(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cervejeiros artesanais realizam encontro em Anápolis

Geral Comentários 11 de dezembro de 2015

Produtores e apreciadores da bebida destacaram importância de unir segmento, que hoje possui muitos adeptos, mas carece de maior apoio para fortalecer a atividade


Aconteceu no último domingo, 06, o 1º Encontro dos Cervejeiros Artesanais de Anápolis, o Anabeer. O evento reuniu os primeiros adeptos das cervejas artesanais, sendo eles, produtores, vendedores, degustadores e simpatizantes.
Atualmente, este mercado- que está em expansão no Brasil e em todo mundo- teve sua marca registrada aqui na cidade com esse encontro idealizado pelo advogado e produtor de cerveja artesanal Marcus da Costa Ferreira Junior.
Envolvido nessa nova era de cultura cervejeira há pouco mais de um ano, Marcus destaca a importância do Anabeer para a cidade "Anápolis se destaca pela logística e por ter um distrito industrial bem organizado. Com o apoio da administração municipal e estadual a região tem tudo para se tornar um polo de produtores de cerveja artesanal”, argumentou. Ele explicou também que a maioria dos participantes, até então, se conheciam apenas por conversas em um grupo no celular, e neste evento puderam se conhecer pessoalmente, o que os torna importantes candidatos para uma futura Associação.
O proprietário de um dos primeiros bares de cerveja artesanal da cidade, Hudson Sousa, também relatou o quanto o evento foi bom para o comércio do setor. "Para mim foi excelente ver que o pessoal que começou por agora já se apaixonou e está empolgado, querendo trazer mais gente” destacou.
O Anabeer também contou com a presença do sommelier de cervejas Anderson Machado, formado pelo Instituto Science of Beer. Durante o encontro, ele passou um pouco do seu conhecimento em degustação de cerveja e comentou o que o encontro marca para a cidade. ”Esse evento escreveu uma nova história na cena cervejeira de Anápolis. Um ano atrás fazer um evento desse seria impossível”, ponderou o sommelier.
Ainda durante o evento, os envolvidos puderam conversar sobre o mercado atual, trocar ideia sobre futuros projetos, deram dicas para iniciantes e os produtores atuais, conhecidos como homebrewer, levaram suas cervejas para que os colegas pudessem experimentar e avaliar, trocando assim conhecimento e analisando possíveis erros e melhora no produto.
"Tivemos uma média de 15 cervejeiros caseiros, apresentando suas cervejas e tendo uma troca de experiências para que possam estar melhorando cada vez mais seu produto. Hoje Anápolis está bem figurada na cena cervejeira goiana e em constante crescimento”, reforçou o sommelier Anderson.
Os homebrewer possuem esse nome que, traduzindo, significa Cervejeiro Caseiro e é muito usado no meio artesanal. Isso porque estas pessoas produzem sua cerveja em casa, na sua cozinha, em grandes panelas sem nenhum equipamento industrializado. Nenhum deles ainda consegue vender seus produtos e apontam os altos investimentos e a carga tributária pesada para o microcervejeiro como as grandes dificuldades do setor.
Hoje uma pessoa que quer ter uma pequena empresa no ramo e produzir em pequena quantidade, para realizar a venda, deve pagar o mesmo imposto que uma grande cervejaria que fabrica milhões de litros por mês. Esta é uma das lutas do grupo, juntamente com outras associações em todo estado e do Brasil, enquadrar as microcervejarias na tributação conhecida como simples nacional.
Para aqueles que já foram às compras de cervejas artesanais sabem que o preço deste produto é mais elevado que as marcas famosas no meio das cervejas comuns. O motivo é que o meio de fabricação e a qualidade da matéria-prima são diferentes. Enquanto as grandes cervejarias demoram três dias para realizar uma produção em grande escala e usam na maior parte da sua composição milho e adicionam químicos para que a produção seja maior e mais rápida para que atinja um maior lucro, as cervejarias artesanais demoram cerca de 45 dias para fazer o mesmo processo, utilizando como base o malte, que é famoso por ser a verdadeira base da cerveja, e não utilizam componentes químicos.
O diferencial apontado pelos apreciadores das cervejas artesanais é que, além de serem menos agressivas à saúde, estas cervejas acabam contendo maior teor alcoólico. Dessa forma, os adeptos acabam bebendo em menor quantidade e degustando mais os sabores.
E você, já experimentou?

Autor(a): Isadora Hajjar

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Convênios públicos têm nova regulamentação

11/05/2017

A Câmara Municipal realizou audiência pública nesta quinta-feira,11, em conjunto com a Prefeitura de Anápolis, para trata...

Corpo encontrado em lago é de empresário anapolino

04/05/2017

Na noite desta quinta-feira, 04, informação colhida pelo Jornal “A Voz de Anápolis”, junto a um irmão de Edmar Almeid...