(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cresce o número de apreensão de armas de fogo em Goiás

Segurança Comentários 07 de maro de 2014

De acordo com a PM, Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis concentraram 38,52% das apreensões de armas no Estado


A Polícia Militar registrou aumento na quantidade de apreensões de drogas e armas de fogo no primeiro bimestre deste ano em Goiás. Os dados dos principais indicadores de produtividade foram disponibilizados nesta quarta-feira, dia 5, pelo Comando de Tecnologia da Informação (CTI). O número de apreensões de armas de fogo ilegais cresceu 33,3%. Comparando com o primeiro bimestre de 2013, a quantidade de armas apreendidas saltou de 423 para 566. Conforme o comparativo, Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis concentraram 38,52% (218) das apreensões de armas.
Acompanhando a tendência de crescimento dos indicadores de produtividade registrado em 2013, a PM contabilizou ainda aumento na quantidade de apreensões de drogas. Nos primeiros dois meses deste ano, a corporação realizou um total de 1.064 apreensões de entorpecentes. O número de drogas apreendidas este ano é 5,6% maior que os meses de janeiro e fevereiro do ano passado.
Complementando o trabalho de combate à criminalidade em Goiás, a PM intensificou também as operações para recapturar foragidos da Justiça e fortaleceu as ações de repressão ao furto e roubo de veículos na capital, cidades da Região Metropolitana e Entorno do Distrito Federal. As ações resultaram na prisão de 750 foragidos e recuperação de 2.678 veículos furtados e roubados.
Para o comandante-geral da PM, coronel Silvio Benedito Alves, os dados refletem as ações realizadas pela corporação em Goiás. “Investimos na consolidação de parcerias com representantes dos mais diversos segmentos, intensificamos o trabalho preventivo e reforçamos as operações policiais em todo o Estado”, pontua.
Ao avaliar o trabalho realizado pela corporação nos primeiros dois meses deste ano, o coronel Silvio voltou a defender mudanças na legislação. “A PM e outros órgãos de segurança realizam um constante trabalho preventivo nas ruas, mas é preciso que haja mudanças emergenciais na legislação. Nossos legisladores precisam refletir sobre tudo isso”, argumenta.

Prevenção
No primeiro bimestre deste ano, a Polícia Militar realizou um total 8.737 operações policiais e abordou mais de 100 mil pessoas em Goiás. Comparando com o mesmo período de 2013, a corporação elevou em 60% o número de operações. Também houve aumento na quantidade de abordagens, visitas em escolas e visitas comunitárias.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...