(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Contadores debatem reivindicações da categoria

Economia Comentários 23 de outubro de 2015

Em reunião da Câmara Municipais, profissionais apontam necessidades para a desburocratização de serviços junto à Prefeitura


A Camara Municipal realizou na última quinta-feira,22, uma audiência pública com contadores. A inivciativa partiu da Vereadora Míriam Garcia (PSDB), com o objetivo de ouvir as reivindicações da categoria que, na ocasião, pediu desburocratização do sistema de abertura de empresas, e levá-las ao Executivo. Por isso, o secretário municipal da Fazenda, Roberto Mazzon, compareceu à reunião para discutir a agilidade do sistema da Prefeitura.


Segundo a vereadora, ela foi procurada por profissionais da área de contabilidade com reclamações sobre a demora na emissão de certidões. “O que pudermos fazer para ajudar, faremos. Sabemos da burocracia e muitas pessoas chegaram a mim com sugestões. O papel da Câmara é de justamente criar leis que facilitem a vida das pessoas. Essa reunião aqui é justamente para encontrarmos uma saída para o problema”, justificou Mirian Garcia.


Para os contadores, o vai e vem para a emissão das certidões necessárias à abertura de empresas precisa ser feita por um sistema de informática mais eficaz. O conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade no Estado de Goiás, Alessandro Rodrigues Polonial, explicou que até mesmo os endereços errados atrapalham as atividades da categoria. “É preciso que a Prefeitura corrija esses entraves. Os funcionários são muito competentes, mas travamos quando chegamos na parte do sistema operacional”.


Os profissionais que compareceram à audiência pública trouxeram exemplos de outras cidades em Goiás que simplificaram todo o sistema. Conforme disseram, alguns municípios possibilitam que toda a documentação seja retirada em um único local. “Aqui em Anápolis é possível fazer isso também. Por isso é importante a participação dos servidores de várias áreas da Prefeitura para estudarmos como fazer”, acrescentou o conselheiro.


Além de Mazzon, também compareceram o secretário municipal de Planejamento, Jorge Bazi e responsáveis pelo Uso de Solo da Prefeitura de Anápolis. Da parte da Prefeitura, a explicação é que o sistema tem sofrido atualizações para que as certidões sejam emitidas rapidamente. “Toda empresa quando abre, precisa de vistoria do Corpo de Bombeiros. Hoje a Fazenda tem uma documentação temporária que torna ágil os processos seguintes até a corporação faça essa visita”, afirmou Mazzon.


 


Espaço


Mas, a classe solicitou ainda um espaço no prédio da Prefeitura exclusivo para atendimento aos contadores e a possibilidade das taxas serem solicitadas nos escritórios de contabilidade. O secretário da Fazenda gostou da ideia de uma sala para os profissionais e garantiu que verificará a possibilidade. “Vou conversar com a equipe, mas isso já demonstra uma agilidade para a desburocratização”. As reclamações também giraram em torno falta de informações por parte de funcionários da Prefeitura.


Ao final da apresentação de todas as reivindicações e sugestões da classe, foi elaborado um documento com todas as informações. O ofício será encaminhado para a Prefeitura de Anápolis, pela vereadora Mirian Garcia. “O que precisar da Câmara Municipal podemos adequar Leis para possibilitar melhor trabalho desses profissionais”, concluiu a tucana. Ainda participaram os vereadores Paulo de Lima (PDT) e Gleimo Martins (PTN).

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...