(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Consumir alimentos apimentados aumenta a longevidade

Saúde Comentários 26 de agosto de 2015

Um estudo mostrou que a ingestão do condimento, três a sete vezes por semana, pode diminuir em 14% o risco de morrer


Consumir alimentos apimentados, três a sete vezes por semana, pode reduzir em 14% o risco de morrer. É o que diz um estudo publicado recentemente no periódico científico British Medical Journal.
Os pesquisadores analisaram o estado de saúde e a ingestão de alimentos por 500.000 pessoas. Os participantes com histórico de câncer e doenças cardiovasculares foram excluídos da análise. Levou-se em conta fatores como idade, estado civil, nível educacional e prática de atividade física.
Os resultados mostraram que as pessoas que consumiam alimentos apimentados uma ou duas vezes por semana tinham um risco de morrer 10% menor em comparação àqueles que consumiam o condimento menos de uma vez por semana. Quando o consumo era de três a sete vezes por semana, o risco diminuía em 14%. A associação entre o consumo de pimenta e a redução no risco de morte foi igual para homens e mulheres.
Os efeitos da pimenta são atribuídos a seus componentes ativos, como a capsaicina, substância que dá a sensação de ardência. O composto possui ação anti-intiflamatória e propriedades analgésicas. Os beneficios, porém, só são obtidos com o consumo regular.
O estudo não revelou o tipo de pimenta mais benéfica à saúde. Mas estudos mostraram que o condimento fresco pode ser mais saudável por possuir uma quantidade maior de capsaicina.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Combate à “farra” dos cartões do SUS

17/01/2019

O Prefeito Roberto Naves anunciou que deverá enviar uma equipe técnica para conhecer o modelo de gestão de uma espécie de...

Secretário Municipal de Saúde faz “raio-x” nas unidades ligadas ao setor

17/01/2019

Avaliar de perto a realidade de cada uma das unidades da rede municipal e fiscalizar a prestação de serviços ao cidadão. ...

Crise na Saúde - Municípios estão em dificuldades sem os repasses do Estado

10/01/2019

De acordo com o Atlas da Eficiência da Educação (versão 2018) em Goiás, a gestão da educação em 213 municípios (93% ...

Verba para equipamentos na odontologia municipal

10/01/2019

Devido ao trabalho executado na área de saúde bucal, inclusive com a criação de 12 novas equipes em dois anos, a Prefeitu...