(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Cerâmicas preocupadas com prazo para o EIA/RIMA

Geral Comentários 23 de abril de 2010

A realização do Estudo de Impacto Ambiental na Área de Proteção do Ribeirão João leite, onde estão localizadas 40 empresas foi determinada pelo Ministério Público


O Sindicato das Indústrias Cerâmicas no Estado de Goiás (Sindicer/GO) aguarda a liberação do Termo de Referência, por parte da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), para que possa proceder, através de consultorias especializadas, a elaboração do EIA/RIMA na da Área de Proteção Ambiental (APA) do Ribeirão João Leite, condição estabelecida para a renovação de licenças de extração de argila na região, onde estão situadas cerca de 40 cerâmicas.
O vice-presidente do Sindicer/GO, Laerte Simão, observa que a demora na liberação do Termo de Referência preocupa o setor, já que o prazo dado para a apresentação do estudo de impacto ambiental, no dia 2 de setembro próximo, é um prazo bastante exíguo devido à complexidade do trabalho, que demanda acompanhamento de consultorias especializadas e equipes multidisciplinares, para garantir a exploração sustentável na APA do João Leite. “Sem o Termo de Referência, não temos como iniciar o processo”, sublinhou.
No início do mês de março último, o Sindicer/GO realizou no Senai, em Anápolis, uma reunião com parte dos empresários estabelecidos na APA do João Leite. Na ocasião, o presidente da entidade, Henrique Wilhelm Morg de Andrade explicou que o cumprimento do acordo firmado com a Semarh e o Centro de Apoio do Meio Ambiente do Ministério Público Estadual, deverá ser cumprido com o aval do Sindicato. Daí, todas as empresas devem estar filiadas para que possam também contribuir no rateio de custos de elaboração do EIA/RIMA. Não participando desse processo, a empresa pode não ter a liberação renovada a partir de setembro e, portanto, ficará com o seu funcionamento inviabilizado.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...