(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

CMTT: Companhia faz intervenções para facilitar a vida dos pedestres

Trânsito Comentários 09 de setembro de 2016

Órgão de trânsito está acabando com sinalização de “direita livre”, para dar mais segurança nas travessias das vias de Anápolis


A Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), através de um compromisso firmado com o Ministério Público, está fazendo uma série de intervenções na sinalização de Anápolis, com o objetivo de eliminar aqueles pontos que permitem que os condutores façam, livremente, conversões à direita.
Em entrevista a uma emissora de rádio da Cidade, o diretor da CMTT, Osmar Souza, confirmou que, de fato, esta mudança já está sendo processado em algumas avenidas como a Miguel João, Mato Grosso e Getulino Artiaga, onde há passagens livres à direita. Com a mudança, segundo ele, os motoristas devem estar atentos, porque a conversação passará a ser regida pelos conjuntos semafóricos existente no local.
O diretor da companhia de trânsito observa que esta mudança visa, principalmente, dar mais segurança na travessia de pedestres nestes pontos onde a conversão à direita era livre. Para tal, as configurações de alguns semáforos das avenidas tiveram alteradas as suas configurações.
Ainda de acordo com Osmar Souza, intervenções diversas estão sendo feitas em grandes avenidas de Anápolis, com o intuito de garantir maior segurança aos pedestres. Um dos exemplos é a Avenida Benvindo Machado, no Jardim Suíço, na altura do Condomínio São José. No local, foi implantada uma lombofaixa para a travessia dos moradores e de outras pessoas que frequentam a região. A via também teve suporte de controladores de velocidade, com limite de 40 quilômetros por hora, uma vez os veículos trafegavam por ali em alta velocidade, colocando em situação de risco condutores de veículos e pedestres.
A CMTT também estuda medidas para melhorar o tráfego de veículos e a segurança dos pedestres ao longo da Avenida Pedro Ludovico, inclusive, na rotatória que dá acesso à GO 222, que liga Anápolis ao Município de Nerópolis. Osmar Souza não detalhou o que poderá ser feito naquele local, mas ponderou que era necessário aguardar a finalização de obras que foram feitas na própria Avenida Pedro Ludovico e num trecho da rodovia onde foi executado um serviço de esgotamento sanitário. O diretor da Companhia de Trânsito assinalou que há necessidade em se adotar algum mecanismo que possa reduzir o fluxo de veículos pesados (caminhões) na Pedro Ludovico.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Trânsito

Semana Nacional do Trânsito tem simulador de impacto em Anápolis

20/09/2018

Pode parecer pouco, mas se um condutor que dirige um veículo sem cinto de segurança a 6 km/h, sofre uma colisão, com o imp...

Justiça móvel já atendeu a mais de 100 mil casos

05/07/2018

De acordo com dados do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Estado...

Motorista pode fazer declaração eletrônica de acidente

18/06/2018

A Polícia Militar de Goiás informa que a declaração eletrônica de acidente de trânsito é um instrumento oficial, feito...

Justiça Móvel: mais de 60% de acordo em acidentes

15/02/2018

Mais de 60% dos acidentes com veículos automotores sem vítimas ocorridos em Anápolis são solucionados através de acordo....