(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Conclusão do Anel Viário vai gerar qualidade de vida

Cidade Comentários 10 de julho de 2009

O valor a ser investido na obra está estimado em R$ 103 milhões e uma das prioridades é o viaduto do Distrito Agroindustrial (Daia)


A conclusão do Anel Viário de Anápolis possibilitará melhoria significativa do tráfego no contorno da BR 153, no sistema viário da cidade e na malha do transporte coletivo urbano, com ganhos de qualidade de vida para a população, especialmente para os usuários do transporte público. O município deve tributar mais esta obra ao principal articulador da verba de R$ 103 milhões em recursos federais, o deputado Rubens Otoni, e à participação do prefeito Antônio Gomide, comenta o diretor da TCA, empresário Lacy Martins da Silva.
Superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Goiás, Alfredo Soubihe Neto, detalha que as obras incluem a duplicação de mais 8,6 quilômetros da BR 153, entre o trevo de Brasília e o distrito de Interlândia, e a construção de quatro trincheiras para a passagem de veículos, uma em Interlândia; uma próxima à entrada para o povoado de Miranápolis, na zona rural; uma ligando os bairros Parque dos Pireneus e Jardim Progresso e outra ligando o Bairro de Lourdes ao Jardim Europa e ao Anápolis City. O trecho será iluminado e 15 km de vias marginais serão construídos para acesso mais seguro à rodovia e ligação de vários bairros.

Quase 30 anos de espera

O gráfico mostra o Anel Viário de Anápolis, do viaduto do Daia, a ser entregue até 2010, até a trincheira no distrito de Interlândia, no final do trecho a duplicado. Anápolis espera há quase 30 anos por esta obra, importante para desafogar o trafego nas BR 153 e 060, otimizar o sistema viário urbano e a malha do transporte coletivo e implementar projetos estruturais de desenvolvimento econômico, como a consolidação do Daia, do Porto Seco e da Plataforma Multimodal de Transportes. Uma obra fundamental para a afirmação de Anápolis como pólo industrial, pólo farmacêutico, pólo tecnológico e pólo universitário, no contexto das 100 melhores cidades do Brasil para se investir, trabalhar, estudar e viver.

Lacy destaca o deputado

“A conclusão do contorno Anápolis – uma obra importantíssima – finalmente sai do papel graças ao esforço e a determinação de nosso representante na Câmara Federal, o grande líder de Anápolis na atualidade”, declarou Lacy Martins. A falta de iluminação, passarelas e trincheiras em pontos estratégicos, sinalização e pistas marginais no entorno causam deficiências no sistema viário e ocasionam graves acidentes, além de prejudicar a imagem de Anápolis, na visão de quem transita pela BR 153. “Anápolis, em especial quem usa o transporte público, deve creditar este grande benefício ao deputado Rubens Otoni”, finaliza o diretor da TCA.



Trincheira vai interligar bairros


Foto MAVAN

A construção de trincheira para a passagem de veículos sob a BR-153, ligando os bairros Jardim Progresso, Mirage e Village ao Parque dos Pireneus e outros loteamentos que surgem abaixo da rodovia, é uma antiga reivindicação dos moradores da região. Para os usuários do transporte coletivo, o benefício dispensará o contorno pelo viaduto da saída para Corumbá, o que vai representar viagens mais curtas e menor tempo dentro do ônibus, ou seja, qualidade de vida. A imagem de satélite dá uma visão geral do local e outra foto mostra o canteiro montado para a prospecção da obra.

Outra trincheira importante

Da mesma forma, a trincheira para a passagem de veículos sob a BR-153, nas proximidades do campo da Associação Atlética Anapolina, ligando o Bairro de Lourdes e loteamentos adjacentes ao Jardim Europa e ao Anápolis City, é uma antiga aspiração dos moradores da região. Entre outras vantagens, a passagem facilitará o acesso dos moradores do outro lado da rodovia ao parque do Lago JK, como se vê na imagem via satélite.

Passarelas para pedestres

Para garantir a segurança dos moradores dos bairros localizados nas margens da rodovia BR 155, perímetro do Anel Viário de Anápolis, o deputado Rubens Otoni e o prefeito Antônio Gomide incluíram no projeto a instalação de passarelas para pedestres. Serão duas: uma no trecho entre o Parque dos Pireneus e o Jardim Progresso e outra entre o Bairro de Lourdes e o Jardim Europa. O local já recebeu a prospecção da empreiteira do DENIT.

Iluminação em todo o anel

Uma das obras mais esperadas pelos moradores da região sudeste de Anápolis é a execução do projeto de iluminação do viaduto da saída para Brasília, que vai beneficiar também o tráfego nas BRs 153 e 060, no chamado “Trevo do Brasil”. A escuridão no local dificulta o trânsito e vem causando graves acidentes. Como a sede da TCA localiza-se em frente ao viaduto Miguel Moreira Braga e várias linhas da região sudoeste cruzam o entroncamento rodoviário, o sistema de transporte coletivo urbano da cidade também será beneficiado pela iluminação. O projeto inclui, ainda, a iluminação em toda a extensão do canteiro central, inclusive os outros viadutos, e a instalação da sinalização horizontal e vertical. Obras de acabamento que transformarão o Anel Viário no novo cartão de visitas da cidade e darão melhores condições de tráfego no contorno da cidade, via BRs 153/060.

15 km de vias marginais

A construção de aproximadamente de 15 quilômetros de vias laterais na BR 153, como neste trecho que liga o viaduto da BR 441 ao Parque dos Pireneus, permitirá acesso mais seguro à rodovia, bem como a ligação de vários bairros. Uma das obras mais importantes para a população de Anápolis neste pacote anunciado pelo DENIT, com a aplicação de verbas intermediadas pelo deputado federal Rubens Otoni. As chamadas marginais, além de permitirem a ligação de bairros, vão desafogar o trânsito em muitos setores próximos ao centro e na própria BR 153. Quem quiser se deslocar do Bairro Boa Vista ao Bairro de Lourdes, por exemplo, não precisará mais contornar pelo viaduto da BR 414 e pegar a BR 153 até o viaduto Airton Senna ou passar pela Avenida Brasil, Vila Santa Maria de Nazareth e Anápolis City, trechos complicados e de longos e demorados percursos. Por uma das marginais, o acesso ao viaduto Airton Senna e ao Bairro de Lourdes e adjacências vai durar menos de cinco minutos. Outro exemplo: um deslocamento do Jardim Europa ao Bairro JK, pela marginal, dispensará o contorno pela BR 153 ou Bairro JK e vai durar poucos minutos. Bairros Jaiara - Jardim Guanabara e Recanto do Sol – Filóstro também serão interligados via marginais, dispensando-se uso da BR 153. Mais rapidez, mais segurança, melhor qualidade de vida e menos trânsito na rodovia federal, uma das mais movimentadas do país, onde passam 15 mil carros/dia, segundo pesquisa do DENIT.

Viaduto do daia é prioridade

O deputado lembrou que mais um de seus compromissos de mandato está sendo cumprido: “com o respaldo do Governo Federal fizemos o Anel Viário, com sete viadutos e 16,7 quilômetros de duplicação; estamos fazendo a Ferrovia Norte-Sul; vamos iniciar agora as obras na BR-153 e vamos fazer o viaduto do Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA) até 2010”, declarou. Sobre a construção de viaduto no trevo do Distrito Agroindustrial de Anápolis, o deputado informou que o projeto de engenharia encontra-se em fase de finalização e que a previsão é de que a licitação tenha início já no próximo semestre. “Estamos cobrando agilidade do DNIT devido à importância dessa obra. Através do viaduto, garantiremos segurança às milhares de pessoas que passam pelo trevo em direção a Brasília, Goiânia, Norte e Sudeste de Goiás, além dos anapolinos que cruzam a BR-060 todos os dias para trabalhar no Daia”, concluiu o deputado Rubens Otoni. O corredor de ônibus do eixo da Avenida Brasil Sul será otimizado, com ganhos de qualidade de vida para os usuários do sistema de transporte coletivo urbano.

Duplicação até Interlândia

O trecho Anápolis-Interlândia será inteiramente duplicado numa extensão de 8,6 km, detalha o projeto do Governo Federal, que prevê, ainda, uma trincheira para a passagem de veículos na sede do distrito, obra que vai beneficiar, também, o acesso ao distrito de Souzânia e à região da Serra do Mizael, e outra trincheira na saída para o povoado de Miranápolis. É a arrancada para a duplicação da BR 153 até Jaraguá, uma antiga reivindicação de Anápolis e da região do Vale do São Patrício, que está na pauta de prioridades do deputado Rubens Otoni.

Autor(a): Da redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis gerou 139 novos empregos formais em julho

18/08/2017

Pelo sétimo mês consecutivo, Anápolis manteve em julho um saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada, a...

Anápolis mantém redução alta em casos de dengue

18/08/2017

A dengue tem dado uma trégua em Anápolis, desde o começo do ano. No último boletim epidemiológico divulgado pela Secreta...

Desvio de rede de esgoto interdita trecho da Avenida Brasil

18/08/2017

O diretor geral da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte, Carlos Cezar Toledo, comentou, em sua rede social, sobre as...

Gerados 139 novos empregos em julho

18/08/2017

Pelo sétimo mês consecutivo Anápolis manteve em julho um saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada, al...