(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cuidador de idoso passa a ser profissão regulamentada

Geral Comentários 26 de outubro de 2012

Acompanhar, zelar e prestar qualquer tipo de assistência a pessoas da terceira idade, agora, é profissão no Brasil


O Senado Federal aprovou, na semana passada, o projeto que regulamenta a profissão de cuidador de pessoa idosa. A aprovação deu-se em turno suplementar, pela Comissão de Assuntos Sociais. A decisão teve caráter terminativo. De acordo com a Mesa Diretoria do Senado, o turno suplementar de votação foi necessário pelo fato de a proposição ter sido aprovada na forma de substitutivo apresentado pela relatora, a senadora licenciada Marta Suplicy (PT-SP, atualmente, Ministra do Turismo). A proposta original é de autoria do senador Waldemir Moka (PMDB-MS). O texto aprovado pela CAS determina que “o cuidador de pessoa idosa é o profissional que desempenha funções de acompanhamento e assistência exclusivamente à pessoa idosa”. Ainda, conforme o que foi aprovado, a profissão será exercida por pessoas com mais de 18 anos que tenham concluído o ensino fundamental e curso de qualificação específico, conferido por instituição de ensino reconhecida por órgão público de educação competente. Quem exercer a função há, pelo menos, dois anos, à época da entrada da lei em vigor, será dispensado da exigência de conclusão do curso.

Como será
De acordo com a proposta, as funções do cuidador de pessoa idosa incluem auxílio na realização de rotinas de higiene pessoal e de alimentação; cuidados preventivos de saúde e auxílio na mobilidade; e apoio emocional e para convivência social. O profissional pode atuar tanto no domicílio do idoso como em instituições de longa permanência, hospitais ou, até mesmo, em eventos culturais e sociais. Quando as atividades forem realizadas na residência, o contrato de trabalho seguirá regras válidas para o empregado doméstico.
O cuidador pode ser responsável por administrar medicamentos, desde que autorizados pelo profissional de saúde habilitado e responsável pela prescrição. A proposição prevê ainda que União, estados e municípios deverão integrar cuidadores de pessoa idosa às equipes públicas de saúde e de assistência social. Ainda pelo texto aprovado, a atuação do cuidador da pessoa idosa deve se pautar pelo respeito, compaixão e paciência.
Em Anápolis já existe um razoável número de profissionais atuando nesta área. Cláudia Gomes, 29 anos, técnica em enfermagem, é uma dessas profissionais. Segundo ela, a remuneração é melhor do que o trabalho convencional. Cláudia trabalha em meio expediente, de segunda a sábado, revezando com outra colega, o cuidado de uma senhora que sofre do Mal de Alzheimer. “É meio complicado, mas vale a pena”, diz ela, assegurando que já e a terceira experiência. Antes, Cláudia cuidava de um casal de idosos em Brasília. A profissional assegura que com a regulamentação, mais pessoas vão se interessar pelo ofício que tem um amplo mercado, tendo em vista o aumento da perspectiva de vida dos brasileiros. “A população de idosos é muito grande no Brasil e, com isso, não vai faltar trabalho para nossa categoria”, comemora.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Adoção de selo eletrônico é adiada

22/06/2017

A Secretaria da Fazenda informa que a obrigatoriedade de uso do Selo Fiscal Eletrônico para as embalagens descartáveis de ...

Jovem anapolino abre portas para o difícil universo das fragrâncias

15/06/2017

O jovem anapolino Helder Machado Owner é um exemplo de que o empreendedorismo não tem barreiras. A primeira coisa para aven...

Subseção da OAB entrega Moção a juíza de Anápolis

09/06/2017

A juíza titular da 2ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Anápolis, Aline Vieira Tomás, recebeu, na segunda-feira...

Controle da folha de pagamento é um desafio para a Prefeitura

02/06/2017

Dentro do que preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Prefeito Roberto Naves e a equipe econômica apresentaram, ...