(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cruzada conclama famílias a reflexão sobre corrupção e intolerância

Geral Comentários 11 de dezembro de 2015

Organização Não Governamental quer que a comunidade reserve momentos para discutir, dentro dos lares, conflitos que hoje estão presentes no dia-a-dia das pessoas


A corrupção; a intolerância religiosa; a violência; a banalização da vida, a ganância e a destruição têm ocupado, cada vez mais, espaço na mídia e, consequentemente, no cotidiano das pessoas. Como fazer frente a esta realidade? Como fazer para que a família, célula principal da sociedade, seja preservada do mal que a ronda? Fazer uma reflexão sobre este momento pelo qual passa o Brasil e o mundo foi o desafio lançado pela Organização Não Governamental Cruzada pela Dignidade, na última terça-feira, 08, durante a sexta edição do Encontro Inter-Religioso, que reuniu lideranças de diversas denominações. O evento aconteceu no auditório do SENAI, reunindo representantes católicos; evangélicos; espíritas; muçulmanos, bahai´s, dentre outros.
O presidente de honra da Cruzada pela Dignidade, Juiz de Direito Carlos Limongi Sterse, explica que o movimento está propondo que as famílias, através de seus membros - pais, filhos, avós e, também, os amigos - se reúnam no dia 20 próximo (domingo), às 13h30, no próprio lar, para compartilharem o que cada um pensa a respeito de tanta violência, intolerância religiosa, drogas, corrupção e outros fatos da atualidade. “Esta é a mensagem que as lideranças trazem e vão estimular em suas pregações e encontros”, disse, acrescentando que a iniciativa é, também, um estimulo para que as famílias criem o hábito de conversar. “São coisas pequenas, mas de grande valor, que podemos fazer para melhorar um pouco mais o mundo em que vivemos”, refletiu o magistrado.
“Desliguemos os aparelhos eletrônicos durante a reflexão e, ao final, façamos juntos uma oração, suplicando ao Deus da Paz e do Amor que abençoe a nossa e todas as famílias e nos dê coragem de assumirmos a responsabilidades de vivermos os verdadeiros valores humanos e educarmos as gerações futuras para um mundo melhor. Temos a obrigação de criar o hábito de mostrar aos nossos filhos o caminho da verdade e da justiça”, conclamou Carlos Limongi.

Balanço
O presidente da Cruzada pela Dignidade, Pastor Leordino Lopes, destacou a importância da campanha que, segundo ele, é uma ação que vem “fechar com chave de ouro o trabalho da ONG neste ano”.
Leordino Lopes citou algumas das realizações em 2015, destacando, dentre elas, o Concurso de Redação e a Gincana Social que mobilizou cerca de 60 mil estudantes de Anápolis e de localidades circunvizinhas, que fez parte da campanha denominada “Eu sou do bem. Eu sou de Deus!”.
Além disso, o dirigente da Cruzada apontou como positiva a ampliação das visitas às famílias em situação de vulnerabilidade e o apoio às mesmas, através de uma rede de proteção que envolve a parceria de várias entidades e órgãos públicos. Ainda, no balanço, Leordino Lopes enfatizou que a ONG hoje trabalha de uma forma mais planejada e sistematizada, através das suas comissões, o que, conforme disse, tem contribuído para dar mais visibilidade e, também, mais produtividade aos resultados.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...