(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Chuvas isolam a rodovia que liga Anápolis a Nerópolis

Cidade Comentários 10 de dezembro de 2010

Fortes chuvas dos últimos dias provocaram estragos consideráveis na região. Uma tromba d’água levou pontes e mata-burros. A GO 222 está interditada entre Anápolis e Nerópolis


Na passagem de segunda para terça feiras desta semana, o índice pluviométrico (quantidade de chuvas) na região de Anápolis foi muito acima da média para este período do ano. Resultado: estragos consideráveis nos setores urbanos e na região rural. Em Anápolis, mais uma vez, recrudesceu o drama de moradores das regiões consideradas áreas de risco. O Clube Lírios do Campo, um dos mais tradicionais da Cidade, está interditado, devido ao grande volume de terra, lama, areia e resíduos levados pelas fortes enxurradas que fizeram transbordar o Córrego Antas, desde sua conexão com o Córrego João Cesário, na Avenida Brasil, proximidades do Ginásio Internacional. Novamente, casas, estabelecimentos comerciais e obras em andamento foram invadidos pela sujeira. Avenidas foram interditadas.
E, desta vez, os danos causados pelas chuvas atingiram, também, as rodovias estaduais, municipais e estradas vicinais. A região de Ouro Verde e de Campo Limpo de Goiás foi fortemente afetada, com estragos consideráveis nas malhas viárias. Vários mata-burros foram danificados, enquanto que pequenas pontes ligando propriedades rurais e os distritos administrativos como Goialândia e Souzânia sofreram consideráveis estragos. Na GO 222, que liga Anápolis a Nerópolis, a principal ponte sobre o Ribeirão “João Leite” caiu e, segundo a AGETOP (Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas) a restauração do trecho vai demorar, em média, 90 dias, assim que for iniciada. Algumas rodovias estão permitindo o tráfego de forma precária, como ocorre entre Campo Limpo de Goiás e Goialândia.
Problema
De acordo com os técnicos e engenheiros da AGETOP, a rota entre Anápolis e Nerópolis está completamente isolada. As alternativas para quem necessita fazer o referido trajeto são várias, todas elas, entretanto, distantes e mais demoradas. A ligação entre as duas cidades pode ser feita via Ouro Verde de Goiás, passando-se pela GO 330 ou, ainda, pela BR 060, indo até Goiânia. Se for para veículos de menor porte, existem alternativas, como uma estrada que liga Terezópolis de Goiás, à GO 222. Em alguns casos, há acréscimo de, até, 50 quilômetros. A Rodovia GO 222 foi redefinida na década de 80, durante o Governo Íris Rezende Machado. Antes disso, não era pavimentada e as pontes e viadutos tinham concepção mais rudimentar.
A interrupção do tráfego entre Anápolis e Nerópolis pela GO 222 trouxe problemas variados, desde a dificuldade de acesso para quem estuda ou trabalha em Anápolis, quanto para o escoamento da produção agropastoril, principalmente leite e hortigranjeiros, também, sofreu prejuízos. Muita gente, também, utilizava a rodovia para se dirigir de Anápolis para Goiânia e vice-versa. O Batalhão Rodoviário Estadual cuidou de sinalizar o trecho danificado.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Assembleia Legislativa faz homenagem ao Município

03/08/2017

A Assembleia Legislativa realizará nesta sexta-feira, 4, por iniciativa do deputado Carlos Antonio (PSDB), sessão especial ...

Anápolis recebe jogos da Liga Nacional de Handebol

03/08/2017

A Força Atlética/ Estácio de Sá/ Governo de Goiás volta às quadras para participar da Liga Nacional Feminina Conferênc...

Uma cidade formada por muitas lutas e conquistas

28/07/2017

Desde 1870, quando Gomes de Sousa Ramos iniciou a colonização do lugarejo onde foi construída uma capela em homenagem a Sa...

Anápolis é o 2º maior gerador de riquezas de Goiás

27/07/2017

Conforme dados divulgados pelo IBGE, Anápolis mantém sua posição como o segundo maior gerador de riquezas em Goiás. O Pr...