(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Contexto Político - Ed.214

Contexto Político Comentários 15 de maio de 2009


Pensamento

“Posso lamentar decepções com amigos, ou, me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades”. (Charles Chaplin)

Descentralizado

A Câmara Municipal adotou, de vez, a realização de sessões públicas em locais diferentes da cidade. Até agora já foram três reuniões. Alguns vereadores não têm comparecido. Outros, não perdem uma.

Despedidas

Muitos amigos e admiradores do radialista Luiz Carlos Cecílio comparecem aos seus funerais na segunda-feira, 11. Luiz morreu aos 59 anos, vítima de complicações na saúde, agravadas, comprovadamente, pelo uso exagerado do cigarro. Dentre os que vieram prestar-lhe as últimas homenagens, destaque para políticos, empresários, colegas de profissão e o velho amigo, cantor Amado Batista.

Regressiva

É voz geral que alguns assessores do Prefeito Antônio Gomide ainda não conseguiram acompanhar o frenético ritmo imposto desde antes de ele assumir o Governo Municipal. Tem gente que, parece, vai pedir para descer antes do ponto final.

Marconi

Com toda a energia que a idade lhe permite, o senador Marconi Perillo (PSDB) está em franca campanha para retornar ao Palácio das Esmeraldas a partir de 2011. Caso contrário não se justificaria toda a dinâmica de sua atuação nas últimas semanas. Marconi tem se avistado com as mais variadas lideranças políticas de Goiás. Seu gabinete em Brasília, também, anda mais frequentado do que nunca.

Páreo

Fernando Cunha (PSDB), Wesley Silva (PMDB) e Sírio Miguel (PSB). Seriam, a princípio, os três nomes da Câmara Municipal para disputarem uma cadeira na Assembléia Legislativa no ano que vem.

Casas

A Prefeitura entregou, esta semana, as 66 casas construídas para abrigar famílias que viviam em áreas de risco. Metade delas na Grande Jaiara (Adriana Parque) e a outra metade na região do Vivian Park. Justiça seja feita, a verba para a construção dessas casas foi conseguida pela administração passada, via engenheiro Fábio Maurício Correia. Ele fez o projeto e foi atrás dos recursos. Também o conjunto Vila Feliz, que está quase pronto e vai abrigar dezenas de outras famílias que hoje residem na chamada “invasão do Anápolis City”, é uma iniciativa de Fábio.

Na muda

Atair Pio de Oliveira, ex-vice prefeito, voltou a dar as caras. Disse que está mais ativo do que nunca e que vai participar das eleições de 2010. Como candidato, ou como integrante da campanha à qual estiver vinculado o Partido Progressista.

Sem favores

Anápolis é uma das cidades que mais geram tributos municipais, estaduais e federais no Brasil, com um índice superior, inclusive, a algumas capitais. Quem quiser saber, detalhadamente, o quanto se arrecada no município, basta acessar, pela internet, o site “impostometro”. Vai ver, assim, que os governos de todos os níveis não estariam fazendo nenhum favor em reaplicar pelo menos parte do que recolhem em forma de tributos todo dia, toda hora, dos anapolinos.

Parou?

Foi só elogiar e a Saneago interrompeu as obras de urbanização da área circundante da Estação de Tratamento de Água no Jardim das Américas I Etapa. Há mais de 15 dias não se vê movimentação alguma no local. Uma pena.

Não pára

Luiz Medeiros Pinto, secretário de estado da Indústria e Comércio não quer nem saber de falar em crise. Esta semana, por exemplo, foi ao Rio Grande do Sul manter contatos com empresários interessados em investir no Estado de Goiás. Mais especificamente no Distrito Agro Industrial de Anápolis. Medeiros assegura que o melhor remédio contra crise é trabalhar dobrado. (foto dele)

Aliens

Bem devagarzinho, como se não quisessem nada, pelo menos três candidatos a candidatos a deputado nas próximas eleições, vindos de outras regiões do Estado, começam a fincar suas raízes em Anápolis. Um deles com o bolso cheio de dinheiro para gastar.

Comissão

Tão frágil como nasceu, a Comissão Especial de Investigação sobre a Anas, antiga Fundação “Jamel Cecílio” agoniza e deve morrer sem deixar saudades. Ela foi proposta pela vereadora Mirian Garcia (PSDB), apoiada pelos outros 13 vereadores (o presidente Sírio Miguel só votaria em caso de empate) tendo como alegação principal o “ouvi dizer”. A proponente disse que ficou sabendo que teria havido irregularidades na Anas. “Fiz a proposta e a CEI foi instalada. Se não houver irregularidades, melhor ainda”, disse. Simples, não?

Vez de Anápolis?

Já faz muito tempo que Anápolis não se assenta à mesa das discussões para se impor como terceiro maior colégio eleitoral e segundo maior PIB do Estado, no processo de escolha dos cargos majoritários estaduais. Nos últimos anos, o melhor que Anápolis conseguiu foi a indicação de Onaide Santillo para vice-governadora na chapa de Maguito Vilela, assim mesmo a duras penas e com muito custo. Quase que nem isso saía. Os outros partidos simplesmente ignoraram Anápolis. A chamada Base Aliada, por exemplo, na primeira vez, escolheu Marconi Perillo e Alcides Rodrigues. Na segunda vez, idem. Na terceira, optou por Alcides Rodrigues e Ademir Menezes, da cidade dormitório de Aparecida d e Goiânia.
Para Anápolis tem sobrado alguns cargos de primeiro e segundo escalões, como a secretaria de estado da Indústria e Comércio, assessorias de gabinete e outros que são, realmente importantes parta quem os ocupa, mas que, nem de longe contemplam a força política do Município.
As eleições de 2010 estão se desenhando e, novamente, teme-se que a cidade fique à margem do que se define em Goiânia, com a participação de outros municípios bem menos expressivos politicamente, como é o caso de Aparecida, Itumbiara, Rio Verde e outros. Caso isto venha a se repetir, será o fim de Anápolis como potência. O nome de Rubens Otoni tem sido, a princípio, o primeiro, e talvez o único, a ter alguma chance de competir. Mas, ainda é pouco para uma cidade com mais de 220 mil eleitores e que tem o histórico de decidir eleições. Está na hora de se levantar a bandeira de Anápolis e surgirem os bons nomes. Ou nos contentaremos, outra vez, com alguns cargos no Governo?

Candidato

Esbanjando saúde e disposição, o ex-prefeito Wolney Martins de Araújo é um dos nomes disponíveis no PP para uma candidatura a deputado estadual no ano que vem. Salvo melhor juízo, ele deve constar na lista de candidatos do partido. (foto dele)

Ficou

Luiz Carlos Duarte Mendes, procurador de justiça do Estado, e que respondeu pela Procuradoria Geral da Prefeitura no Governo Sahium, não retornou a Goiânia com o final da administração anterior. Ele está atuando na Procuradoria Regional, que funciona em Anápolis.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Contexto Político

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.631

20/07/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.630

13/07/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.629

06/07/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.628

29/06/2017

Contexto Político...