(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

“Coloque a lealdade e a confiança acima de qualquer coisa; não te alies aos moralmente inferiores; não receies em corrigir os teus erros”. (Confúcio)

Contexto Político Comentários 25 de setembro de 2009


Ficha suja
Mais de um milhão e 300 mil eleitores assinaram documento legitimando a proposta de se apresentar o Projeto de Emenda Popular para impedir que candidatos com acertos pendentes na justiça sejam candidatos em eleições futuras. Muita gente acha difícil a aprovação, já que dezenas de parlamentares no Congresso Nacional se acham nessa situação e não vão querer “cortar na própria carne”. Mas, pelo menos, o assunto vai ser debatido em público e os eleitores têm, assim, o direito de saber quais são os políticos que estão em débito para com a justiça.
Talvez seja por isso que, antecipadamente, muitos políticos estão rejeitando a idéia de se fazer campanha pela internet, meio fácil e prático de se espalhar informações pelo mundo todo. Tanto no Congresso Nacional, quanto nas assembléias legislativas e nas câmaras municipais, centenas de políticos por esse Brasil afora, têm pendências com a lei. Os crimes e contravenções vão desde desvio de dinheiro público, até casos de homicídios encomendados e, em alguns casos, praticados.
Em Anápolis mesmo, se a lei já estivesse em vigor, algumas pessoas teriam dificuldades em levarem adiante seus projetos eleitorais no ano passado, uma vez que estão envolvidas em irregularidades, contravenções e crimes. Mesmo assim, posam de autoridade. Um dia isso acaba.

Iluminação
A Prefeitura deve anunciar nesta segunda-feira, 28, o projeto de iluminação da BR 153, entre o viaduto da Vila Jaiara e o Viaduto “Miguel Braga”, na saída para Brasília. Os recursos são do Governo Federal. Na mesma data será oficializada a obra do viaduto ligando o Bairro Pirineus ao Conjunto Village.

Contraste
Na sessão de segunda-feira, 21, o vereador João Feitosa (PP), o “João da Celg” teceu rasgados elogios à atuação da empresa em Anápolis. Algumas horas depois, a população de grande parte da cidade ficava sem energia elétrica. O corte durou várias horas, causando grandes transtornos na região central da cidade. Pode?

Devendo
Por falar em vereador, alguns deles fizeram dívidas na campanha e se esqueceram de acertar com os credores. Há dos que devem em jornais, emissoras de rádio, pizzarias, gráficas e outros estabelecimentos. Sem contar os que ficaram devendo (dinheiro e emprego) a cabos eleitorais. E, é bom lembrar que vereador ganha R$ 7 mil de salário, mais R$ 10 mil para a manutenção do gabinete.

A bolsa
O programa Bolsa Família, que, inclusive, vai ter os valores reajustados pelo Governo Federal, atende, em Anápolis, a aproximadamente, 16 mil núcleos familiares. E já estão na fila nada menos que três mil outras famílias. A informação é do próprio secretário municipal da Ação Social, Francisco Ferreira Rosa. Ele disse, também, que muitas dessas famílias são desclassificadas e perdem o benefício por conta de irregularidades. A maior parte através de denúncias feitas à coordenação do programa.

PEC aprovada
A aprovação da proposta de emenda constitucional, ocorrida esta semana na Câmara dos Deputados, modificando o quantitativo de vereadores em várias câmaras municipais do Brasil, inclusive Anápolis, está longe de ser uma realidade. Há controvérsias as mais variadas no mundo jurídico e no mundo político. A Ordem dos Advogados do Brasil, por exemplo, é contra a posse imediata dos suplentes. Da mesma forma, a maioria das associações de vereadores no Brasil. Mesmo assim, tem vereador esperando somente a promulgação da lei para entrar na justiça reivindicando uma vaga. Vem aí, seguramente, uma enxurrada de ações na justiça, complicando, ainda mais, o quadro que é controverso.

Duodécimo
A partir de janeiro, com a aprovação da PEC dos vereadores, o repasse mensal (duodécimo) da Prefeitura para a Câmara Municipal, em Anápolis, vai ser de 05% do orçamento municipal, contra os 06% atuais. Só que, o volume de dinheiro, na ordem de aproximadamente R$ Um milhão todo mês, não deve sofrer alterações, pois a arrecadação do município aumentou muito este ano. Esse repasse pode, até, ser um pouco maior.

Sim, ou não?
Está chegando a hora de Henrique Meirelles descer do muro. Vai se filiar a algum partido? Vai ser candidato? Vai ficar no Banco Central? O prazo limite é três de outubro. Muita gente acha que a candidatura Meirelles ao Governo do Estado foi um grande delírio. Como já ocorrera em 2005.

Normalidade
Com a muito provável desistência de Meirelles, que deve mesmo continuar no Banco Central, o foco volta para a realidade goiana. E esta realidade significa a disputa entre Marconi Perillo e o nome a ser apoiado por Lula. Podendo ser Íris Rezende (PMDB), ou, Rubens Otoni (PT). Surgirão, certamente, outros candidatos. Mas, se as eleições fossem hoje, a disputa seria essa mesma.

Arrepiou
Aos poucos alguns vereadores vão se desgarrando do poder. Semana passada houve um grito de independência, com críticas disparadas ao setor municipal de saúde. Na terça-feira, 22, foi a vez de a CMTT apanhar. Quem diria...

Vai ficar
Antônio Júlio, petista histórico e assessor de gabinete do Prefeito Antônio Gomide, vai, mesmo, continuar presidindo o Partido em Anápolis. Com o apoio do deputado federal Rubens Otoni. E, no PT de Anápolis, quem conta com esse apoio...

Resistência
Muitos moradores da chamada “invasão do Anápolis City”, que deverão ser transferidos para o conjunto “Vila Feliz”, proximidades do “Filostro Machado”, estão resistentes quanto à mudança. Alegam, dentre outras coisas, a distância maior e a falta de infraestrutura. Mas, segundo a Prefeitura, elas vão ter de sair. É ordem judicial.

Distante
Se o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM) alimenta, de verdade, a pretensão de se candidatar a governador, é necessário que dedique mais tempo a Anápolis. Por dois motivos: o primeiro é que se trata de sua cidade natal. O segundo é que Anápolis, com mais de 200 mil eleitores, forma o terceiro maior colégio eleitoral de Goiás.

Alien
Um empresário do Paraná, mas que tem negócios importantes no município, estaria transferindo seu título eleitoral para Anápolis objetivando se candidatar a deputado estadual ou federal. Com muito dinheiro para gastar, por sinal. Faz lembrar o episódio Ernani de Paula.

Imbróglio
Ainda está longe de um final o problema surgido com a divulgação do laudo da Polícia Federal acusando o PMDB de Anápolis de haver “montado” uma fita de vídeo para, supostamente, prejudicar a candidatura do PT nas eleições do ano passado. Os desdobramentos são imprevisíveis.

Nomes?
O tempo passa, o tempo voa, e não surgem nomes de candidatos para representarem Anápolis na Câmara Federal a partir de 2011. A rigor, só Rubens Otoni, se este não for candidato a outro cargo.

Tucanos
A partir deste mês de outubro o PSDB promete fazer uma grande ofensiva em Anápolis, não só para a consolidação da candidatura de Marconi Perillo ao Governo do Estado, como para definir o nome, ou os nomes, que representarão Anápolis nas chapas de candidatos a deputados federais e estaduais. O empresário Ridoval Chiareloto e o vereador Fernando Cunha são figuras certas nessa relação.
Anistia
Todo mundo em Anápolis se lembra de quanto o PT bateu no então prefeito Ernani de Paula (2001-2003) e em seu secretariado. E, não é de ver que muita gente que ocupava cargos de confiança com Ernani está hoje trafegando com a maior tranquilidade na equipe de Antônio Gomide? Mudou o PT? Mudaram os outros? Ou mudaram todos?

MSM
Criado em Anápolis o MSM - Movimento dos Sem Mandato - formado por suplentes de vereadores que pretendem assumir uma vaga imediatamente, depois da aprovação da PEC que alterou o quantitativo de parlamentares municipais. Tem advogado esfregando as mãos, esperando ser contratado para defender os pretensos parlamentares.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Contexto Político

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.618

19/04/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.616

12/04/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.616

07/04/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.615

31/03/2017

Contexto Político...