(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Crescem apreensões de armas e de drogas em Goiás

Segurança Comentários 14 de maio de 2015

Anápolis é o terceiro município com maior número de apreensões


A Polícia Militar registrou este ano crescimento na quantidade de apreensões de armas e drogas em Goiás, impulsionado pelo aumento das abordagens e operações policiais, acompanhando a tendência observada em 2014, ano que a corporação também contabilizou aumento dos principais indicadores de produtividade. No primeiro quadrimestre de 2015, foram apreendidas 1.095 armas de fogo ilegais no Estado.


Em comparação ao mesmo período do ano anterior, com 987 apreensões registradas, o índice de armas apreendidas é 10,9% superior. Já as apreensões de drogas aumentaram 12,3%, saltando de 1.915, em 2014, para 2.150 este ano. A PM tem intensificado ações de repressão ao furto e roubo de veículos, reforçando também o trabalho para recapturar foragidos da Justiça. Este ano, a corporação já efetuou a prisão de 1.687 foragidos e recuperou 4.341 veículos com registros de furto ou roubo.


Mais da metade das armas de fogo apreendidas em todo o Estado foram em Goiânia e na Região do Entorno do Distrito Federal. Somente na capital, de acordo com dados do Núcleo de Análise Criminal da PM, foram apreendidas 293 armas de fogo, o que representa 26,76% do total de apreensões. O Entorno, com 20 cidades, ocupa a segunda posição no ranking de apreensões de armas, contabilizando 249 (22,74%) das armas interceptadas. Aparecida de Goiânia e Anápolis registraram, respectivamente, 93 (8,49%) e 71 (6,48%) apreensões.


No primeiro quadrimestre de 2015, a PM registrou ainda em Goiânia os maiores índices de prisões de foragidos e apreensões de drogas. Ao todo, foram recapturados, na capital, 545 (32,31%) foragidos da Justiça. Já a quantidade de drogas apreendidas representa 19,67% (423) do total registrado pela corporação em Goiás.


 


Investimentos


Na avaliação do comandante-geral da PM, coronel Silvio Benedito Alves, o fortalecimento das políticas de valorização profissional e o reforço nas áreas tecnológica e operacional da corporação, refletem diretamente no crescimento dos indicadores de produtividade. “Graças a investimentos realizados pelo Governo do Estado, intensificamos nossas ações, que contribuem para que haja redução nos índices criminais”, explica.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Ações provocam redução de homicídios

16/08/2018

Atribuída pelo titular do Grupo de Investigação de Homicídio, delegado Vander Coelho como consequência de várias açõe...

Ex-Delegado Geral receberá homenagem

09/08/2018

O ex-delegado-geral da Polícia Civil Álvaro Cássio dos Santos será homenageado nesta sexta-feira,10, pela manhã, com o d...

Batalhão combate crimes e tem reunião de comando

09/08/2018

Na manhã da última quarta-feira,08, policiais da viatura 8886 do 28° BPM foram solicitados para atender uma ocorrência, ...

Goiás tem queda nos homicídios e roubos

03/08/2018

Goiás registra queda em 11 dos 12 indicadores criminais monitorados nos primeiros sete meses de 2018. A comparação é com ...