(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cerol - 300 pipas apreendidas

Geral Comentários 14 de agosto de 2009


A campanha “Pipa Sim! Cerol Não!”, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semids) com o apoio do Juizado da Infância e da Juventude, termina no final deste mês e já contabiliza, até o momento, nada menos que 300 pipas com cerol (mistura de cola e vidro moído) apreendidas.
O agente de Proteção ao Menor, Maurício Rodrigues da Silva, informou que durante o trabalho realizado, foi descoberta a utilização de uma outra mistura, com pó de ferro encontrado nas serralherias. Segundo ele, trata-se de um material mais cortante e, portanto, muito mais perigoso do que o cerol comum.
Ainda, de acordo com Maurício Rodrigues, as pipas apreendidas tiveram as linhas e “rabiolas” destruídas. Já as carcaças de bambu foram doadas para as crianças dos núcleos do Peti, Instituto Cristão e para a Instituição Luz de Jesus. “Lá elas usufruem do brinquedo de forma saudável, através de torneios de pipa sem cerol”, acrescenta.
“As crianças flagradas utilizando cerol foram cadastradas no Juizado da Infância. As que forem pegas reincidindo na mesma prática, terão seus pais punidos”, diz o secretário Francisco Rosa. Ele assume que apesar do número de pipas apreendidas, neste ano não houve registro de pessoas feridas ou óbito em conseqüência da prática criminosa do uso de cerol.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Construtores vão arrecadar doações

24/11/2017

No início da noite da última terça-feira,21, foi realizada a solenidade de lançamento de mais uma edição do projeto ACA...

Genérico contra o câncer de próstata

24/11/2017

Os pacientes que enfrentam o câncer de próstata poderão contar com mais uma alternativa de tratamento: na próxima segunda...

Médica anapolina no comando de UTI

24/11/2017

A médica Ludhmila Hajjar vai assumir a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio Libanês, em Brasília. Bastant...

Lei institui o programa MP de Olho na Bomba

24/11/2017

Foi publicada no Diário Oficial de Goiás da última terça-feira, 21, a Lei nº 19.888, que aprova o projeto MP de Olho na ...