(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Corpo de Bombeiros monitora áreas de risco

Cidade Comentários 20 de novembro de 2015

Até o momento, a corporação não fez nenhum registro de maior gravidade, mas os cuidados são redobrados durante o período chuvoso


O 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros vem monitorando áreas de risco e pontos críticos para alagamentos e enxurradas. É um trabalho de caráter preventivo, intensificado nesta época do ano, com a chegada do período chuvoso, segundo informou ao Jornal Contexto o comandante da corporação, Tenente Coronel Ricardo Silveira Duarte. Ele afirmou que, até o momento, não houve nenhuma ocorrência com maior gravidade no Município.


Conforme destaca o comandante, as áreas de risco monitoradas são todas aquelas em que existem residências próximas às margens dos córregos e ribeirões que cortam a Cidade e, também, os setores onde há áreas com ocorrência de grandes erosões. Em Anápolis, não há - conforme disse - problemas com moradias próximas a morros, que poderiam ser atingidas por deslizamentos de terra. A preocupação maior, portanto, é com as famílias ribeirinhas. Ele não soube precisar, no momento da entrevista, a quantidade de famílias vivendo nestas condições. Contudo, informou que o monitoramento é feito constantemente e, se for o caso, o Bombeiro está pronto para atuar no caso de ocorrer algum alagamento.


Já os chamados pontos críticos, destacou o Tenente Coronel Ricardo, são aqueles em que comumente há o acúmulo de água que é cessado num período mais curto, por exemplo, as enxurradas. Embora pareçam de menor gravidade, as ocorrências em pontos críticos, também, trazem muita preocupação para o Corpo de Bombeiros.


Há poucos dias, um grande volume de água desceu pela Avenida Universitária e chegou a arrastar, por alguns metros, carros e motos nas proximidades da Faculdade Anhanguera. Felizmente não houve nada de mais grave. Diferentemente do que ocorreu, no mesmo local, no dia 03 de fevereiro de 2011, quando a estudante Danila de Morais, que tinha, à época, 19 anos de idade, morreu tragicamente ao tentar impedir que a motocicleta de uma amiga fosse levada pela enxurrada. Ela foi arrastada pela força da água, parou debaixo de um carro e se afogou. A dona da motocicleta e amiga, também, chegou a ser levada pela enxurrada, mas conseguiu se salvar, tendo apenas alguns ferimentos.


Para o comandante do 3º BBM, é importante que as pessoas, ao se depararem com uma situação como esta, não enfrentem a enxurrada. Também, são frequentes os casos em que as pessoas tentam passar com os seus veículos em locais onde há alagamentos na pista. A orientação do Corpo de Bombeiros é para que não façam isso, pois o carro (ou a moto) pode apagar e a pessoa ficar ilhada ou, até, terem uma situação que possa levar ao afogamento. “O melhor é sempre evitar entrar num alagamento”, recomenda o Tenente Coronel Ricardo.


Ainda, com relação às áreas de risco, o Corpo de Bombeiros ressalta a importância dos moradores dessas áreas e da população em geral, colaborarem com o monitoramento, apontando áreas onde possam estar ocorrendo algum tipo de agravo, para que sejam adotadas as medidas cabíveis, antes da ocorrência de alguma tragédia que possa causa dano material ou de vítimas.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Oposição e situação criam embate por situação do PETI

19/04/2017

Ao usar a tribuna na sessão de quarta-feira ,19, o vereador Antônio Gomide (PT) falou sobre a necessidade de a gestão muni...

Caixa equilibrado foi a maior conquista, avalia Roberto Naves

12/04/2017

Numa entrevista coletiva, com a presença de quase todos os membros de seu secretariado e de vários vereadores, o Prefeito R...

Prefeitura anuncia revitalização do Mercado Municipal em curto prazo

07/04/2017

O Mercado Municipal “Carlos de Pina” é um dos principais pontos turísticos da cidade e também um local tradicional de ...

Alvará de funcionamento terá rigorosa fiscalização na Cidade

23/03/2017

A Divisão de Fiscalização e Posturas vai desencadear, no início de abril, uma intensa e rigorosa fiscalização em todos ...