(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Câmara encerra a primeira edição do programa Parlamento Jovem

Cidadania Comentários 28 de junho de 2018

Programa contou com a participação de 50 jovens universitários das diversas faculdades da cidade


Com uma sessão solene, realizada na manhã desta quinta-feira, 28, a Câmara Municipal de Anápolis encerrou a primeira edição do Programa Parlamento Jovem, criado pela Mesa Diretora em março deste ano com a finalidade de simular o exercício do mandato parlamentar dentro do ambiente acadêmico e ampliar o nível de informação e de conhecimento dos jovens sobre os trabalhos desenvolvidos pelo Legislativo Municipal. A solenidade foi prestigiada pela coordenadora do curso de jornalismo da Fama, Márcia Costa, pela representante da Subsecretaria Estadual de Educação, Rogéria Teodoro Silva, pelo diretor-geral do Jornal Contexto, Vander Lúcio Barbosa, vereadores e convidados.
Dirigido e coordenado pela vereadora Geli Sanches (PT), o programa contou com a participação de 50 jovens universitários matriculados em entidades de ensino superior que funcionam na cidade, que simularam o exercício de vereador, através de sessões ordinárias e reuniões de comissões. Desse total, 23 atuaram como vereadores, ou seja, o mesmo número de parlamentares da atual legislatura, outros 23 como assessores, quatro como assessores de comunicação e que ficaram responsáveis por abastecer o site de notícias da Câmara Municipal com matérias jornalísticas sobre as atividades parlamentares.
Durante todo o mês de junho, foram debatidos e apreciados em plenário os projetos de leis elaborados pelos universitários e apresentados durante o projeto de seleção de jovens que se inscreveram no projeto. De acordo com a vereadora Geli Sanches, todos os projetos passaram por tramitações semelhantes aos que são apresentados pelos vereadores, com análise nas comissões permanentes do Legislativo até serem votados em plenário e aprovados para depois serem transformados em autógrafos de lei.
Ela revelou que são projetos de elevado nível que contemplam toda a sociedade e que eles podem ser encampados por qualquer um dos 23 vereadores da atual legislatura, caso um ou outro tenha interesse em apresentá-los formalmente. O presidente da Câmara, um dos maiores incentivadores do programa, disse que a experiência aproximou a sociedade, especialmente os jovens, do esforço empreendido pela Câmara Municipal na elaboração de leis que atendam os reais interesses da população, bem como do trabalho de fiscalização e controle de atos do Executivo Municipal.
Inserção
“Vocês passaram um mês discutindo a cidade, quando tiveram a experiência de como é grandioso sentar em uma dessas 23 cadeiras”, afirmou o presidente da Câmara, vereador Amilton Batista Filho (SD) destacando que a iniciativa teve como principal objetivo ajudar a inserir o jovem na política e propor uma aproximação da sociedade com o Legislativo Municipal “que é uma de nossas principais bandeiras na presidência da Câmara”.
Amilton Filho falou sobre a sua busca constante pela transparência dos atos dos vereadores, segundo ele, algo fundamental na política almejada pelos jovens. Sobre os projetos apresentados pelos 23 universitários, o presidente da Câmara afirmou que todos serão encaminhados às comissões para análise da viabilidade de se tornarem leis municipais.
Falaram também a coordenadora do programa, vereadora Geli Sanches e o vereador Domingos Paula (PV). Eles destacaram a estrutura que foi colocada à disposição dos participantes pelo presidente Amilton Filho para a realização do Parlamento Jovem, destacaram o perceptível empenho dos jovens e a grande participação feminina no programa. Geli Sanches acha que o programa proporcionou a oportunidade de dar voz para que os jovens participantes o que pensam e o que querem para a cidade e que o mês de convivência, além de ter sido muito gratificante, revelou surpresas positivas.
Os jovens também fizeram uso da palavra, o primeiro deles, o presidente do Parlamento Jovem, Ailton Eric Lima. Ele destacou a importância de participar da política porque, segundo afirmou, os detentores de mandatos eletivos influenciam diretamente a vida da sociedade. “Aprendemos muito sobre o trabalho dos vereadores”, confessou Ailton Lima dizendo-se feliz em ter sido um dos participantes.
A vice-presidente do Parlamento Jovem, Fernanda Braga disse que o programa foi um grande aprendizado para os jovens participantes, ao revelar que a maioria não tinha seque noção de como é o funcionamento do Legislativo. “Foi uma caminhada produtiva e isso nos engrandece como cidadãos”, afirmou. Falaram também a assessora parlamentar Raiane Guimarães, que destacou a diversidade de jovens universitários de diferentes cursos no programa, “o que nos proporcionou o debate de diversas visões sobre a vida pública”, e a assessora de comunicação, Alanda Ribeiro, que classificou o Parlamento Jovem de “emocionante” por dar aos jovens a oportunidade de se inserirem na política.

Autor(a): Ferreira Cunha

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidadania

Dia dos Pais: Campanha propõe “adoção” de idosos

09/08/2018

A delegacia do Idoso em Anápolis realiza, pelo quinto ano consecutivo, a campanha “Adote um Idoso”. Desta vez, a missão...

Lei Maria da Penha ainda não reduz os atos de violência contra mulheres

09/08/2018

O número de denúncias contra homens que praticam atos de violência doméstica e familiar e outros crimes contra mulheres a...

Amamentação é tema de campanha no mês de agosto em Anápolis

03/08/2018

Não é novidade, há tempos, que uma das principais ferramentas de combate à mortalidade infantil é gratuita e costuma vir...

Doador de sangue tem benefícios

03/08/2018

A Lei Estadual nº 12.121, de 5 de outubro de 1993, dispõe sobre a concessão de estímulos especiais aos doadores voluntár...