(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Comandante do 3º CRPM promete ações contundentes

Segurança Comentários 06 de julho de 2017

Alvos das ações serão os crimes de homicídio, tráfico de drogas e grupos de riscos responsáveis pelo aumento da criminalidade


O novo comandante do 3º Comando Regional da Polícia Militar, Tenente Coronel João Batista de Freitas Lemos, vai adotar uma ação “contundente” no combate aos crimes de homicídio, ao tráfico de drogas e aos grupos de riscos que ele considera responsáveis pelo aumento do índice de criminalidade em Anápolis. Ele assumiu o cargo no dia 20 de junho, em substituição ao, também, Tenente Coronel Geovane Valente Bonfim Júnior.
“Ao mesmo tempo em que estamos tomando pé da situação, já estamos trabalhando, com o apoio da Polícia Civil, para a identificação das bocas de fumo existentes em diversos setores da Cidade para, logo em seguida, agir com contundência a fim de reduzirmos o alto índice de tráfico de drogas e, como consequência, o também elevado número de homicídios que vêm sendo praticados no Município”, anunciou o novo comandante do 3º CRPM, lembrado que assumiu o cargo há pouco mais de 15 dias. Mas, mesmo assim, ele garantiu que a sociedade vai sentir os efeitos práticos de sua ação em curto espaço de tempo.
João Batista de Freitas Lemos não revelou quais serão as “ações contundentes” que pretende adotar no Comando do 3º CRPM. Apenas antecipou que uma das medidas para tornar estas ações mais eficientes será a transferência da unidade do Comando de Policiamento Especializado, hoje funcionando no Bairro Cidade Jardim, para o Conjunto “Filostro Machado”. A região para onde o CPE será transferido é considerada de alto índice de criminalidade, mas de localização que ele considera estratégica para o desenvolvimento das ações que serão implementadas.
CPE NO FILOSTRO
Essa mudança do CPE tem a aprovação do prefeito Roberto Naves. “É preciso, no entanto, que a Prefeitura realize obras de adaptação em um prédio já existente ali, para que a mudança seja realizada”, acrescentou o Tenente Coronel, admitindo que por causa das obras de adaptação, a transferência não poderá ser feita imediatamente. “Queremos que ela aconteça, na pior das hipóteses, antes do final do ano”, declarou, revelando que já tem agendado um encontro com o Prefeito para tratar, especificamente, do projeto de adaptação que vai oferecer condições de trabalho aos policiais do CPE.
Apesar de ser uma região que demanda um policiamento mais ostensivo, o Tenente Coronel João Batista Freitas afirmou que as ações do CPE não ficarão restritas ao conjunto “Filostro Machado” e bairros adjacentes. “Vamos continuar agindo em toda a Cidade”, promete. Ele acredita que a localização do conjunto facilita o rápido deslocamento do CPE para outras regiões da Cidade.
O novo Comandante reconhece que a crise econômica e o desemprego contribuem para aumentar a criminalidade, com reflexos negativos na área de segurança pública. “Em época de crise, os problemas aumentam”, disse ele, ao afirmar que a crise e o desemprego deixam muitas pessoas vulneráveis e desorientadas, com consequências negativas em toda a comunidade. O oficial admite que, por essa razão, muitas pessoas buscam saídas ilegais para manterem a subsistência de suas famílias. “É muito duro para qualquer ser humano, deixar sua família sem ter o que comer”, acrescentou João Batista Freitas, avaliando que, por maior que sejam as crises, as pessoas não ficam sem se alimentar, vestir e ter onde morar.
ZONA RURAL
O novo comandante do 3º CRPM acha que o combate “contundente” ao tráfico de drogas reduz os índices de homicídios, mas admite que os crimes passionais sejam bem mais difíceis de serem combatidos e, até mesmo, de serem prevenidos. “Eles são mais complexos”, resume, revelando que pretende trabalhar com os órgãos sociais para identificar as causas do problema e adotar ações preventivas.
João Batista Freitas antecipou que trabalhará em sintonia com a Patrulha “Maria da Penha” com a utilização de um aplicativo para que as mulheres separadas de seus ex-companheiros os denunciem quando forem assediadas e ameaçadas. “Estamos em busca de parceiros para colocar este aplicativo em funcionamento”, disse o tenente coronel revelando que a ACIA e o Sindicato Rural se mostraram interessados.
Especificamente sobre a criminalidade na zona rural, o novo comandante afirmou que vai montar um sistema de geogerenciamento das propriedades rurais do Município, segundo ele, um sistema que vai orientar as comunidades rurais e seus trabalhadores em situações de riscos de assaltos, e roubo de gado. Ele quer, também, estabelecer uma parceria com os proprietários rurais para orientá-los quando forem contratar trabalhadores. “Muitos desses furtos e assaltos são praticados por funcionários, ex-funcionários ou pessoas ligadas a eles”, disse João Batista Freitas. E, disse que um sistema que ainda não pode ser divulgado será apresentado aos proprietários rurais, para que eles tenham segurança na hora de contratar um trabalhador e meios de comunicar a Polícia Militar em situações de riscos.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Carros apreendidos foram retirados das ruas próximas à delegacia

15/12/2017

Uma ação conjunta entre a Prefeitura de Anápolis e a Polícia Civil garantiu a retirada de veículos apreendidos em opera...

Projeto tem o apoio do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

08/12/2017

A audiência pública realizada no último dia 4 na sede da Associação Comercial e Industrial de Anápolis, para debater a ...

Caso do Uber - Acusado diz: “queria somente divertir”

08/12/2017

O acusado de roubar na semana um veículo Uber e restringir a liberdade do motorista Cleyton da Silva Nascimento já está pr...

Treinamento para delegadas, agentes e escrivãs

30/11/2017

A 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Anápolis realiza vários cursos de atualização voltados para delegados, agen...