(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Colegiado tem participação de grandes empresários do Estado

Cidade Comentários 03 de junho de 2011

Grupo terá como principal missão, fortalecer a cultura exportadora de Goiás, bem como atrair investimentos internacionais e abrir fronteiras para a produção goiana em outros países


O governador Marconi Perillo deu posse, na última quinta-feira, 2, no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, aos membros do Conselho Conselho Superior para Promoção de Investimentos e Negócios Internacionais- PromoGoiás), composto por grandes empresários do Estado. Criado através de decreto, o colegiado é ligado à Secretaria de Indústria e Comércio, comandada pelo secretário Alexandre Balby, e vai atuar estrategicamente no planejamento de políticas públicas destinadas ao comércio exterior, atração de investimentos estrangeiros, cooperação e articulação internacional do Estado de Goiás.
Vão compor o PromoGoiás os seguintes empresários: José Batista Júnior, da JBS Friboi (presidente), José Carlos Souza, da Superfrango (vice-presidente) e os conselheiros Carlos Alberto Oliveira, da Hyundai, César Helou, do Laticínios Piracanjuba, José Alves Filho, da Coca-Cola e Faculdades Alfa, Robert Macedo, da Mitsubishi Motors do Brasil e Marcelo Limírio, da Hypermarcas /Neoquímica.
Compete ao recém-criado Conselho propor à Secretaria de Indústria e Comércio estratégias para a prospecção e identificação de empresas e organizações internacionais com potencial de investimentos direto e geração de empregos em Goiás, além de abrir o leque de oportunidades em mercados internacionais para promover o comércio exterior.
Os empresários goianos vão ainda estabelecer ações para a melhoria da posição, imagem e valorização internacional do Estado de Goiás nos âmbitos econômico e empresarial.
O grupo será o instrumento de diálogo e articulação entre os setores público, privado, acadêmico e terciário para que as políticas estaduais voltadas para negócios internacionais reflitam os interesses da sociedade goiana e vai trabalhar também no desenvolvimento sistemático da cultura exportadora, facilitando a integração de programas e ações dos setores produtivos com as áreas do governo que lidam com comércio exterior. Os membros do PromoGoiás vão ainda ser responsáveis por agendar visitas e receber delegações estrangeiras que tenham interesses relacionados a investimentos diretos, comércio exterior e cooperação internacional.
Os sete componentes do Conselho PromoGoiás foram escolhidos pelo governador Marconi Perillo para cumprirem um mandato de dois anos, com direito a recondução. O exercício da função de conselheiro será considerado serviço público relevante e, portanto, não remunerado. As decisões serão tomadas por resolução, após deliberação da maioria simples, obedecido o quórum mínimo de 2/3 de seus membros, cabendo ao presidente o voto de qualidade.
O Conselho PromoGoiás é subordinado financeira e orçamentariamente à Secretaria de Indústria e Comércio, que oferecerá apoio administrativo e técnico ao seu funcionamento.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

LDO estima receitas e despesas em mais R$ 1,5 bilhão para Anápolis em 2020

17/04/2019

O Prefeito Roberto Naves encaminhou à Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar (PLC nº 008/2019) dispondo sobre a L...

Procurador da Enel diz que empresa investirá cerca de R$ 6 bilhões

17/04/2019

Já quase na etapa final da sessão da CPI da Enel em Anápolis, o advogado da empresa, Lúcio Flávio de Paiva, teve a palav...

Ações do Governo de Goiás em Anápolis começam pelo DAIA

13/04/2019

O Governador Ronaldo Caiado (DEM) cumpriu agenda em Anápolis nesta quinta-feira 11/04. Foi a primeira vinda dele ao Municíp...

Fechamento da Delegacia da Receita Federal gera apreensão em Anápolis

13/04/2019

O possível fechamento da Delegacia da Receita Federal em Anápolis tem gerado preocupação em diversos setores da sociedade...