(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Como se preparar para o mercado de trabalho anapolino?

Geral Comentários 13 de dezembro de 2013

Especialistas orientam profissionais que querem ter espaço garantido nas empresas de Anápolis


“O bom profissional passa toda sua carreira se qualificando”. Com a frase, a coordenadora do Sistema Nacional de Emprego – Sine Anápolis, Marina Quireza, resumiu como deve ser a postura de um profissional que quer se dar bem no mercado de trabalho em Anápolis. “O profissional anapolino e o de outros lugares devem estar atentos para as inovações de sua área profissional e buscar constantemente o domínio de todas as novidades e ferramentas que lhe acrescentem poder de eficácia no trabalho, não se esquecendo nunca que seu compromisso com a empresa também é parte de sua qualificação”, complementou Quireza.
De acordo com o economista Márcio Dourado, “como dica para garantir um padrão de renda razoável e alta empregabilidade, recomenda-se ao cidadão se qualificar, focando os setores relacionados com inovação tecnológica. Os profissionais qualificados tendem a ganhar mais e ficar um menor tempo desempregados, portanto é importante procurar cursos técnicos ou cursos rápidos de aperfeiçoamento, nunca se sentindo como quem já sabe tudo sobre o que faz”.
Já Anna Claudia Rodat, empresária e master coach que possui uma empresa na área de desenvolvimento de pessoas, entende que a capacitação técnica deve andar ao lado das características pessoais do trabalhador. “O que percebo na maior parte dos profissionais é que muitas vezes estão mais preocupados em se preparar tecnicamente e deixam de lado pontos que considero muito importantes como: valores, comportamentos, atitude, postura e gestão”, detalhou.
Para ela, falta qualificação dos anapolinos para atuarem como gestores, principalmente no que diz respeito ao quesito liderança. “Ser chefe é relativamente fácil. Difícil mesmo é inspirar pessoas pelo exemplo, e isso quem faz é o líder. As pessoas precisam se qualificar mais enquanto líderes e gestores e já existem muitos cursos de curta e média duração que podem proporcionar este up na carreira de um gestor”, destacou Anna Rodat. Ela acrescentou que “é preciso maior qualificação profissional, mais cursos profissionalizantes, falar uma segunda língua, ter o português falado e escrito adequadamente”.

Áreas de atuação
Cada campo de trabalho exige uma preparação específica. Marina Quireza, do Sine Anápolis, cita a área de logística e tecnologia. Os profissionais destes setores, para ela, “devem ter domínio em informática, programas de administração e controle financeiro informatizados, escrita contábil atualizada, autocad, photoshop, designer, enfim, domínio na plenitude da palavra”. Já para o setor de vendas, Quireza entende que é preciso haver preparo por parte dos vendedores que querem se destacar no mercado anapolino.
“O mínimo que se espera é que o vendedor tenha um bom curso de técnicas em vendas, um de excelência na qualidade de atendimento, informática, que domine bem a linguagem e escrita e saiba trabalhar com cálculos”, orientou Marina. A coordenadora do Sine Anápolis também entende que “quem quer ter sucesso nesta área, primeiramente tem que ter o dom, a vocação para trabalhar com metas, deve conhecer muito bem o produto que vai vender, seja um condomínio de luxo ou um simples picolé de frutas”.
Os açougueiros, padeiros, confeiteiros, saladeiras, pizzaiollos e pedreiros igualmente devem se preparar para porem a mão na massa. Marina Quireza é enfática quando o assunto é o preparo profissional deste público: “Engana-se quem diz que são profissões para quem não estudou. Hoje em dia são profissões muito valorizadas e os profissionais desta área devem ser muito qualificados. Conhecer a matéria-prima, as ferramentas modernas que otimizam a fabricação dos produtos, saber fazer os cortes na carne, conhecer as últimas novidades na construção civil são fatores essenciais para se conseguir uma vaga nestas funções”.

Oportunidades de qualificação
Marina Quireza, coordenadora do Sine Anápolis, defende o papel desta entidade na qualificação do trabalhador anapolino. “O Sine de Anápolis caminha junto com trabalhador e o empregador”, declarou. Para ela, “Anápolis é uma cidade que pensa e vive qualificação profissional” e este órgão, ligado ao Ministério do Trabalho, “informa, conscientiza e encaminha o trabalhador diariamente para a qualificação profissional e para inserção no mercado de trabalho”.
Iniciativas como o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Governo Federal, cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e a existência dos Centros de Formação Profissional do município foram citados como oportunidades de qualificação profissional na cidade. Marina citou ainda o ‘Anápolis Acredita’, que oferece apoio e linhas de crédito para quem quer montar seu próprio negócio. Ela enfatiza que “programas municipais, estaduais e federais proporcionam a qualquer cidadão anapolino o direito de fazer um ou mais cursos de qualificação sem gastar absolutamente nada”.

Maiores erros na busca por emprego:
1. Não saber o que deseja realmente fazer, falta de autoconhecimento e foco;
2. Trazer uma expectativa muito grande ou inferior ao que pode oferecer à empresa;
3. Rejeitar as pequenas, mas excelentes oportunidades;
4. Exibir um currículo que não condiz com suas reais habilidades profissionais;
5. Restringir demais sua área de atuação. Quanto maior o leque, mais oportunidades;
6. Exigir salários maiores no início da contratação;
7. Ser tímido demais ou extrovertido demais;
8. Exibir uma aparência extravagante, postura e roupa inadequadas;
9. Falta de domínio da língua portuguesa;
10. Não estar preparado para entrevista.

Fonte: Sine Anápolis

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Ampliado o alcance do Portal do Cidadão

20/10/2017

O Portal do Cidadão, lançado em julho pela Prefeitura, já apresenta resultados efetivos e se confirma como facilitador na ...

Audiência vai discutir o Estatuto do Desarmamento

20/10/2017

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF) prorrogou o prazo das inscrições para os interessados em assistir à audiên...

Donos de postos e funcionário do Inmetro são presos pela PF

20/10/2017

Até a manhã desta quinta-feira,19, dois empresários de Anápolis se encontravam presos na carceragem da Polícia Federal, ...

Vereador quer melhorar transporte interestadual

20/10/2017

vereador Lisieux José Borges (PT), se reuniu com o presidente da Agência Goiana de Regulação (AGR), Ridoval Chiareloto, p...