(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Crescimento de outros municípios preocupa Anápolis

Economia Comentários 14 de setembro de 2015

Mesmo mantendo o melhor PIB per capita entre as dez maiores de Goiás, Cidade diminuiu o ritmo


Por várias décadas Anápolis ostentou a fama de ser “a segunda cidade mais importante do Estado, ficando atrás, somente de Goiânia”. Hoje, o quadro está bastante modificado. O Município, embora tenha, ainda, o maior PIB per capita entre as dez maiores comunidades goianas, vê esta posição, a cada dia que passa, mais ameaçada por, pelo menos, dois outros, que crescem em uma velocidade espantosa: Rio Verde e Aparecida de Goiânia. Esta segunda, por sinal, já ultrapassou, em muito, Anápolis em termos de população. Mas, o que preocupa, mesmo, é a questão econômica.


Este estado de coisas incomoda as lideranças políticas e econômicas do Município. O assunto, levantado na Associação Comercial e Industrial de Anápolis há algumas semanas, despertou o interesse em se discutir a questão. E, em muitas destas reuniões, concluiu-se que a estagnação no projeto de industrialização do Município é fator preponderante para o agravamento da situação. Sob a alegação da inexistência de espaço físico, principalmente no Distrito Agro Industrial (DAIA) muitos projetos estão “na fila” aguardando a liberação de áreas. Neste intervalo, várias plantas fabris cujo destino prioritário era Anápolis, foram redirecionadas para outros municípios. Entende-se que a implantação de indústrias, mesmo com a carência da geração de tributos, devido aos programas de incentivo, acelera a economia por girar capital e oferecer postos de trabalho.


Na quarta-feira, 09, um grupo de políticos e empresários, dentre eles o Prefeito João Gomes; o Presidente da Associação Comercial e Industrial de Anápolis, Anastacios Apostolos Dagios, o Superintendente de Indústria e Comércio do Estado, Pastor Victor Hugo de Queiroz, o Presidente da Federação das Associações Comerciais, Industriais e Agropecuárias do Estado, Ubiratan da Silva Lopes, além de representantes de fortes grupos empresarias se reuniram para mais uma rodada de discussões sobre o assunto. Da reunião foram tiradas várias decisões, tudo sinalizando para a busca imediata de áreas, seja na ampliação do DAIA; seja na criação de um novo distrito, seja por uma PPP (parceria público/privada). Na próxima semana acontece outro encontro semelhante em Goiânia, para o afunilamento da discussão. O Prefeito João Gomes, no final Da reunião de quarta-feira, 09, falou que já existem bons indicativos de que, em breve, o Município ganhará mais áreas para a instalação de novas fábricas.


Os números


A discussão, suscitada na ACIA, teve por base, dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o estudo, nos últimos cinco anos houve um encolhimento substancial no ritmo de evolução econômica de Anápolis, na comparação com outros municípios.


O crescimento populacional nas seis maiores cidades do Estado, entre 2010 e 2014, deixou Anápolis em último lugar. Rio Verde e Águas Lidas de Goiás lideraram com 14,62 e 14,52 por cento, respectivamente; Aparecida de Goiânia cresceu 12,22 por cento; Luziânia cresceu 9,52 por cento, enquanto que Anápolis e Goiânia tiveram aumento populacional na ordem de 8,48 e 8,18 por cento, respectivamente.


Anápolis perde, também, na evolução do Produto Interno Bruto. De 2010 a 2014, Rio Verde cresceu 64,27 por cento; Aparecida de Goiânia, 55,77 por cento; Águas Lindas de Goiás, 45,18 por cento; Goiânia, 30,52 por cento, Luziânia 24,47 por cento e, Anápolis, 22,88 por cento.


O Município fica, também, em último lugar no aumento do PIB per capita. De 2010 a 2014 o crescimento maior foi de Rio Verde (43,31 por cento), seguido de Aparecida de Goiânia (38,81 por cento); Águas Lindas de Goiás (26,77 por cento), Goiânia (20,32 por cento) Luziânia (13,66 por cento) enquanto Anápolis teve evolução de, apenas, 13,59 por cento.

Autor(a): Nilton Pereira

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...