(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Comandante do 3º CRPM alerta para rigor na posse de armas em casa

Cidade Comentários 24 de janeiro de 2019

Tenente-Coronel Paulo Roberto, novo comandante do 3º CRPM falou, também, das metas para se reduzir a criminalidade


O Tenente-Coronel Paulo Roberto de Oliveira assumiu, no início deste mês, o 3º Comando Regional da Polícia Militar, sediado em Anápolis e com abrangência em 10 municípios circunvizinhos. Ao Jornal CONTEXTO ele falou sobre as metas e a condução dos trabalhos com vistas a reduzir os índices de criminalidade na região. Além disso, ele abordou uma questão que virou debate nacional nos últimos dias: a flexibilização da posse de armas de fogo para a população.
O oficial chega ao 3º CRPM com muita bagagem. Ele foi um dos fundadores e um dos primeiros diretores do Colégio Militar “Dr. Cézar Toledo”; foi comandante do 28º Batalhão e, até há pouco tempo era o subcomandante regional. Segundo ele, a meta principal é dar sequência ao trabalho desempenhado pelos seus antecessores, os coronéis João Batista de Freitas Lemes e Newton Nery de Castilho, que, conforme observou, fizeram uma gestão exitosa e contribuíram para a redução de vários índices de criminalidade.
O novo comandante destaca que pretende operacionalizar a tropa a fim de prevenir e combater a criminalidade. Um dos alvos será a redução dos crimes de homicídio que, conforme aponta, em cerca de quase 90% têm alguma ligação como uso e/ou o tráfico de entorpecentes. Para isso, ele disse que pretende atuar em parceria com a Polícia Civil e também com a Polícia Federal. Assinalou que a PM está pronta para dar o suporte que for necessário. Inclusive, ressaltou, esta é a diretriz repassada pelo Comandante Geral da corporação, Coronel Renato Brum.
Outro ponto que destacou foi quanto às mudanças nos batalhões. No 4º BPM, assumiu o Major Eduardo Bruno Alves; no 28º BPM, assumiu o Major Sérgio Alcântara e na Companhia de Policiamento Especializado (CPE), assumiu o Major Leonardo Bernardes de Melo, ex-BOPE e ROTAM de Goiânia. Ao subcomando do 3º CRPM, foi alçado o Ten. Cel. Hrillner Braga. Na sua avaliação, trata-se de oficiais experientes e motivados para atuarem nas suas respectivas unidades, prestando um serviço de qualidade à população. O Ten. Cel. Paulo Roberto citou, inclusive, o sucesso da Operação Sentinela que, no Município, envolveu nada menos do que 44 viaturas e 120 policiais.
Para o comandante do 3º CRPM, as grandes operações - e exemplo da Sentinela - serão contínuas, em razão de que, através de bloqueios e abordagens, nas mais diferentes regiões, é possível retirar armas de circulação, recuperar veículos e outros objetos roubados ou furtados e retirar das ruas pessoas com ficha criminosa. “Tudo isso vem para tranquilizar mais a sociedade”, ponderou.
Ainda, em relação aos mecanismos de repreensão à criminalidade, o comandante do 3º CRPM anunciou que os policiais da Força Tática, criada no final do ano passado, através de uma parceria com a Prefeitura de Anápolis, já estão sendo treinados para fazer uso de armamentos de longo alcance que foram adquiridos pelo Estado e que já estão à disposição do 3º CRPM e, mais especificamente, da Força Tática, que conta com 10 caminhonetes novas. Cada viatura conta com dois policiais (esse número pode subir para três), os quais são remunerados através do Banco de Horas. A Prefeitura também garante a manutenção das viaturas. A parte operacional é desenvolvida pela própria PM. “Foi um ganho muito grande esta parceria, que é praticamente inédita no Brasil. Comparando, é como se tivéssemos ganhado um novo batalhão”, comemora o Ten. Cel. Paulo Roberto. Também, houve outro ganho, que foi a manutenção no Município, de 100 dos 180 policiais aqui formados. A intenção é que, com o novo concurso da PM, que deve acontecer ainda este ano, o treinamento de parte do futuro efetivo seja, também, feito na Cidade, já que toda a estrutura foi mantida. E, claro, a intenção é que se tenha, futuramente, após o concurso e a preparação, mais um reforço para a tropa do 3º CRPM.
Posse de arma
Sobre a questão da posse de armas, que veio à tona após o Presidente Jair Bolsonaro assinar o decreto flexibilizando as regras para quem deseja manter uma arma em casa, ou, estabelecimento de trabalho, o comandante do 3º CRPM disse que, pessoalmente, é favorável à medida. Entretanto, salientou que é necessário muito rigor na fiscalização das regras que foram estabelecidas, sobretudo, quando a necessidade avaliação psicológica e a preparação para o manuseio de arma.
Para o oficial, é importante que as pessoas tenham uma casa arma para, eventualmente, defender o patrimônio ou a vida. “Mas, isso exige muita responsabilidade, muito equilíbrio emocional e preparo”, argumentou, dizendo que sem esses requisitos, a posse é, até, temerária. Ainda, conforme disse, é necessário que quem tiver uma posse de arma em casa, deve tomar todo o cuidado para mantê-la longe do alcance de crianças e adolescentes, ou seja, num local seguro, conforme é preconizado no decreto de flexibilização. “Até nós, policiais, temos que ter muito cuidado e disciplina, mesmo treinados ao uso de armas”, sublinhou.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

LDO estima receitas e despesas em mais R$ 1,5 bilhão para Anápolis em 2020

17/04/2019

O Prefeito Roberto Naves encaminhou à Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar (PLC nº 008/2019) dispondo sobre a L...

Procurador da Enel diz que empresa investirá cerca de R$ 6 bilhões

17/04/2019

Já quase na etapa final da sessão da CPI da Enel em Anápolis, o advogado da empresa, Lúcio Flávio de Paiva, teve a palav...

Ações do Governo de Goiás em Anápolis começam pelo DAIA

13/04/2019

O Governador Ronaldo Caiado (DEM) cumpriu agenda em Anápolis nesta quinta-feira 11/04. Foi a primeira vinda dele ao Municíp...

Fechamento da Delegacia da Receita Federal gera apreensão em Anápolis

13/04/2019

O possível fechamento da Delegacia da Receita Federal em Anápolis tem gerado preocupação em diversos setores da sociedade...