(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Consumidor se mostra disposto a gastar mais no presente

Cidade Comentários 24 de abril de 2014

Pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas mostra o perfil da intenção de compras para esta data, que é uma das principais do calendário varejista


A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis, acaba de divulgar o resultado da pesquisa de intenção de compras Para o Dia das Mães, em Anápolis. O motivo da realização deste trabalho é o grande crescimento no volume de vendas que acontece no comércio varejista neste período, sendo considerado pelos empresários como a segunda melhor data comemorativa para as vendas em geral.
A pesquisa foi realizada com uma amostra aleatória de 400 consumidores, entrevistados em pontos onde ocorrem as maiores concentrações de venda na cidade, no período de 09 a 22 de abril de 2014. A metodologia adotada para escolha total da amostra apresenta um índice de confiança de 95% e um erro amostral de 4,33%.
Segundo os dados apurados, em relação à renda familiar dos entrevistados, observa-se que 4% ganham até 01 salário mínimo (que atualmente é de R$ 724,00), 27% possuem renda familiar entre 01 e 02 salários mínimos; 23% entre 02 e 03 salários mínimos; 20% entre 03 e 05 salários mínimos e 26% possuem renda familiar acima de 05 salários mínimos.
Da população componente da amostra, verifica-se que 24% dos entrevistados não pretendem presentear ninguém no dia das mães; 55% pretendem presentear as mães; 7% pretendem presentear a esposa, 1% irá presentear a tia; 6% presentearão a sogra; 2% - avó e, 5% - outros.
Um dado quantitativo importante numa sondagem para o comércio é o valor a ser gasto na compra do presente. A maioria dos consumidores (33%) irá gastar entre R$50,01 e R$100,00 com o presente do Dia das Mães; 1% gastará até R$20,00; 24% dos entrevistados pretendem gastar entre R$20,01 e R$50,00; 23% pretendem gastar entre R$100,01 e R$200,00; 16% pretendem gastar mais que R$200,00 com o presente. Os que ainda não fizeram previsão de gastos somam 3% dos entrevistados.
Quando ao tipo de presente, a pesquisa revelou que as roupas e outros itens de vestuário lideram a preferência dos consumidores, com 30% do total de entrevistados; 13% presentearão com perfumes; 10% - com calçados; 9% presentearão com flores; mesmo percentual dos que presentearão com eletrônicos (incluindo celulares) ou eletrodomésticos; 5% presentearão com viagens; 3% - com bolsas, livros, cintos ou até mesmo um dia no salão de beleza, enquanto que um grande percentual, de 21%, ainda não sabe com o que presentear no Dia das Mães.
Quanto ao local da compra, o levantamento registrou que dentre o total de entrevistados, 62% pretendem comprar o presente em lojas localizadas nas ruas, ou seja, no comércio tradicional; 33% comprarão o presente em shoppings, 3% comprarão o presente em camelódromos, 1% pretende presentear as mães com presentes comprados em galerias, e finalmente, 1% com presentes adquiridos através da internet.
Quanto a forma de pagamento, verificou-se que dos consumidores que presentearão alguém, 72% pagarão o presente em dinheiro; 27% usarão cartões de crédito e, apenas 1% recorrerá aos cartões de redes varejistas.
A pesquisa também procurou saber o que as mães preferem ganhar. Os eletrodomésticos reinam na preferência das mães, seguidos de calçados e perfumes.

Comparativo
Comparando os dados dessa pesquisa com a realizada no ano passado, a média geral de pretensão de gastos no dia das mães de 2014 é de R$ 211, valor este 7,6% superior à média de 2013, apontada em R$196,00.O comércio de rua continua sendo o local preferido pelos consumidores que vão presentear no dia das mães, perfazendo 62% da preferência do consumidor, havendo um incremento perante os 56% que esta categoria representou em 2013. A preferência pelos camelódromos retraiu de 5% em 2013 para 3% da preferência dos consumidores em 2014. Os shoppings permaneceram com a mesma fatia – 33% da preferência dos consumidores. O pagamento em dinheiro no ano de 2014 será maior que no ano de 2013, com 72% em 2014, frente a 64% em 2013.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

UniEVANGÉLICA apoiou evento voltado a idosos

16/11/2017

A UniEVANGÉLICA participou das celebrações dos 15 anos do Instituto de Seguridade Social de Anápolis – ISSA, vinculado ...

Município vai ter encontro do Projeto Goiás 2038

16/11/2017

A secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico (SED-GO) reunirá representantes do Governo Municipal e da sociedade orga...

Fechamento de bares mais cedo volta à discussão em Anápolis

16/11/2017

Proposta já aplicada em várias cidades brasileiras e defendida por muitas outras, inclusive Anápolis, a limitação de hor...

Mudança extingue a 137ª Zona e remaneja mais de 46 mil eleitores

09/11/2017

Mais de 46 mil eleitores da 137ª zona eleitoral de Anápolis devem ser remanejados para as 3ª, 141ª e 144ª zonas eleitora...