(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Contas aprovadas sem ressalvas

Geral Comentários 06 de setembro de 2018

Contas aprovadas sem ressalvas


O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) julgou as contas do Instituto de Seguridade Social dos Servidores Municipais de Anápolis (ISSA), referente ao ano de 2017. Todas as despesas, receitas, legalidade dos atos e demais itens, que obrigatoriamente a gestão deve cumprir, foram analisadas e aprovadas sem ressalvas ou pedidos de informações complementares.
“O fato é que isso nunca tinha ocorrido, e só poderia acontecer na gestão Roberto Naves, que é inovadora e está fazendo a diferença na vida dos anapolinos”, ressaltou o presidente do ISSA, Rodolfo Valentini, ao afirmar que a atual administração está escrevendo uma nova história do órgão. “Com trabalho, dedicação e planejamento, toda a nossa equipe atuou para que isso fosse possível”, completou.
Rodolfo afirmou ainda que o resultado positivo está ligado às determinações do prefeito, que foram seguidas à risca. “Ele passou as coordenadas e nós seguimos sem titubear. Acreditamos muito no instituto e sabíamos que conseguiríamos dar novos rumos a este órgão, que é tão importante para o município”.
Em janeiro de 2017, quando a atual administração assumiu a Prefeitura de Anápolis, o déficit do ISSA era de mais de R$ 6,5 bilhões no cálculo atuarial. A equipe previa que seria necessário pedir aportes mensais de aproximadamente R$ 10 milhões. Para mudar essa realidade, estancou-se o crescimento do déficit e diminuíram os aportes de quase R$ 20 milhões por ano. “Estamos seguindo um planejamento que vai permitir que muito em breve zeremos esses aportes”, contou Rodolfo. Isso significa que mais recursos poderão ser destinados para outras áreas, como educação, saúde e pavimentação.

Próximas ações
O objetivo agora é, além de manter o equilíbrio nas contas, focar basicamente nas seguintes ações: reforma da sede, adequando o local com acessibilidade; salas para curso e encontro dos aposentados; terminar as normativas e abrir a perícia médica do Issa, que está na lei há mais de 15 anos e não saiu do papel; abrir uma academia de ginástica exclusiva para os servidores como uma das ações do Programa de Qualidade de Vida (PQV) e disseminar o Programa de Educação Previdenciária (PEP) a todos os servidores, que serve para explicar o que é e quais serviços são prestados pelo ISSA.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

UniEVANGÉLICA - Seminários destacam direitos da pessoa com deficiência

20/09/2018

Foi promovido nesta semana na UniEVANGÉLICA o Seminário dos Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, uma iniciativa d...

Regulamenta lei que proíbe fabricação e uso do cerol

20/09/2018

O governo de Goiás editou o Decreto n° 9.316, de 18 de setembro de 2018, que regulamenta a Lei n° 17.700/2012, que dispõe...

Comarca de Anápolis fica de fora do plano para a expansão de novas varas

20/09/2018

A Comarca de Anápolis ficou de fora da primeira fase do plano de reestrutura judiciária, definido pela Lei 20.254/18, que d...

Vereador destaca do Dia do Vicentino

20/09/2018

Em discurso no pequeno expediente, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,19, o vereador Lisieux José Borges (...