(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cuidados ao escolher óculos de sol

Saúde Comentários 05 de fevereiro de 2010

A exposição prolongada aos raios ultravioleta pode prejudicar a visão. É melhor não usar óculos escuros do que usar aqueles com lentes falsificadas, afirmam os médicos


O sol é o grande responsável pela vida em nosso planeta, mas seus raios, também, podem ser perigosos para a saúde, se não tomarmos os devidos cuidados. Mais de 99% da radiação ultravioleta - UV, que atinge nossos olhos, são absorvidos por suas estruturas anteriores, e parte dessa radiação alcança a retina. Por isso, a exposição prolongada aos raios UV-A e UV-B pode causar danos permanentes aos olhos e à visão. Fazer uso de óculos para sol é uma maneira de se proteger desse perigo. Entretanto, usar equipamentos que não contenham proteção contra raios ultravioleta, pode sair mais caro do que não usar nada.
O médico oftalmologista Pedro Paulo Canedo explica que os óculos sem o filtro UV facilitam a ação dos raios solares, já que, no escuro, ocorre a dilatação das pupilas, facilitando a entrada de radiação. Segundo a médica oftalmologista Cejana Ribeiro, mesmo com pequenas quantidades de radiação, a exposição prolongada ao sol é perigosa para os olhos e, consequentemente, para a visão, pois acelera a formação da Catarata (opacificação do cristalino) e pode provocar a degeneração macular relacionada à idade, ou DMRI. “Trata-se de uma doença degenerativa retiniana caracterizada pela perda da visão central”, explica a profissional. A exposição, sem proteção, a quantidades excessivas de radiação UV por curto período de tempo pode, também, causar um condição chamada Ceratite - espécie de "queimadura" da córnea que causa dor, vermelhidão, lacrimejamento, fotofobia (resistência à luz) e sensação de “areia nos olhos”.
Os efeitos da radiação UV são cumulativos. Quanto mais os olhos se expõem aos raios UV, maiores serão os riscos com o passar dos anos. Portanto, os médicos ensinam que a melhor maneira de se proteger é usando, diariamente, os óculos escuros, ou também chamados solares. “A função desses óculos é, justamente, proteger as estruturas oculares dos raios ultravioleta A e B, os mais nocivos”, afirma o doutor Pedro Paulo. Esses acessórios têm a função de bloquear a passagem de tais raios. E o uso de lentes falsificadas representa, ao contrário do que se imagina, perigo ainda maior para a visão. “As lentes falsificadas são escuras, mas não apresentam proteção contra os raios UV”, diz a doutora Cejana Ribeiro. “Por serem escuras, elas acabam provocando uma dilatação da pupila, que permite aos raios ultravioleta penetrarem em maior quantidade nos olhos. E com isso, tanto o cristalino como a retina ficam mais expostos aos danos causados por esses raios”. Diante disso, o doutor Pedro Paulo afirma que “é melhor não usar nenhum tipo de proteção contra o sol, não usar óculos, do que usar aqueles com lentes sem proteção UV”.
Os óculos de sol são acessórios comuns nas ruas. Existem variações de cores de armações, formatos e cores de lentes. E o médico Pedro Paulo afirma que as cores da lente não são o mais importante. “Lentes escuras são as que protegem mais. Contudo, lentes mais claras, em tons de marrom, ou degradê que possuam proteção ultravioleta também podem ser usadas”. Ele explica que, hoje, existem inovações tecnológicas como as lentes polarizadas, que melhoram sigficativamente a qualidade da visão com óculos de sol.
Os óculos escuros são recomendados de uma maneira geral a todas as pessoas. Mas a doutora Cejana Ribeiro alerta que pessoas de pele e olhos mais claros devem tomar mais cuidado. “Sabemos que as pessoas de pele mais clara e, principalmente, aquelas de olhos claros são as mais sensíveis aos raios ultravioleta. E, com isso, mais susceptíveis a danos. Portanto, para essas pessoas, o uso deveria ser um hábito diário”. “Pacientes recém operados de catarata e pterígio - o tecido carnoso que cresce sobre a córnea, por exemplo, devem lançar mão dos óculos escuros. Nas duas situações os olhos estão mais sensíveis e susceptíveis a entrada da luz”, lembra o doutor Pedro Paulo. “Os atletas que praticam esportes na areia e na neve, também, pois estão expostos, além dos raios diretos, aos raios refletidos”.

Escolha os óculos certos para o seu formato de rosto
Cada formato de rosto ganha harmonia e equilíbrio com um determinado tipo de armação:
Rosto redondo: modelo geométrico e com lente clara. As melhores armações são as quadradas porque as linhas retas criam a ilusão de que o rosto é mais anguloso.
Rosto coração: evite os formatos grandes ou que enfatizem a testa. Modelos sem armação são ótimas opções.
Rosto quadrado: modelos totalmente redondos ou arredondados apenas nas laterais, suavizam as linhas da face.
Rosto oval: combina com qualquer formato de armação.
Rosto alongado: os esportivos, ou de tamanho maior, combinam fazendo com que ele pareça mais arredondado.

Autor(a): Carolina Umbelino

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Região de Anápolis mantém baixa em novos casos de dengue

21/09/2017

Anápolis pode fechar 2017 com bons indicadores em relação à dengue. Desde o início do ano, o Município mantém uma baix...

Hospital de Urgências capta coração para transplante pela primeira vez

31/08/2017

Pela primeira vez em sua história, o Hospital de Urgências de Anápolis “Doutor Henrique Santillo” promoveu o transplan...

Oferta de leitos de UTI será ampliada

24/08/2017

A falta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Anápolis está sendo enfrentada de forma prioritária. A secretá...

Saúde da Família integra programa contra o tabagismo

24/08/2017

O programa Estratégia de Saúde da Família, da Secretaria Municipal de Saúde já conta com a adesão de 100% das equipes d...