentos mais saudáveis. Outro problema pode surgir: a conservação. “É difícil manter alimentos como frutas, frios e laticínios frescos fora da geladeira. Então, prefira os alimentos perecíveis somente enquanto estiver em casa. Quando sair, coloque-os em uma bolsa térmica de qualidade e, se não tiver bolsa térmica, utilize alimentos não perecíveis, como bolachas doces e salgadas, barras de cereais e sucos enlatados; ou que mantém a qualidade fora da geladeira como castanhas e frutas desidratadas”, explica o médico Fernando César.
Tássia Vasconcelos, a nutricionista, ensina que a intoxicação alimentar é causada através de alimentos contaminados por bactérias nocivas. Os sintomas mais comuns são vômitos, dores abdominais, diarréia e dores de cabeça, que podem surgir de uma a 48 horas depois da ingestão do alimento, dependendo do tipo de bactéria. “Portanto é fundamental o cuidado na hora de preparar os alimentos. A temperatura merece muita atenção: o ideal é deixá-los aquecidos a 70° C ou dentro da geladeira”, ensina. “Quando em temperatura ambiente, pode haver o crescimento de bactérias ou de suas toxinas. Lembrando que não é recomendável deixar sobras de comida em cima de fogão ou dentro de um forno desligado”, completa a nutricionista.
O médico Fernando César dos Santos lembra ainda que é necessário lavar, bem, as mãos antes de comer e os alimentos frescos e crus antes de ingeri-los. É conveniente, também, evitar alimentos preparados por ambulantes. “É difícil garantir a higiene no preparo, mesmo que a aparência seja boa”, conta.

Culinária local
A culinária goiana é muito diversificada, mas nem todas as receitas são adequadas e recomendadas para o período de férias. “Alguns dos alimentos e receitas tipicamente goianos, como arroz com pequi, empadão goiano, arroz com suã, mané-pelado, biscoito de queijo, castanha de barú e rapadura batida são muito calóricos e de difícil digestão. Assim sendo, precisam ser consumidos com cuidado e em pequenas porções”, diz o médico nutrólogo.
Já as frutas do cerrado, como jabuticaba, gabiroba, araticum e cajuzinho do cerrado, são bastante nutritivas, saborosas e nos momentos quentes do dia podem ser usadas para fazer sucos, picolés e sorvetes.
Outra dica é tentar manter os horários das refeições razoavelmente regulares, com três as seções principais: café da manhã, almoço e jantar. E se o intervalo entre as refeições for maior que quatro horas, é interessante incluir um lanche.
A maior recomendação é, portanto, para o cuidado com os excessos, principalmente num acampamento. “Antes de sair de casa, é conveniente planejar o que vai comer no passeio, o que evitará problemas. As bebidas alcoólicas podem prejudicar a capacidade de nado e provocar uma tragédia, mesmo consumidas em pequenas quantidades. Se for beber, não nade. Se for nadar, não beba”, finaliza Fernando César.

Autor(a): Carolina Umbelino

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Infectologia tem jornada sábado

18/05/2017

A Sociedade Goiana de infectologia realiza neste sábado, 20, a I Jornana de Infectologia de Anápolis. As palestras têm por...

Como superar o fim de um relacionamento?

27/04/2017

Ter o ‘coração partido‘ é uma das experiências mais traumáticas da vida. No entanto, de acordo com um estudo da Univ...

Obras no Huana continuam com recursos da venda da CELG

27/04/2017

As obras de ampliação e reforma do Hospital de Urgências de Anápolis “Dr. Henrique Santillo” terão continuidade com ...

Saúde realiza vacinação contra a gripe até dia 26 de maio

19/04/2017

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou na última segunda-feira, 17, e as vacinas estão disponívei...